E aqui estou eu, a união de tudo isso. A luz e a escuridão ao mesmo tempo. Caso eu cedesse a um dos meus lados, será que eu teria que abdicar do outro? Meu coração dói ao pensar nisso. De alguma maneira, sinto que preciso dos dois para estar completa.
—O Lado Mais Sombrio, A. G. Howard

quinta-feira, 17 de abril de 2014

[Resenha] O Lado Mais Sombrio, de A. G. Howard


O Lado Mais Sombrio
A. G. Howard
ISBN: 9788581633381
Tradutor: Camila José dos Santos
Ano: 2014
Páginas: 368
Editora: Novo Conceito
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
() Favoritado!
Alyssa Gardner ouve os pensamentos das plantas e animais. Por enquanto ela consegue esconder as alucinações, mas já conhece o seu destino: terminará num sanatório como sua mãe. A insanidade faz parte da família desde que a sua tataravó, Alice Liddell, falava a Lewis Carroll sobre os seus estranhos sonhos, inspirando-o a escrever o clássico Alice no País das Maravilhas. Mas talvez ela não seja louca. E talvez as histórias de Carroll não sejam tão fantasiosas quanto possam parecer. Para quebrar a maldição da loucura na família, Alyssa precisa entrar na toca do coelho e consertar alguns erros cometidos no País das Maravilhas, um lugar repleto de seres estranhos com intenções não reveladas. Alyssa leva consigo o seu amigo da vida real – o superprotetor Jeb –, mas, assim que a jornada começa, ela se vê dividida entre a sensatez deste e a magia perigosa e encantadora de Morfeu, o seu guia no País das Maravilhas. Ninguém é o que parece no País das Maravilhas. Nem mesmo Alyssa...

Sempre fui fascinada pelo mundo de Alice no País das Maravilhas. Acho incrível este universo psicodélico criado por Lewis Carroll. O que mais me fascina é o fato do impossível ser possível, e o inimaginável ser tangível. Sempre achei que era um mundo sombrio, como um pesadelo louco, ou uma criação de uma mente realmente perturbada.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

#HyperboleNaPlaneta e o mistério da carta viajante!


Ah, finalmente! Depois de muito tempo sem vídeo no blog aqui está o vídeo para a campanha #HyperboleNaPlaneta, comigo pagando o maior mico e "entrando no clima" do livro. Me inspirei no estilo "exagerado" de Allie para a filmagem (ela usa de hipérbole para aumentar o humor em suas histórias), e só me dei mal. Meu cachorro me atacou; minha câmera não estava ajustada como queria; eu não falava nada com nada, e estava cheia de cafeína no sangue o que contribuiu para que eu entrasse em estado de loucura e gravasse um vídeo que, com toda certeza, irei me arrepender depois.

terça-feira, 15 de abril de 2014

#HyperboleNaPlaneta Conheça Hyperbole and a Half

 

Hey, pessoal! Hoje é um dia muito divertido! Não sabe por quê? Porque hoje é dia de #HyperboleNaPlaneta.
 
Para iniciar os posts de hoje sobre o livro Hyperbole And A Half, vim fazer uma apresentação dele para vocês, falando um pouquinho do projeto da Editora Planeta em conjunto com os parceiros. A ideia é a seguinte: Escrever uma carta para o meu “Eu” do futuro e guardar dentro do livro para que, daqui a 10 anos, eu a abra e leia. Esta ideia surgiu da primeira história do livro, onde Allie nos conta como, ainda criança, enterrou uma carta no quintal para o seu eu do futuro! Com esta campanha, além de uma ligação com o livro, cria um elo entre seu passado e futuro. Achei demais! :)
 
E ontem, muito empolgada, resolvi gravar o vídeo da campanha! Estava muito inspirada, cheia de cafeína no sangue, com meu cachorro tendo crises de ciúme comigo e a câmera e saiu tudo às avessas.  Meu cachorro me atacou durante as gravações do vídeo, latiu, fez cena e até participou das gravações. Olha só que bonitinho, fofo e ... Ciumento! Mas eu juro que gravei um vídeo super lindo, comigo pagando super micos. Só que o YouTube não carregou o vídeo =/ Então ele só vai ao ar hoje de noite se eu conseguir colocar no ar! Mas tem vídeo o/ Uhuuu!  Se tudo der certo!
 
Mas tirando este pequeno inconveniente, tô aqui super animada para falar com vocês do livro, de qualquer forma. Como boa menina, escrevi uma carta super fofa e meiga para o meu eu do futuro. Questionei a Livy do futuro como está sua vida, se algo mudou e se continua fazendo as mesmas coisas. Veja um trecho da minha cartinha:
 
Querida Livy,
E aí? Como anda esta força? Eu aqui, sentadinha na poltrona do quarto, estava pensando em você! Será que você continua sendo tão louca? E continua com as mesmas manias irritantes de organização? Isso é TOC sabia? É, eu pesquisei! Mas aposto que você já sabe disso!
E você continua sendo uma blogueira de sucesso? Continua escrevendo resenhas enormes e empolgadas? Ainda lê muitos livros e os chama de filhos? Você já se casou, ou ainda está solteirona? Aposto que está aí, lendo esta carta de pantufas e meias velhas, enfurnada em seu quarto depois de um dia cansativo de serviço...é, não se espante! Eu te conheço muito bem...
Mas espero que muitas coisas tenham mudado, e para melhor! Será que você conseguiu aquele emprego dos seus sonhos? E conseguiu fazer sua faculdade? Conseguiu escrever e publicar seu livro? Será que ainda tem os mesmos sonhos que eu? {...}
 
Este é só um pedacinho do que chamo de “Minha carta viajante”. Porque ela irá dar uma viajadinha para o futuro rs. Eu amei esta campanha da editora, e achei muito criativa! E convido todos vocês a estarem escrevendo suas cartas e "esquecendo" dentro deste ou de qualquer outro livro.
 
Ah, e aguardem que ainda hoje tem resenha e vídeo sobre o livro.
 

 

segunda-feira, 14 de abril de 2014

[Resenha] Passarinha, de Kathryn Erskine

Passarinha
Kathryn Erskine
ISBN: 9788565859134
Ano: 2013
Páginas: 224
Tradutor: Heloísa Leal
Editora: Valentina
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
() Favoritado!
No mundo de Caitlin tudo é preto ou branco. As coisas são boas ou más. Qualquer coisa no meio do caminho é confuso. Essa é a máxima que o irmão mais velho de Caitlin sempre repetiu. Mas agora Devon está morto e o pai não está ajudando em nada. Caitlin quer acabar com isso, mas como uma menina de onze anos de idade, com síndrome de Asperger ela não sabe como. Quando ela lê a definição de encerramento ela percebe que é o que ela precisa. Em sua busca por ele, Caitlin descobre que nem tudo é preto ou branco, o mundo está cheio de cores, confuso e bonito.

Passarinha é um livro cheio de sentimentos, verdades e nuances. Achei interessante que no início do livro há uma nota da tradutora falando justamente sobre estas nuances do livro e da narrativa de Kathryn, onde o livro mostra toda a sua beleza em simetrias que o leitor pode encontrar durante a leitura. Palavras iguais, mas com sentidos diferentes; jogos de palavras e sentimentos. O livro é verdadeiramente um mosaico de sentimentos e sensações, onde se pode apreender diversas facetas. Isso tudo torna o livro único e muito especial.

terça-feira, 8 de abril de 2014

[Resenha] Ex-Heróis, de Peter Clines

Ex-Heróis
Peter Clines
ISBN: 9788542801057
Ano: 2013
Páginas: 344
Tradutor: Caco Ishak
Editora: Novo Século
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
Stealth. Gorgon. Regenerator. Cerberus. Zzzap. Mighty Dragon. Eles eram heróis usando suas habilidades sobre-humanas para fazer de Los Angeles uma cidade melhor e mais segura. Até que uma terrível praga mortal se espalhou pelo mundo. Bilhões morreram, e hordas de zumbis levaram toda a civilização à ruína. Um ano depois, Mighty Dragon e seus companheiros são os protetores dos sobreviventes, refugiados em um estúdio de cinema transformado em fortaleza, o Monte. Assustados e traumatizados, os heróis combatem os vorazes exércitos de ex-humanos nos portões, lideram equipes para procurar por suprimentos e lutam para serem verdadeiros símbolos de força e esperança. Porém, os famintos ex-humanos não são as únicas ameaças que os heróis devem enfrentar. Velhos aliados, com poderes e mentes horrivelmente destorcidas pela morte, ocultam-se nas ruínas da cidade. E apenas poucos quilômetros os separam de outro grupo, lentamente acumulando poder e liderado por um inimigo coma habilidade mais aterrorizante de todas.

Livy super empolgada por ler mais um livro com zumbis. Livy ama histórias com zumbis. Haha, sei que muitos de vocês vão me achar doidinha, mas eu piro, piro mesmo, lendo livros com os mortos-vivos. Agora, imagina minha surpresa ao ver um livro que mistura o terror dos zumbis, com super-heróis? Achei demais! Nerd assumida como sou, tinha que ler este livro a qualquer custo.

domingo, 6 de abril de 2014

[Promoção] Casa de Segredos


Mais uma super promoção, queridos! Agora valendo um exemplar do livro maravilhoso, que adorei muito Casa de Segredos, super lançamento da Galera Record. Será apenas um sortudo ou sortuda que vai levar para casa este livro lindo! Você vai ficar fora dessa? Não, né!? Então corre participar:

[Promoção] Eu te vejo + Eu te sinto!


Hey, queridos! Outro super kit para vocês concorrerem, contendo: um exemplar de Eu te vejo + um exemplar de Eu te sinto + marcador. E o melhor, tudo isso para apenas um ganhador! Você vai ficar fora dessa? Não, né!? Então corre participar:

[Promoção] Entre o agora e o nunca & Entre o agora e o sempre!


Mais uma promoção no ar, peeps! Agora vocês irão concorrer a um super kit contendo: um exemplar de Entre o Agora e o Nunca + um exemplar de Entre o Agora e o Sempre + marcador. E o melhor, tudo isso para apenas um ganhador! Você vai ficar fora dessa? Não, né!? Então corre participar:

[Resultado] Confira o resultado das promoções!



Peeps, como estão? Sei que devem estar ansiosos pelo resultado das promoções que acabaram aqui no blog. Pois bem, chegou a hora de conhecermos os ganhadores das promoções Enfeitiçadas, Destrua Este Diário e Tabuleiro dos Deuses. Preparados?

terça-feira, 1 de abril de 2014

#SemanaPassarinha Música "Até o Fim", fala sobre o autismo!


A cantora Fantine Tho lançou em 2011, no site da MTV Brasil, um clipe da linda música "Até o Fim", dirigido por Marco Rodrigues, que fala de um tema que não vemos no ramo musical: o autismo

A ideia do clipe nasceu no início de 2011, após a música ter sido escolhida como trilha sonora do vídeo institucional da Revista Autismo, produzido por Marie Shenk, para o Dia Mundial do Autismo, pois retratava bem a luta dos pais para ir "até o fim" na batalha de conquistar mais habilidades e qualidade de vida a seus filhos com autismo. Fantine disse se sentir honrada com o convite para uma causa tão nobre. Fonte do texto
Confira o videoclipe:
Gostaram da música? Eu achei linda, tem uma bela mensagem! E vocês? Conhecem outras músicas que falam de autismo? 

segunda-feira, 31 de março de 2014

[Semana Passarinha de Conscientização do Autismo] O autismo não é uma doença.


Para muitos o autismo é uma doença. Acima de tudo, muitos tratam autistas como incapazes, lerdos e atrasados. Consideram estas pessoas como inferiores. Que triste! Vamos dizer assim, que o incapaz da história é a pessoa que tem este tipo de pensamento e preconceito. Estes sim são os atrasados mentalmente.

O autismo não é uma doença e não tem cura. Você não vai pegar o autismo no ar se entrar em contato. E lembre-se: é de uma pessoa que estamos falando, que pensa, sente, tanto quanto, ou até mais que você.

A verdade é que estas pessoas são especiais, não no sentido de problemas mentais, mas no sentido total da palavra. Especial. Especial pois enxergam a vida de uma forma que jamais enxergaremos. Percebem as coisas e o ambiente ao seu redor, com suas cores e cheiros, de uma forma que nem sonhamos. Por isso, livre-se de qualquer preconceito e entenda que não estamos tratando de loucura, estamos falando aqui de pessoas especiais, que merecem atenção, carinho e paciência. Acima de tudo espaço e uma chance.

Achei um vídeo no YouTube muito bacana, onde uma irmãzinha "normal" fala do seu irmãozinho com autismo. Muito bonito. Veja abaixo, e entenda um pouco mais os sentimentos e percepções do autista:

Ele é especial, mas não precisa de tratamento especial. Só precisa de uma chance. 

[Semana Passarinha de Conscientização do Autismo] Mande sua foto!


Hey, pessoal! Preparem sua roupas azuis mais bonitas e suas câmeras. Soltem a imaginação e tirem fotos com tema azul e me mandem. As fotos enviadas serão reunidas em uma postagem em homenagem ao Dia da Conscientização do Autismo!

Como e até quando mandar as fotos?

- Mandar as fotos até dia 01/04;
- Mandar para o e-mail livy_aivil@yahoo.com.br;
- Colocar no assunto homenagem ao dia do autismo;
- Podem enviar quantas fotos quiser;
- Junto com a foto mande seus dados, pois irei divulgar junto com a foto (nome, perfil do facebook, twitter, blog ou site, e qualquer rede social que queira divulgar. Também pode falar um pouquinho sobre você e o porque decidiu aderir à homenagem);
- Não esqueça de que as fotos devem conter a cor azul;
- Solte a imaginação!

É isso! Espero que vocês possam participar e ajudar nesta homenagem! 

[Semana Passarinha de Conscientização do Autismo] Saiba mais!


A Editora Valentina está promovendo a Semana Passarinha de Conscientização do Autismo. E estou aqui para bater um papinho com vocês. Ao longo da semana irei trazer matérias e assuntos sobre o tema. Vamos conversar, trocar ideia e acima de tudo entender como podemos nos movimentar pra fazer nossa parte pela conscientização e para ajudar. Estão preparados?

Posts Recentes

Últimos Comentários