Resenha: Maze Runner, de James Dashner

20 novembro 2010
Postado por Livy

Maze Runner - Correr ou Morrer 
James Dashner
Ano de Lançamento: 2010
Número de Páginas: 426 páginas
Editora: Vergara e Riba
Pontuação: ♥ ♥ ♥  
Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho. Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam "A Clareira", um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr... correr muito. 
Imagine acordar e não se lembrar de nada além de seu nome. Agora, imagine acordar em um elevador em movimento, escuro e acabar rodeado por garotos, num lugar que eles chamam de Clareira. Que mértila seria. Oooopsss. Viciei na linguagem do livro. =) Imagine o plong que seria você acordar sem saber de nada além de seu nome, rodeado por caras de mértila? Brincadeiras a parte com a linguagem, essas são algumas expressões que você encontra no livro.

Somos apresentados a Thomas, o personagem principal. A história do livro se passa praticamente toda neste lugar em que chamam de Clareira, um lugar rodeado por muros imensos e inimagináveis, com quatro imensas portas. Todos os habitantes desse lugar são apenas garotos, que não sabem porque foram parar lá e que não se lembram nada de sua vida anterior além de seus nomes. Todos eles tem uma função e um trabalho, como ser Aguadeiro, Corredor, trabalhar no Sangradouro. Mas suas preocupações são ainda maiores. Eles tentam desvendar o mistério sobre o Labirinto (que fica além das muralhas), tentando achar uma saída.

De noite, as quatro portas da Clareira são fechadas e  monstros horrendos, chamados de Verdugos, saem de suas tocas. Não queira estar preso dentro do Labirinto de noite, pois se você for picado por um deles, e conseguir sobreviver, vai passar por uma horrível Transformação. Mas não para por aí. Tudo muda quando chega à Clareira uma garota com uma estranha mensagem. Nunca havia chegado pelo elevador uma garota. E agora?  Ok, paro por aqui com a história, não quero estragar as surpresas do livro. 
 
Primeiramente tenho que elogiar muito a narrativa de James Dashner. Com uma ótima fluência e um texto ágil, Dashner nos envolve na trama, cheia de ação e suspense. A tensão faz parte de cada linha do livro e sentimo-nos dentro da Clareira junto a Thomas. INCRÍVEL. Tanto que favoritei o livro. Além disso precisa de mais motivos pra ler o livro?

O final é surpreendente! Em nenhum momento eu esperava um final como esse. Leiam, eu recomendo! Um dos melhores livros juvenis que eu já li.

Comentários via Facebook

5 Comentários:

  1. 10...10...10...10...
    Com essas notas e a capa fantástica do livro, só não compra quem não quer. Assim que sobrar um $$$, tô comprando. Tem alguma chance de sair uma resenha do livro Destino: Inferno de Lee Child? Ouvi dizer que é muito maneiro!

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha.
    O livro é bastante misterioso pela sinopse e adorei a capa :D
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha! Estava curiosa para ler uma resenha sobre esse livro, com certeza será uma das minhas aquisições. rsrs http://keuleal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu li o livro e estou encantada apaixonada pelo livro .. fui ate o terceiro me decepcionei algumas vezes , mas amei leiam vão adorar

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por