Filme Mad Max, Estrada da Fúria

Foto © No Mundo dos Livros
Hoje eu vim falar de filme! \o/ Como fazia um bom tempinho que não vinha fazer alguma crítica de filme por aqui (não por falta de bons filmes assistidos, mas por falta de tempo mesmo) resolvi voltar com a coluna Filme em Foco em grande estilo! Hoje vim falar para vocês de Mad Max, Estrada da Fúria. Ok, Ok, sei que estão falando bastante deste filme, e eu até pensei em não trazer minha crítica para vocês, mas olha, de verdade, estão falando tanto e tão bem por ótimos motivos.

Para quem assistiu os três filmes de George Miller, deve sentir uma baita de uma nostalgia ao ouvir o nome Mad Max, pelo menos é o que acontece comigo. Cresci assistindo aos filmes da franquia, por causa dos meus pais, e adoro! Vamos relembrar: o primeiro Mad Max, de 1979, trouxe uma história pesada sobre uma sociedade em decadência onde gangues perigosas se espalhavam pelas estradas, as dominando e levando caos por onde passavam. Em 1981, temos Mad Max 2, onde conferimos um mundo totalmente pós-apocalíptico, em um mundo violento onde a sobrevivência é uma luta diária, assim como a disputa por recursos - em foco o combustível. Em Mad Max 3 - Além da Cúpula do Trovão, de 1985, ♪♩ We don't need another hero | We don't need to know the way home ♪♩ (haha, se você leu cantando, parabéns! Você deve lembrar do filme por causa da música da Tina Tuner) vemos um pouco do brilho dos filmes anteriores se perder e a história ganhar rumos um tanto cômicos e não muito convincentes. 

Seja como for, é indiscutível o quando estes filmes foram icônicos e importantes na época. Quando pensamos em Mad Max o que nos vem logo em mente? Um mundo dominado pela loucura, dominado por quem tem mais recursos e pela sobrevivência. Mad Max marcou uma geração, não há como negar. E, claro, pensamos em Mel Gibson. Como imaginar Mad Max sem ele no papel de Max? Confesso que chega a ser praticamente impossível conceber uma sequência sem ele como protagonista do filme. Então você me pergunta: Mas vale a pena assistir Mad Max, Estrada da Fúria sem Mel Gibson? É um bom filme? Eis que lhe respondo a pergunta!

Wishlist de Lançamentos de Maio

Como é de costume, toda última semana do mês eu mostro aqui no blog a lista de livros desejados, e hoje vim trazer minha Wishlist de Lançamentos de Maio para vocês. Vamos conferir?

{Clique nas capas para acessar a página no Skoob e ler a sinopse}

Bônus:


É muito amor no mês de Maio, não é mesmo?   Eu nem sei dizer qual eu quero mais! É muito livro que estou louca para ler, mas desta lista de desejados os que estou mais ansiosa para conferir é Star Wars - Provação, A Noiva Fantasma, Gelo Negro, Golem e o Gênio, Livro das Sombras, Dead Island, O Espelho de Cassandra, Penadinho - Vida, O Príncipe dos Canalhas, O Planeta dos Macacos República de Ladrões. E aí, quais são os desejados de vocês?

Beijos e até o próximo post! 

A suave e poética arte de Valerie Chua


Se tem uma coisa que aquece meu coração é apreciar uma bela arte. Como já disse para vocês em outros posts, eu simplesmente adoro manifestações de arte cheias de amor. Se tem uma coisa em que acredito é que, através da arte, o artista coloca muito de sua personalidade e de sua alma. Por isso acho fantástico observar cada nuance de uma pintura, por exemplo, e ali ver todo o sentimento que o artista exprimiu.

Uma das coisas que mais amo é descobrir novos artistas e quando conheci o trabalho de Valerie Chua, simplesmente me apaixonei imediatamente. Sua arte é tão delicada e suave, e traz tanta poesia, que é impossível não sentir um toque de amor e carinho na alma. É maravilhoso admirar seu trabalho e sentir toda a leveza que ela transmite. Adoro a mistura de cores suaves e os traços delicados, a representação da feminilidade calma e bela, a natureza e o mágico se mesclando. É tudo tão lindo! Me passa tanta tranquilidade e calma, me sinto reverente ao contemplar algo tão bonito.

 "Onde quer que eu vá, eu estou em casa . "

Valerie Chua é uma artista asiática que se especializou em artes tradicionais à base de água, mais precisamente, aquarela . Valerie cresceu com graphic novels ocidentais e mangás e só começou a pintar com 20 anos de idade. Seu trabalho é predominantemente influenciado por artistas do leste asiático, aquarela, natureza, literatura e poesia. Ela inclusive tem uma série de ilustrações que representam muito de si e dos lugares em que já esteve.

Como eu adoro compartilhar minhas paixões com vocês, resolvi vir aqui e mostrar algumas das ilustrações lindas da Valerie para vocês sentirem esta beleza também. Vejam como sua arte é sensível, bela, suave e poética.

Promoção 5 Anos do My Dear Library.


O My Dear Library está em festa, e o No Mundo dos Livros não poderia ficar de fora dessa. E para a festa ficar completa nada como uma super promoção, para comemorar a data em grande estilo. São 7 blogs amigos reunidos para presentear você leitor com muita coisa boa! 
São seis livros para dois ganhadores, e cada um ainda vai ganhar um kit de marcadores. Não tem como ficar fora dessa não é mesmo? Então o que você está esperando? Venha participar dessa festa!

Musical Pop “Os Recicláveis”!

Foto Divulgação
Oi, gente! Quem aí gosta de teatro? Melhor ainda quando é com um musical! Hoje vim falar para vocês do Musical Pop "Os Recicláveis" que está em cartaz no Teatro Augusta, de 11 de abril a 28 de junho. O musical é baseado nos livros de Toni Brandão - com 20 anos de carreira, 2 milhões de livros vendidos e conhecido por dialogar com eficácia com o público jovem.

Os atores Lucas Padovan, Luiza Porto, Pedro Vicente, Rodrigo Pasquali, Guilherme Zanella, Pauline Mingroni, Erica Monteiro e Daphne Bosaski são responsáveis por dar vida a oito personagens que cantam ao vivo músicas de Rita Lee, Michael Jackson, Beatles, Stevie Wonder, Maroon 5, Charlie Brown Junior e Katy Perry. Já imaginou que energia gostosa que deve rolar no palco? A diretora que coordena esta turma toda é a Flávia Garrafa - das séries Surtada na Yoga e Amor Veríssimo, da emissora GNT. E a direção musical fica por conta de Dimi Kireeff.