Escritor da Vez #1

24 fevereiro 2011
Postado por Livy


Pessoal, é com muito prazer que venho trazer para vocês uma nova coluna no blog (afinal, nunca é demais encaixar mais uma). A coluna se chama Escritor da Vez, e será atualizada mensalmente. Nela veremos o perfil de algum autor. Para começar-mos, vamos conhecer um pouco mais sobre Becca Fitzpatrick, autora da série Hush Hush (vamos aproveitar o sucesso do lançamento de Crescendo). Vamos lá?

Em primeiro lugar, vamos ver uma mini biografia de Becca e conhecer um pouco mais sobre sua tragetória:

O primeiro livro de Becca Fitzpatrick, Sussurro, estreou como um bestseller pelo New York Times. Ela se formou na faculdade com um diploma na área de saúde, o que prontamente abandonou para se tornar escritora. Quando não está escrevendo, você pode encontraá-la rondando lojas de sapatos, ou cumprindo a sua missão de provar todos os sabores de sorvete ao sol. 

A autora pode ser encontrada em:
Facebook
Livejournal
Goodreads
Twitter: @ becfitzpatrick
____________________________________________________ 

 Becca diz:  Meu amor para contar histórias começou no jardim de infância. Eu não era  grande fã do jardim de infância. Eu ia mesmo para poder dizer que eu odiava. Minha irmã mais velha, Heather, era da terceira série na mesma escola primária em Centerville, Utah, e compartilhou os meus sentimentos pela escola. À noite, quando deveríamos estar dormindo, Heather e eu faziamos novos episódios de um conto qe estavámos criando chamado The Bus Adventures. As histórias eram normalmente mórbidos contos de nós trancando todas as crianças dentro de um ônibus escolar e conduzindo-o ao longo de um precipício. 

Becca, em 1980, 1 ano de idade.

O verão antes de entrar a segunda série, minha família mudou-se para North Platte, Nebraska, e eu aquecido para a escola. Eu também descobri Nancy Drew e Trixie Belden. Heather e eu continuei lanternas, sob a nossa cama e as nossas noites eram passadas a ler sobre as aventuras misteriosas e assustadoras de nossos detetives garota favorita. Eventualmente Heather cresceu e precisava de seu próprio quarto, e fui morar com minha irmã mais nova, cristã, que me apresentou a Roald Dahl. Eu adorava os livros mais do que nunca, e encontrei-me dividida entre o mundo imaginativo de Roald Dahl, o mundo de arrepiar de Nancy Drew e da aventura histórica da Pequena Casa na Pradaria.

Tudo chegou a um ponto crucial na terceira série quando eu assisti Romancing the Stone com Michael Douglas e Kathleen Turner. Não havia mais volta: eu sabia que queria ser escritora. Claro, eu pensei que todos os autores voavam para a Colômbia para resgatar a irmã do "Bad Guys", caçavam tesouros, e se apaixonavam por um cara sexy e perigoso com  botas de crocodilo, também conhecido como Michael Douglas. 

Eu tenho um monte de lembranças vívidas de meus anos de colegial, o que provavelmente explica por que eu escrevo YA. Corri pelo país, tocava clarinete na banda e era um membro da VICA e National Honor Society. Eu vou deixar vocês descubrirem se eu era uma nerd. No meu segundo ano, um amigo me chantageou para tentar entrar para o time de basquete, e eu ainda me lembro de o  treinador estar me dizendo (com os dentes cerrados), que devido ao número incrivelmente baixo de meninas treinando esse ano ... Eu sobrevivi ao corte. Todos conseguiram. Eu acho que ele realmente pensava que eu cobiçava uma vaga na equipe. A verdade é que eu odiava cada minuto das práticas de três horas. E  eu me ressinto, pois o treinador me dizia que eu parecia que eu estava dançando quando eu estava na quadra. Felizmente, eu estava muito melhor academicamente do que no esporte, e me formei como oradora da minha turma em 1997. 

Eu sempre me senti realizada em meu sonho de escrever, mas passei por uma fase na faculdade onde eu queria ser uma espiã. Namorei o site da CIA e preenchi pelo menos uma dúzia de aplicativos. Eu pensei que ser uma espiã era perigoso e sexy. Eu não queria ser a garota que tem um diploma, apenas para sussegar e fazer as coisas de casa ... como atender chamadas de telemarketing e escolher entre o espanhol ou o Ladybug Red para as paredes da cozinha. 
 
Em dezembro de 2000, me casei com meu marido, Justin. Em abril de 2001, me formei na Universidade Brigham Young com um diploma em Saúde Comunitária e fui trabalhar como secretária-professora-contadora em uma Provo, Utah. Eu adorava os alunos da escola, mas tendo que atender à chamadas aos sábados para operar a máquina de xerox foi uma questão diferente. Em fevereiro de 2003, meu marido me surpreendeu me matriculando em um curso de redação para o meu vigésimo quarto aniversário. Naquele dia, eu fui da garota que escreveu reportagens diárias na privacidade de seu diário, a menina que escrevia histórias e compartilhava-as com pessoas de fora do mundo em sua cabeça. Foi também nessa classe que eu comecei a escrever Hush, hush. 

Cinco anos, um bebê, e uma mudança para o Colorado depois, eu tinha um livro, e foi quase tão sexy e perigoso como ter me tornado espiã como eu sempre sonhei. 

Em junho de 2008 eu encontrei o meu agente, Catherine Drayton, e em setembro de 2008, ela vendeu o livro a Simon & Schuster.
___________________________________________________________________________________ 
Outro livro com Becca:

Kiss Me Deadly: 13 Contos de Amor Paranormal 
Cheia de sedução e romance gótico moderno, esta coletânea de contos que apresenta uma variedade de vozes talentosas  satisfazendo a todos os gostos, com estórias de lobisomens, fantasmas, zumbis anjo caído, e desejos obscuros. 

Os autores incluem: Becca Fitzpatrick, Caitlin Kittredge, Karen Mahoney, Justine Musk, Daniel Marques, Diana Peterfreund, Sarah Rees Brennan, Michelle Rowen, Carrie Ryan, Maggie Stiefvater, Rachel Vicente, Daniel Waters, Michelle Zink

___________________________________________________________________________________
A história por trás  de Hush Hush:

Becca diz: O dia era 03 de fevereiro de 2003, e o evento foi meu vigésimo quarto aniversário. Após um longo debate entre aulas de culinária japonesa e uma aula de redação de oito semanas, meu marido resolveu me dar a aula de redação para o meu presente de aniversário. Eu tenho que admitir, eu estava esperando pelas aulas de culinária japonesa porque: A) Eu dei um curso de Inglês na faculdade e meu professor ameaçou deixar-me, e B) eu não achava que tinha uma história para contar. Mas, ao mesmo tempo, senti um empate assustador e quase magnético sobre as aulas. Quando eu tinha oito anos, eu assisti Romancing the Stone, pela primeira vez e imediatamente anunciei a minha mãe que eu iria crescer e me tornar uma escritora.

No outono seguinte, eu comecei um novo livro sobre uma menina de dezesseis anos chamada Ellie Fairchild (que mais tarde se tornaria Nora Grey), a sua melhor amiga traidora, Vee Sky, e o parceiro de Ellie seria garoto sexy, Patch ( que tinha um grande segredo que ele tinha que esconder).

Pensando que eu ia escrever o livro e descobrir o grande segredo Patch mais tarde, eu terminei um rascunho em uma questão de semanas. Eu não estava muito feliz com 99 por cento do que escrevi, e Vee como uma melhor amiga traidora não estava funcionando para mim. Com a falta de idéias viáveis para corrigir a história, decidi encerrar este assunto. Poucos meses depois, eu retomei a história e tentei novamente. Eu mantive os três primeiros capítulos, mas desisti de tudo  além desse ponto.

Após um breve hiato, eu tive um enorme desejo de pegar o livro e tentar novamente. Mas desta vez algo estava diferente, muito diferente. Eu sabia o segredo de Patch. Ele ainda era o menino bad-boy... mas agora eu sabia que não tinha sido sempre o caso. Em um ponto há muito tempo, ele foi honesto, e algo tinha feito ele mudar seus caminhos. Como eu pensei sobre a sua progressão de bom para ruim, eu não poderia abalar a imagem da queda. Depois disso, tudo se encaixou. Eu sabia que Patch era um anjo caído. Essa constatação abriu infinitas possibilidades - eu poderia fazer, literalmente, qualquer coisa que eu quizesse. E eu fiz exatamente isso.
 
___________________________________________________________________________________ 
Capas de Sussurro pelo mundo:  




___________________________________________________________________________________
A garota da capa de Crescendo: 


 _____________________________________________________________________________
 Vídeos:

(tradução para esta matéria por Livy,  No Mundo dos Livros) 

Fonte (para você conhecer mais sobre a autora e seu trabalho):  

Confira também:
Site Oficial de Hush Hush: http://www.fallenarchangel.com/  
Site Oficial de Hush Hush no Brasil: http://www.seriesussurro.com.br/ 

Comentários via Facebook

2 Comentários:

  1. Nossa muito legal seu post!
    Dei muita risada com aquele video em portugues de |Portugal, é tão bonitinho...hjahahahahha
    Mas que modelinho mais sem graça que fez a Nora nao? Ela parece bem mais linda na capa de crescendo.
    E sobre as outras capas, não tem a menor graça a capa de Sussurro se nao for com o Pacth caindo!Fala serio!!!
    Super bju.
    =]

    ResponderExcluir
  2. Ah, adoro a autora e tudo que ela escreve, os livros são extremamente perfeitos. Beijos, esperando sua visita em meu blog.

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por