Eu Sou Deus de Giorgio Faletti

10 março 2011
Postado por Livy

EU SOU DEUS
Giorgio Faletti 


Tradução: Eliana Aguiar 
ISBN:978-85-8057-010-6 
Preço:
R$39,90
Lançamento:
2011-02-04
Páginas:
368
Gênero
: Ficção
Editora: Intrinseca
Pontuação: ♥ ♥ ♥ ♥ 

 A explosão de um prédio de vinte e dois andares, seguida pela descoberta de uma carta, levam a polícia a encarar uma difícil realidade: alguns prédios de Nova York tiveram explosivos instalados na época de suas construções. Mas quais? E quantos?

Uma jovem detetive que esconde os dramas pessoais sob a sólida imagem profissional e um repórter fotográfico com um passado que deseja esquecer são a única esperança de deter um psicopata que sequer assume a autoria de seus crimes. Um homem que não pode ser responsabilizado pelos próprios atos. Um homem que acredita ser Deus.




Eu estava super ansiosa para ler este livro. Adoro estórias que toquem no assunto: Serial Killer. Apesar de não ter lido muitos livros desde gênero, posso dizer que me fascinam. 

Eu Sou Deus é, sem dúvidas, um livro muito interessante. Gostei do enfoque que Giorgio deu ao livro, tornando um maníaco em um ser humano com cicatrizes profundas em seu passado. Logo nos primeiros capítulos, vemos a psicose sendo criada e como surgiu o trauma que leva Wendel a se tornar vingativo e um futuro serial killer, e o mais importante: obssessivo por fogo. A trama não trata apenas de um louco querendo explodir NY inteira da noite para o dia. Não! Se trata de traumas, ressentimentos e vidas cruzadas em um destino inevitável.

- Os nomes vão e vêm, xerife. Só as lembranças permanecem.

A narrativa é muito mais do que envolvente, é cativante. Giorgio narra com maestria e de uma forma que que vi em muitos poucos livros. Em diversos momentos, ele consegue incluir passagens de acontecimentos já ocorridos, de uma forma perfeita e totalmente explicativa.  

Temos como personagens principais Vivien e Russel, que levam a investigação em frente e com uma intuição e perspicácia incríveis. Depois de um corpo ser descoberto em uma demolição, no meio de um canteiro de obras, Vivien é designada para investigar o ocorrido. Russel aparece na estória com uma pista que pode levar ao assassino, e então a jornada contra o tempo e a salvação de milhares de pessoas tem início.

Vivien, uma detetive determinada e dedicada, vive um drama pessoal em que sua querida irmã está em estado terminal e sua sobrinha em um lar para ex-toxicodependentes, chamada pela comunidade de Joy. E Russel não fica pra trás: jornalista há muito descreditado, que vive à sombra de seu irmão morto e em constante desentendimento com seu pai. No transcorrer da trama, nos aprofundamos não apenas na investigação, mas na mente dos personagens. O mais interessante, é como Giorgio nos mostra que, por mais dificil que pareça, as pessoas podem mudar seu destino.  

Em determinado ponto do livro, eu estava literalmente roendo as unhas (adoro suspenses, mas me deixam nervosa), e não conseguia largar o livro. E apesar do livro não ter sido o que esperava em determinados pontos (por exemplo, eu achei que ia ter mais explosões e persseguições), por mais que pareça óbvio tudo o que vai acontecer, podem acreditar, não é! Eu posso dizer com todas as letras: " Giorgio, parabéns, você me surpreendeu!". Talvez eu esperasse mais do livro, ele me lembrou muito Cold Case (que é um seriado que adoro...muito!), mas quando o terminei  não pude deixar de ficar realmente satisfeita. 

Pra quem gosta de um bom suspense. Recomendadíssimo! 


NOTA: 

CAPA = 7
NARRATIVA = 10
ORIGINALIDADE = 8
HISTÓRIA = 9

NOTA GERAL=  8,5

Comentários via Facebook

2 Comentários:

  1. Já faz muitoo tempo que não leio livro nenhum nesse estilo. Depois de ler tantas resenhas recomendando esse livro, acho que vai ser um dos próximos. =)
    Ótima resenha, Livy!

    ResponderExcluir
  2. Ah vou ler este livro. Já li o Eu Mato do autor que é excelente,como esse segue a mesma linha espero não me desapontar!

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por