Axolotle Atropelado de Helene Hegemann

23 junho 2011
Postado por Livy

Tradução de André Delmonte
208 páginas | R$ 39,90
ISBN 978-85-8057-058-8
“Vidas terríveis são a maior das felicidades”, desabafa Mifti em seu diário. Aos dezesseis anos, ela assumiu sua condição de “garota-problema” participante da cena underground de Berlim, onde mora desde a morte da mãe. A narrativa de suas experiências, radicalmente influenciadas pelo uso de drogas diversas, faz o leitor mergulhar em uma sequência de acontecimentos paradoxais e incomuns. Em sua busca por uma parceria e por uma compreensão incondicional, ela encontra um mascote exótico e surpreendente: o axolotle — uma espécie de salamandra mexicana que, por um defeito genético, permanece em estado larvário, sem se desenvolver. Com uma linguagem poderosa e inteligente, Helene Hegemann traz em Axolotle atropelado uma torrente de situações nas quais o sonho, o pesadelo e a realidade nua e crua se mesclam, e nem mesmo se diferenciam: apontam para um interessante jogo de intertextualidade e de referências que marca essa novíssima autora da literatura contemporânea.

A Editora Intrínseca está com um lançamento uper pôlemico. Axolotle Atropelado de Helene Hegemann.
Para quem não sabe Helene Hegemman estreou na literatura aos 17 anos e causou o maior burburinho na Alemanha com seu livro que retrata a juventude maluca de uma adolescente nos meios das drogas e discotecas em Berlim. Além disso, a forma como a autora escre, com detalhes sem nenhum pudor, e o fato de que utiliza em seu livro trechos de outros livros e textos já publicados em blogs, faz com que o livro se torne ainda mais pôlemico. Apesar disso, o livro já  vendeu mais de 100.000 exemplares em poucas semanas na Alemanha e entrou rapidamente na lista dos mais vendidos.

Outra curiosidade do livro é o nome...  
Axolotle, (nome asteca) é um bicho muito do esquisito muito encontrado no México. Ele é uma espécie de salamandra que não se desenvolveu, portanto vive na água. Ele é muito utilizado em laboratório devido ao seu alto poder de regeneração. A personagem principal tem um bichinho desses de estimação em casa e durante todo o texto cria-se essa analogia direta com o bicho, no sentido dela levar muitas porradas da vida e não morrer, se regenerar sempre.


Comentários via Facebook

4 Comentários:

  1. Livi, ainda não li nada Helene Hegemann, mas não me falta vontade, e sim oportunidade, mas acredito que agora eu vá poder ler. Já deve estar nas livrarias, né?
    Obrigada pela dica, bju

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia a autora e nem seus trabalhos.Parece ser interessante, já que mostra uma lição a ser aprendida. Quando tiver oportunidade eu lerei.

    Beijos,
    Mah | Livro e Coração

    ResponderExcluir
  3. Achei muito interessante, deve ser uma leitura bem diferente e com certeza o livro deve trazer uma lição de vida para seus leitores.
    Vou procurar ler.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  4. Já entrou para minha lista de leitura, só estou esperando alguém dar uma opinião para pegar o livro para resenhar: não quero pegar sem ter certeza que vai ser no meu estilo...

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por