Resenha: Julieta de Anne Fortier

06 abril 2011
Postado por Livy


JULIETA
Anne Fortier

 
Tradução: Vera Ribeiro
ISBN: 9788599296912
448 páginas
R$
39,90
Editora: Sextante
Pontuação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ 

Em seu excelente romance de estreia, Anne Fortier navega por entre pistas falsas e reviravoltas, e o resultado é uma história de amor que poderíamos chamar de O código Da Vinci para mulheres inteligentes e modernas. – Publisher’s Weekly 

Julieta é um desses romances raros aos quais não falta nada: narrativas paralelas bem amarradas, intrigas, detalhes históricos, tudo num cenário de perigo iminente. Anne Fortier joga uma nova luz sobre uma das maiores histórias de amor do mundo. – Sara Gruen, autora de Água para elefantes 

Sinopse: Julie Jacobs e sua irmã gêmea, Janice, nasceram em Siena, na Itália, mas desde os 3 anos foram criadas nos Estados Unidos por sua tia-avó Rose, que as adotou depois de seus pais morrerem num acidente de carro.

Passados mais de 20 anos, a morte de Rose transforma completamente a vida de Julie. Enquanto sua irmã herda a casa da tia, para ela restam apenas uma carta e uma revelação surpreendente: seu verdadeiro nome é Giulietta Tolomei.

A carta diz que sua mãe havia descoberto um tesouro familiar, muito antigo e misterioso. Mesmo acreditando que sua busca será infrutífera, Julie parte para Siena.

Seus temores se confirmam ao ver que tudo o que sua mãe deixou foram papéis velhos – um caderno com diversos esboços de uma única escultura, uma antiga edição de Romeu e Julieta e o velho diário de um famoso pintor italiano, Maestro Ambrogio. Mas logo ela descobre que a caça ao tesouro está apenas começando.

O diário conta uma história trágica: há mais de 600 anos, dois jovens amantes, Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti, morreram vítimas do ódio irreconciliável entre os Tolomei e os Salimbeni. Desde então, uma terrível maldição persegue essas duas famílias.

E, levando-se em conta a linhagem e o nome de batismo de Julie, ela provavelmente é a próxima vítima. Tentando quebrar a maldição, ela começa a explorar a cidade e a se relacionar com os sienenses. À medida que se aproxima da verdade, sua vida corre cada vez mais perigo.

Instigante, repleto de romance, suspense e reviravoltas, Julieta – livro de estreia de Anne Fortier – nos leva a uma deliciosa viagem a duas Sienas: a de 1340 e a de hoje. É a história de uma lenda de mais de 600 anos que atravessou os séculos e foi imortalizada por Shakespeare. Mas é também a história de uma mulher moderna, que descobre suas origens, sua identidade e um sentimento devastador e completamente novo para ela: o amor.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Eu sempre adorei ler. Quando eu era pequena, mesmo quando não entendia as palavras escritas no papel, eu sentia o poder delas. Depois, com o tempo, eu aprendi que a leitura não era apenas algo necessário, mas algo mágico. E hoje, não apenas tenho essa opinião, como tenho uma convicção: há livros que são para a vida toda. Entre tantas leituras e releituras, há livros que são mais que uma boa estória, passando a ser inesquecíveis. Eu diria que esses livros são os chamados especiais. Sabe, aquela leitura maravilhosa que você não tem vontade de que chegue ao fim (não por ser ruim ou mediano, mas por que é tão bom que seu término causa tristeza), ou aquele livro que te toca de uma maneira totalmente diferente? Este é o caso de Julieta, um livro totalmente especial.

Anne Fortier reconta a famosa estória de Romeu e Julieta de uma forma encantadora e envolvente. Não comparo aqui, nesta resenha, a famosa obra do Bardo e a obra de Anne Fortier. Afinal, ambos são bem diferentes, e separados por mais de 600 anos de cultura, mas têm como pano de fundo o mesmo sentido: o amor impossível. Eu diria que Shakespeare imortalizou a trágica estória de um jovem casal apaixonado, e Anne reconstruiu este romance de forma primorosa e inovadora, a trazendo para os tempos atuais e nos apresentando algo terrível: todo o infortúnio entre as famílias Marescotti, Salembeni e Tolomei, são frutos de uma maldição. Também, segundo a autora, a estória do casal não se passaria em Verona, e sim em Siena, na Itália de 1340.

Falando da estória do livro, eu diria que poderia fazer uma resenha ENORME e mesmo assim não teria palavras para descrever o que senti, ou fazer um resumo sem soltar spoilers (sabem que odeio soltar detalhes... é, fiquem curiosos). Por isso, não irei me prender aos detalhes do livro (que são muitos e claro, não teria graça eu contá-los), e sim, irei dar minha opinião geral do livro, ok?

Julie Jacobs (Giulietta Tolomei) é uma jovem reservada que foi criada junto com sua irmã gêmea, Janice, por sua tia-avó, Rose, depois que seus pais morreram em um trágico acidente de carro. Julie e Janice nunca se deram muito bem, e o desprezo e mágoa de Julie é evidente no decorrer do livro, já que desde pequenas vivem em conflito. Depois que Rose morre, Julie fica estremamente triste ao sabe que ela não lhe deixou nada além de uma carta, que lhe é entregue por Umberto (mordomo e condifente da família). Enquanto isso sua irmã turrona herda a propriedade de sua tia-avó. Injusto não? Talvez nem tanto, afinal em sua carta, Rose dá a Julie algo mais do que dinheiro: a oportunidade de voltar à Itália (não que ela possa voltar, mas este é um detalhe que deixarei em suspense). Na carta, Rose conta que a mãe de Julie descobriu um antigo tesouro da família e pede a ela que viaje para lá, a fim de tentar achá-lo. Mesmo não acreditando na veracidade ou coerência de tudo isto, ela se decide por ir. E quando Julie chega a Siena sua vida vira de pernas para o ar. Pois ela não apenas descobre que não há tesouro algum além de antigos papéis e um diário velho, como também descobre que ela é nada mais, nada menos, do que Giulietta.

Este diário "velho", de Maestro Ambrogio, famoso pintor da época, é a peça central de toda a trama, e sua leitura, atrevés de Julie, é que nos garante a narrativa da estória de Romeo Marescotti e Giulietta Tolomei.
Estes trechos (que se mesclam com os acontecimentos atuais) são extremamente instigantes e arrebatadores. O que nos é revelado é algo semelhante à obra de Shakespeare, mas totalmente diferente, muito mais real e palpável. E como não poderia deixar de ser, muito triste. Mas o que me deixou encantada foi o amarrado entre o passado e presente, feito de forma tão perfeita. A ambientação é muito boa (tanto que dá vontade de visitar Siena, quem sabe?), e eu fiquei fascinada com os costumes e curiosidades que não conhecia ( os lugares e tradições, e até mesmo palavras e expressões italianas).

Os personagens são muito bem desenvolvidos e a trama é muito bem contada, com uma narrativa cuidadosa. Eu me identifiquei muito com Julie e dei boas risadas com Janice. Aliás, esta última, foi uma grande surpresa para mim, pois eu achava que passaria o livro todinho a odiando, mas no fim ela se torna uma persoangem extremamente importante para o desfecho da estória e nos garante boas cenas divertidas. Alessandro além de se mostrar um ótimo desafio (e que desafio), é um personagem cativante e misterioso.

Em diversos momentos se tem a impressão de que uma conspiração está por trás de todos os acontecimentos estranhos, mas eu diria que é apenas o destino (ou a Fortuna) pregando sua peça e unindo para sempre Romeo e Giulietta, tornando possível este amor imortal, e desacreditando uma maldição antiga. Além disso, é uma jornada pelo descobrimento da própria verdade, pelo amor a si e ao próximo. É uma jornada pela busca da felicidade. A base do livro não é o suspense, nem mesmo a ação, mas ele está recheado de boas cenas de tensão e aventura. O maior enfoque, claro, fica para o romance, mas acho que esta é uma obra que agradará a gregos e troianos.

Para finalizar digo: não pude deixar de me emocionar lendo-o, pois ele me tocou de tal maneira, que minha impressão ao terminar de lê-lo, é de que eu possuia em minha mãos, não apenas mais um livro, mas um bom e inesquecível livro. E como já disse anteriormente, não há palavras que possam descrever o que senti (e o que aprendi) com esta leitura, mas tenha certeza de uma coisa: Recomendo! 

Alguns terão perdão, outros castigo;
De tudo isso há muito o que falar.
Mais triste história nunca aconteceu
Que esta, de Julieta e seu Romeu.
- Shakespeare


Opinião de leitoras no site da Sextante:
 
Maravilhoso!!!Gostei muito mais dessa versão (Anne Fortier) da historia que amo de graça. Parabéns!!!Já está na lista dos meus preferidos.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Esse livro é simplesmente PERFEITO! Você fica totalmente preso na história, eu não conseguia largar o livro por nada. Melhor livro do ano!

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
MARAVILHOSO. Terminei de ler o livro ontem, até fiquei triste quando terminei de lê-lo. Uma história muito linda e envolvente. Não tem como parar de ler. Simplesmente viciante!!!


NOTA: 
CAPA = 10
NARRATIVA = 10
ORIGINALIDADE = 10
HISTÓRIA = 10

NOTA GERAL = 10

Comentários via Facebook

41 Comentários:

  1. Que resenha deliciosa Livy! Eu já tinha colocado Julieta na minha lista, mas agora fiquei com uma vontade incontrolável de lê-lo. Parabéns!

    Beijo

    Eliane (Leituras de Eliane)

    ResponderExcluir
  2. Depois dessa resenha fiquei curiosa sobre esse livro. Eu já assisti o filme mas nunca li Romeu e Julieta então seria interessante ler uma versão atual.

    ResponderExcluir
  3. uau, tudo 10?
    Nhaaaammm.. queroo ler!!

    ResponderExcluir
  4. Tudo 10 ? Esse livro deve merecer,gostei bastante da sua resenha já que eu ainda não li esse livro e você não soltou nenhum spoiler obrigada por isso eu não gosto de ler resenhas com spoiler .. resenhas para mim é tipo uma dica e eu adorei a sua .. com certeza depois disso vou ler o livro !

    ResponderExcluir
  5. Oi!

    Puxa vida, essa resenha me arrebatou! Ainda não li esse livro, nem estava muito interessada, mas gostei demais da resenha, o livro parece ser bem emocionante e completo, já que tem romance, e um pouco de aventura.
    Quero ler mesmo!

    Bjos!

    ResponderExcluir
  6. Sinceramente não esperava muito desse livro, mas depois de ler essa resenha e de todas essas notas 10, com certeza agora está na minha lista de desejos.
    Ah, e parabéns pelo blog, sempre visito!!!

    ResponderExcluir
  7. nossa, já tava com vontade de ler, mas depois dessa resenha eu to com muuuita vontade... rsrsrs
    parabéns, vc escreve muito bem, e seu blog é muito criativo e tal...
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Esse é o meu tipo de livro preferido, com bastante romance *-* Também achei muito criativo isso de se inspirar em Romeu e Julieta, ficou demais! =)
    Beijos, parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  9. Apesar de se tratar, digamos que, de um romance moderno, não acho que a estória em si tenha fugido do sentido real do romance do livro; claro que não comparo com a obra de Shakespeare, esta por sua vez, tem lá suas modificações.Porém, não deixou de ser um livro atrativo.

    ResponderExcluir
  10. que resenha perfeita Livy, você me deixou realmente com vontade de ler esse livro (:

    ResponderExcluir
  11. Gostei da resenha e achei bem interessante o enredo. Uma bela leitura com certeza! Bjs, Rose:D

    ResponderExcluir
  12. Esse livro deve ser 10 mesmo! rs

    Muito boa a resenha! Agora tenha uma idéia mais clara de como é o livro e sabe.. parece ótimo! mesmo *-*

    Eu quero ler esse livro, mano. Afinal que nunca ouviu falar de Romeu e Julieta?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Nossa, parece ser ótimo mesmo.
    Eu quero muito ler esse livro!

    ResponderExcluir
  14. Como todas as resenhas que você faz, esta está simplismente apaixonante! Eu que adoro romance com certeza vou colocar esse livro na minha lista!
    Parabéns...

    ResponderExcluir
  15. to mt a fim de ler esse livro e cada resenha que eu leio da mais vontade ainda \o/

    letracomasa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Essa resenha me deixou com muita vontade de ler esse livro *---*

    ResponderExcluir
  17. Uauu!!
    História liinda quero muito ler!!!

    ResponderExcluir
  18. Eu já tinha visto a capa do livro em vários blogs (e ela é linda), mas só essa semana é que parei para ver uma resenha e aí caiu a ficha de que com certeza vou querer ler!

    Bjs,

    ResponderExcluir
  19. Aiii tô louca pra ler essa versão da Anne, muitas recomendações e nem gosto do enredo kkkkk

    E depois dessa nota 10... menina deve ser tudo de bom!
    XD

    ResponderExcluir
  20. Fernanda Carvalho25 de abril de 2011 10:21

    Ja gostei!! ótima resenha, ainda não conhecia esse livro. Acabou de entrar na minha lista!

    ResponderExcluir
  21. Sara Gruen é fantástica. *---*
    Ela consegue tranmitir todo o amor sem ficar clichê ou piegas.

    Julieta é encantador.

    ResponderExcluir
  22. Já estava curiosa sobre o livro, mas depois de ler a resenha, fiquei com muito vontade de ler!!!

    ResponderExcluir
  23. Parece lindo!Quero muito,MUITO,ler!O clássico Romeu e Julieta é maravilhoso,pela sua resenha,essa história entre o passado e o presente,parece ser linda também!

    ResponderExcluir
  24. Nossa!! Parece muito bom, fiquei com muita vontade de ler. vou colocar na lista de livros pra ler.

    ResponderExcluir
  25. Que resenha maravilhosa! Adorei.
    Fiquei morrendo de vontade de ler este livro pois parece ser bem envolvente e emocionante.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  26. Essa capa é simplesmente magnífica

    ResponderExcluir
  27. Quando penso em Romeu e Julieta, me vem o Leonardo di Caprio de Romeu, aiai ele era lindo naquela época, e me acabei de chorar no filme hahaha

    Miquilis
    Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  28. Olhe, qualquer coisa meramente inspirado em Shakespeare me interessa, amo!

    ResponderExcluir
  29. Ganhei!
    Lendo feito uma louca.
    Incrivel!

    ResponderExcluir
  30. Amei muito lindo!! Se voce começa a ler não consegui parar ;)

    bjo*

    ResponderExcluir
  31. Livy, você me deixou em um GRANDE dilema!!
    estou com o livro (sim, não me aguentei e comprei) mas pretendia lê-lo só depois que concluir a faculdade (falta pouco rsrs), mas agora...minha nossa! não sei se você me aguentar!! tô morrendo de vontade de ler Julieta! (e aí como fica o material da faculdade?? :/)

    Gostei muito da sua resenha e do trecho de Shakespeare :)

    parabéns!

    ResponderExcluir
  32. Adorei conhecer seu blog!
    Seguindo!

    Gostei do estilo do livro!!!
    Beijinhos
    Rízia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  33. Li, e super recomendo!

    Acontece reviravoltas que nem esperamos e a história nos prende, não dá vontade de parar de ler!

    ResponderExcluir
  34. Já li Julieta, e recomendo, os livros de Anne Fortier são perfeitos, confesso que julguei mal o livro Julieta, mas quando decidi ler me apaixonei, já reli ele varias vezes, amei sua resenha e o seu blog.
    abibliotecadesonhos.wordpress.com

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por