.




Existe alguma palavra que signifique "por mais tempo do que para sempre"? É por este tempo que eu a amarei.
—Querida Sue, Jessica Brockmole

21 de agosto de 2014

[Resenha] Proposta Inconveniente, de Patricia Cabot

Proposta Inconveniente
Patricia Cabot
ISBN: 9788501095015
Tradução: Eliane Fraga
Ano: 2014
Páginas: 350
Editora: Record
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
Apaixonada pelo capitão Connor Drake, Payton sonha em ser capitã de seu próprio navio. Ela cresceu desejando essa profissão exclusivamente masculina, mas agora deve abdicar disso tudon para conseguir um bom marido. O problema é que Connor só percebe seus sentimentos por Payton na véspera de seu casamento com outra. Quando o barco dos noivos parte rumo às Bahamas, ele é atacado e resta a Payton se infiltrar num navio pirata para salvar a vida do seu amado. A coragem une os dois, e o resgate pode gerar mais frutos do que ela imaginou.
Proposta Inconveniente é um dos livros de romance de época escrito por Meg Cabot com seu pseudônimo Patricia Cabot. Eu devorei muitos livros da autora como Meg mas não havia lido nada como Patricia. Sempre namorei os livros, com estas capas lindas. Apesar de ter alguns dos títulos na estante, ainda não havia me animado a ler seus romances de época. Até que li a sinopse de Proposta Inconveniente com navios, piratas e uma jovem destemida e diferente. Eu simplesmente tinha que ler.

20 de agosto de 2014

[Filme em Foco] Guardiões da Galáxia


O quê!? Vai me dizer que você ainda não foi assistir Guardiões da Galáxia no cinema? Então você nem imagina o que está perdendo. Hoje eu vim trazer a dica deste super filme que é, em minha opinião, o melhor da Marvel e, porque não dizer, o melhor do ano.

19 de agosto de 2014

[Resenha] Star Wars A Trilogia – Special Edition

Star Wars A Trilogia, Special Edition 
por George Lucas, Donald F. Glut e James Kahn 
ISBN: 978-85-66636-26-0
Tradutores: Atonio Tibau (IV); Alexandre Matias (V); Érika Lessa e  Peterson Rissatti (VI)
Livros: IV - Uma Nova Esperança por George Lucas (1978); V - O Império Contra-Ataca por Donald F. Glut (1980); VI - O Retorno de Jedi  por James Kahn (1983)
Ano: 2014
Páginas: 521
Editora: Darkside
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
() Favoritado!
Episódio IV - Lançado em dezembro de 1976, cinco meses antes da estreia no cinema, o livro foi o primeiro contato do público com Luke Skywalker, o jovem destinado a combater as forças mais poderosas de um Império do Mal, usando uma Força que ele não imaginava possuir. Assinado por Lucas, o livro foi adaptado de seu roteiro original com participação de Alan Dean Foster, autor de ficção  científica que três anos mais tarde ajudaria a desenvolver o primeiro longa-metragem da série Jornada nas Estrelas.

Episódio V - Segundo ato da trilogia e título favorito de grande parte dos fãs, O Império Contra-Ataca desvenda a origem do herói Skywalker, e coloca frente à frente os dois lados opostos da Força. “Eu jamais poderia imaginar o nível dos laços emocionais que o público havia desenvolvido com Luke como um símbolo de bondade e Vader como a personificação do mal”, declarou George Lucas tempos depois.

Episódio VI - Preparar este capítulo final foi um grande desafio para George Lucas: “Eram tantas as tramas que precisavam de resolução... Han Solo precisava ser resgatado. Leia deveria escolher entre Luke e Han. Luke tinha que decidir se juntaria forças ou combateria seu pai. Yoda e Ben precisavam revelar quem seria a ‘outra’ esperança dos Jedi”. O Retorno de Jedi foi adaptado por James Kahn, mesmo autor de outro sucesso da editora DarkSide®, a versão romanceada de Os Goonies, cuja edição limitada em capa dura esgotou em menos de um mês nas livrarias.  

“Há muito tempo, em uma galáxia muito, muito distante...” Você conhece essa frase? Pois é uma das frases mais conhecidas de toda a saga Star Wars, e que aparece nos primeiros segundos de todos os filmes da franquia, e também uma das frases mais conhecidas e cultuadas pelos fãs de ficção científica em todo o mundo. Equivalente a isso, a meu ver, somente “A verdade está lá fora”, do Arquivo X. E como a frase propriamente diz, parece que Star Wars aconteceu “há muito tempo...” São 35 anos acumulando sucesso e angariando uma legião de fãs a cada nova geração. Foram produzidos seis filmes, em duas trilogias, algumas animações 3D, desenhos animados, séries de TV, HQ's, livros ilustrados e videogames baseados no universo Star Wars, em histórias paralelas que acontecem entre, antes e depois dos episódios da narrativa principal.

18 de agosto de 2014

[Especial Bienal do Livro] Dicas de Sobrevivência


Hey, lindos e lindas. A Bienal do Livro de São Paulo está chegando! Estão ansiosos? Eu estou hiper, mega ansiosa e mal vejo a hora de poder pisar meus pés no evento. Espero ver vocês por lá =) Depois trarei o diário da visita à Bienal, estarei lá no dia 23 de Agosto o dia todo. E claro, já estou planejando tudo o que vou fazer, levar, etc. Mas acredite pequeno gafanhoto, ir à Bienal é uma maratona de preparação.

E aqui vai a dica para você que vai à Bienal também: planeje. Sim, o seguro morreu de velho, como dizia sua vó. Para se preparar para a Bienal o que vale é o planejamento. E surtem comigo pois a Bienal começa esta semana. ESTA SEMANA!! Ahhhhhh!!! Mas claro, já estou com tudo encaminhado e esta semana vou arrumar os últimos preparativos para minha ida à bienal. Minha ficha ainda não caiu.

Então independente se você já pirou (assim como eu) ou não, você já começou a planejar? Não!? Não perca tempo e comece a se organizar para este grande evento e não acabar esquecendo de nenhum detalhe importante. Então, pensando nisso, vim te dar uma ajudinha e dar algumas dicas. Confira:

17 de agosto de 2014

[Resenha] Placebo, de Steven James

Placebo
Steven James
ISBN: 9788504019025
Ano: 2014
Páginas: 384
Tradutor: Rafael Farinaccio
Editora: Companhia Nacional
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
Ilusionismo, ciência e magia negra. Uma combinação improvável, com resultados eletrizantes. Ao investigar um polêmico centro de pesquisa neurológica para seu programa televisivo, o ex-ilusionista Jevin Banks descobre uma conspiração envolvendo o Pentágono e uma das maiores companhias farmacêuticas do mundo. Jevin está atrás de respostas, não apenas sobre o duvidoso programa de comunicação telepática e o que está por trás dele, mas também para a tragédia familiar que ele sofreu. Placebo explora os limites da ciência, da consciência e da fé. Este livro leva o leitor a uma jornada intensa, em um mundo onde homens de negócios, políticos e militares atuam por trás dos panos o tempo todo, e nada é o que parece ser! 

Uma incrível jornada pelo mundo da ciência, medicina, conspirações e paranormalidade. Esse é o primeiro livro de Steven James que leio. Adorei, o livro é maravilhoso. Me apaixonei pela forma como Steven James escreve, por sua criatividade, por sua originalidade e por seus personagens adoráveis. Gostei tanto que já estou ansiosa pelo próximo livro da série Jevin Banks, e igualmente dos livros da série Patrick Bowers.  Placebo tem tudo o que você pode esperar de um ótimo livro.

13 de agosto de 2014

[Falando em Série] Seriados e Férias


Férias, como é doce o som dessa pequena palavrinha. Sei que muitos de vocês já tiveram que lidar com o fim das férias de julho, mas no meu caso eu estou comemorando pois estou saindo de férias do trabalho este mês. Agora vou ter um tempinho a mais para fazer muitas coisas que quero e preciso fazer, e dentre elas está assistir aos seriados que tanto quero acompanhar.

12 de agosto de 2014

[Resenha] Desejos, de Alexandra Bullen

Desejos
Alexandra Bullen
ISBN: 9788501086938
Tradução: Fernanda Rocha
Ano: 2014
Páginas: 381
Editora: Galera Record
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
Para Olivia Larsen, nada poderia mudar o fato de que sua irmã gêmea, Violet, se foi. Até que um misterioso vestido de festa é deixado à sua porta, e ele é capaz de lhe conceder um único desejo. A única coisa que Olivia quer é ter a irmã de volta. Agora, as garotas têm uma nova chance de viver tudo o que sempre sonharam. De quebra, descobrem que existem mais dois vestidos com o mesmo poder, ou seja, mais dois desejos novinhos em folha! Mas mágica não pode resolver tudo e Olivia precisa confrontar os fantasmas de seu passado para aprender a rir, amar e viver novamente.

Confesso que a primeira coisa que me atraiu em Desejos foi a belíssima capa e edição. Na foto não é possível ver, mas pessoalmente a capa ainda é mais bonita pois tem borboletas em verniz voando ao redor da modelo. Eu simplesmente me apaixonei, fora o fato de que amo borboletas (percebe-se pelo layout do blog, não é mesmo!?). Pois bem, confesso que também tenho este ponto fraco de querer ler um livro pela capa. Sei que muitas vezes me dou mal, mas é inevitável: eu babo na capa e quero ler. E depois que li a sinopse, achei a premissa bem interessante. Não cheguei a criar grandes expectativas sobre a história, mas realmente foi bem diferente do que pensei que seria.

8 de agosto de 2014

[Resenha] Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?, de Philip K. Dick

Androides Sonham com Ovelhas Elétricas? 
Philip K. Dick
ISBN: 978-85-7657-160-5
Tradução: Ronaldo Bressante
Ano: 2014
Páginas: 271
Editora: Aleph
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
Rick Deckard é um caçador de recompensas. Ao contrário da maioria da população que sobreviveu à guerra atômica, não emigrou para as colônias interplanetárias após a devastação da Terra, permanecendo numa San Francisco decadente, coberta pela poeira radioativa que dizimou inúmeras espécies de animais e plantas. Na tentativa de trazer algum alento e sentido à sua existência, Deckard busca melhorar seu padrão de vida até que finalmente consiga substituir sua ovelha de estimação elétrica por um animal verdadeiro; um sonho de consumo que vai além de sua condição financeira. Um novo trabalho parece ser o ponto de virada para Rick: perseguir seis androides fugitivos e aposentá-los. Mas suas convicções podem mudar quando percebe que a linha que separa o real do fabricado não é mais tão nítida como ele acreditava.

Mais conhecido em todo o mundo como Blade Runner – O Caçador de Androides, Androides Sonham com Ovelhas Elétricas? tornou-se um clássico da ficção científica. O filme de Ridley Scott, de 1982, estrelado por Harrison Ford, Hutger Hauer e Sean Young, elevou as obras de Philip K. Dick ao patamar de novelas de Sci-Fi mais filmadas das últimas décadas. Blade Runner foi um sucesso tão estrondoso que, mesmo depois de 32 anos, ele continua sendo assistido e cultuado em todo o mundo como um dos melhores filmes de ficção científica adaptado de uma obra literária para o cinema. Apesar do grande sucesso que Philip K. Dick acumulou nas últimas três décadas, o seu sucesso é tardio. Lamentavelmente ele faleceu em 1982, poucos meses antes da estreia de Blade Runner.

6 de agosto de 2014

[Pensamentos da Livy] Deixando para trás


Sabe, às vezes a carga está pesada demais. Levamos tanta coisa desnecessária na bagagem que não caba mais nada: nada de sentimentos bons ou tranquilidade. Levamos um pouco de rancor, arrependimento e tristeza nos bolsos.

Mas então a bagagem vai ficando pesada, difícil de levar. Os ombros vão ficando doloridos, as costas doem, a cabeça lateja. De cabeça baixa vamos levando tudo isto que já nem serve mais mas ali está. E para quê? Pois eu digo: muito melhor ir deixando para trás. 

4 de agosto de 2014

[Resenha] Querida Sue, de Jessica Brockmole

Querida Sue
Jessica Brockmole
ISBN: 9788580412635
Ano: 2014
Páginas: 256
Tradutor: Vera Ribeiro
Editora: Arqueiro
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
() Favoritado!
Março, 1912: A jovem poeta Elspeth Dunn nunca viu o mundo além de sua casa, localizada na remota ilha de Skye, noroeste da Escócia. Por isso, não é de espantar a sua surpresa quando recebe uma carta de um estudante universitário chamado David Graham, que mora na distante América. O contato do fã dá início a um intercâmbio de cartas onde os dois revelam seus medos, segredos, esperanças e confidências, desencadeando uma amizade que rapidamente se transforma em amor. Porém, a Primeira Guerra Mundial força David a lutar pelo seu país, e Elspeth não pode fazer nada além de torcer pela sobrevivência de seu grande amor. Junho, 1940, começo da Segunda Guerra Mundial: Margaret, filha de Elspeth, está apaixonada por um piloto da Força Aérea Britânica. Sua mãe a alerta sobre os perigos de um amor em tempos de guerra, um conselho que Margaret não quer ouvir. No entanto, uma bomba atinge a casa de Elspeth e acerta em cheio a parede secreta onde estavam as cartas de amor de David. Com sua mãe desaparecida, Margaret tem como única pista do paradeiro de Elspeth uma carta que não foi destruída pelas bombas. Agora, a busca por sua mãe fará com que Margaret conheça segredos de família escondidos há décadas. Querida Sue é uma história envolvente contada em cartas. Com uma escrita sensível e cheia de detalhes de épocas que já se foram, Jessica Brockmole se revela uma nova e impressionante voz no mundo literário.

Querida Sue começou como uma leitura despretensiosa e tranquilha. Mas o quanto me surpreendi ao não conseguir largar a leitura até terminá-la, até ler a última carta, até terminar o livro com lágrimas aos olhos. Sim, Querida Sue é um livro lindo e um prato cheio para quem, assim como eu, respira romance.

3 de agosto de 2014

[Resenha] Princesa Adormecida, de Paula Pimenta

Princesa Adormecida
Paula Pimenta
ISBN: 9788501034205
Ano: 2014
Páginas: 192
Editora: Galera Record
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
Era uma vez uma princesa... Você já deve ter ouvido essa introdução algumas vezes, nas histórias que amava quando criança. Mas essa princesa sou eu. Quer dizer, é assim que eu fiquei conhecida. Só que minha vida não é nada romântica como são os contos de fada. Muito pelo contrário. Reinos distantes? Linhagem real? Sequestro? Uma bruxa vingativa? Para mim isso tudo só existia nos livros. Meu cotidiano era normal. Tá, quase normal. Vivia com meus (superprotetores) tios, era boa aluna, tinha grandes amigas. Até que de uma hora pra outra, tudo mudou. Imagina acordar um dia e descobrir que o mundo que você achava que era real, nada mais é do que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção e, ao despertar, percebesse que não sabe onde mora, que nunca viu quem está do seu lado, e, especialmente, que não tem a menor ideia de onde foi parar o amor da sua vida. Se alguma vez passar por isso, saiba que você não é a única. Eu não conheço a sua história, mas a minha é mais ou menos assim... 

Princesa Adormecida é o primeiro livro da Paula Pimenta que tive a oportunidade de ler. Meu primeiro contato com a escrita da autora foi em seu conto, Princesa Pop, no livro O Livro das Princesas, um livro com coletânea de releituras dos contos de fadas. Gostei muito deste conto com a releitura da Cinderela que a Paula fez. Quando terminei queria ter um livro com muitas e muitas páginas para que a história fosse maior. Então minhas expectativas com Princesa Adormecida estavam altas, e estava bem ansiosa para conferir esta releitura da Bela Adormecida, ainda mais porque adoro releituras.

1 de agosto de 2014

[Músicas que Inspiram] Para alegrar o dia!


Muitas vezes o dia ou a semana não é fácil de lidar: tudo parece dar errado, os aborrecimentos são muitos, o chefe que pega no seu pé sem motivo, aquela briga com um(a) amigo(a) ou com o(a) namorado(a). Às vezes a gente deixa todas essas e muitas outras situações nos abater, ficamos tristes, desanimados, cansados. Eu me enquadro nisto também: tenho andado muito cansada. Mas nada como uma musiquinha para me animar! 

30 de julho de 2014

[Resenha] Me liga, de Sarah Mlynowski

Me Liga
Sarah Mlynowski
ISBN: 9788501083548
Tradução: Fabiana Colasanti
Ano: 2014
Páginas: 320
Editora: Galera Record
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
Aos 17 anos, a vida de Devi está de pernas pro ar. Depois de começar a namorar Bryan, negligenciou as amigas, os estudos e, depois que ele terminou com ela, está sem nada: sem perspectiva de uma boa faculdade, sem mais amigas, sem namorado. Se ela pudesse bater um papo com a Devi do passado... O que, após um incidente estranho com seu celular, é exatamente o que pode fazer! Agora que só consegue ligar para a Devi de 14 anos, parece que é finalmente a sua chance de consertar a própria vida. Ela tem o passado – ou melhor, o futuro – nas mãos. É só dar um telefonema. 

Quantas vezes você já se pegou pensando no passado e em como poderia ter feito tantas coisas diferentes. Ficou pensando "e se..." tivesse feito algo de outra forma, tivesse pensado melhor antes de agir, quantos aborrecimentos e tristezas teria evitado!? Claro, é inevitável, todos já passamos por isso.

Posts Recentes

Últimos Comentários