Resenha: Antes Tarde Que Mais Tade, de Liana Cupini

29 agosto 2011
Postado por Livy



Antes Tarde Que Mais Tarde
Liana Cupini
Idioma: Português
Tipo de Capa: Capa Cartão
Acabamento:
Brochura Sem Orelha
Cor:
Preto e Branco
Páginas: 214 
Revisado
pelo Autor
Editora: Perse
Pontuação: ♥ ♥ ♥  
Depois de completar trinta anos, tudo acontece de uma vez na vida de Karla Kristina! Uma avalanche de novidades que antes pareciam impossíveis! Uma repaginada completa, novos amigos, novos amores, reconciliação, reviravolta no trabalho, viagens... Não há limites para ser feliz, sonhar e se divertir, nesta deliciosa comédia romântica assinada por minha grande amiga Liana Cupini. “Karla é um pouco de toda mulher moderna: em suas virtudes, aflições, defeitos, sonhos... Seu desejo de felicidade é universal, e reflete um pouco nos desejos de cada mulher." Allan Pitz

Quem acha que não é possível encontrar livros interessantes e divertidos nacionais, tem que mudar os seus conceitos. Afinal, isto é coisa do passado (se é que um dia o foi). E quem diria de um chick-lit nacional? Talvez você torça o nariz, e pense que não é possível, afinal, onde estaria o glamour de ler um chick-lit que se passe em Nova York, ou em algum lugar maravilhoso da Inglaterra, etc. Mas dai eu tenho que te dizer: É claro que é possível, e muito!

Liana Cupini escreveu um livro tão divertido, e tão gostoso, que eu não consegui largá-lo até que lesse todas as suas 214 páginas (em apenas algumas horas), e ainda assim queria mais (muito mais). É muito bom quando encontramos livros assim, que nos proporcionam leitura agradável, engraçada, romântica e ainda por cima nos conquista. E Antes Tarde Que Mais Tarde tem tudo isto, e um pouco mais!

Eu amei a Karla Kristina, ela é super divertida e um retrato de muitas mulheres (tá, admito, eu me identifiquei com ela). Mas o legal do livro é que ele tem muitos outros personagens legais, e todos são maravilhosos, sem tirar nem por. Então em suma, eu amei TODOS! E nem tem como citar todos aqui, mas o importante é que a personagem principal, nossa heroína, é imperfeita, mas é uma personagem fantástica.

E a narrativa, nem tenho o que falar. Claro, que o livro conta com uns erros de digitação, mas ao contrário de alguns erros realmente grotescos que vemos por aí, os desse livro não se comparam. Os erros são mínimos, e não tiram em nada o prazer da leitura. Voltando a falar da narrativa, eu amei o estilo da Liana de escrever uma história leve e engraçada, com ótimas tiradas e sabendo distribuir bem os acontecimentos e personagens, em apenas 214 páginas, isto é um feito para poucos. Ou seja, apesar do livro contar com poucas páginas, ele tem começo, meio e fim, e não faltam informações em nenhum momento.

Resumindo, o que posso dizer é que: eu amei a capa, eu amei a narrativa e amei os personagens (além da história que é super fofa). Pra quem curte um super chick-lit, vale a pena conferir esta novidade nacional, que está maravilhosa.

Obs.: eu fiquei mega feliz em ver as dedicatórias e agradecimentos da autora no livro, e meu nome e do blog constam na lista, e fico muito contente de fazer parte desta história.

Comentários via Facebook

8 Comentários:

  1. OI Livy!
    Eu estou com meu exemplar aqui em casa, esperando pra ser lido!
    Não vejo a hora de começar a ler, é o próximo da lista!
    Adoro chick-lits e amo encontrar um nacional de tão boa qualidade!
    Estou curiosa pra encarar as aventuras de Karla na linguagem super divertida da Liana!
    Quando eu ler, eu conto se também me identifiquei ;)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Com uma resenha super positiva como a sua nao tem como nao ficar querendo muito ler esse livro.
    Gostei muito do estilo do livro, gosto muito de historias que misturam um pouco de cada coisa, diversao, romance...
    E esse livro tem exatamente isso. E uma pena ter mesmo poucas paginas, ja que a historia deve entreter muito.
    bjim

    ResponderExcluir
  3. O livro deve ser uma graça.
    Me interessei por ele com sua resenha mega positiva.
    Ele parece realmente ser bem engraçado!

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Depois desta resenha, já esta na lista pq adoro rir de situações as quais me identifico, se fico com raiva das mais loucas pq não rir das mais simples

    ResponderExcluir
  5. Com certeza esta na minha lista agora.
    Realmente tenho que mudar meus conceitos ultimamente os livro nacionais estao cada vez melhores.

    ResponderExcluir
  6. Concordo contigo Livy ..os chick lits nacionais estao matando a pau. Li alguns e n deixaram nada a desejar .
    Esse tbm foi pra minha lista, pois faz parte do meu estilo literario do momento ...bem leve kkkk
    Vou ler com certeza ...alias ja vou em busca dele.

    ResponderExcluir
  7. Pra dizer a verdade eu nunca li chick lits mas parecem ser muito bons, a tempo eu também não leria livros nacionais mas agora tem muitos livros bons agora, eu fiquei bem curiosa pra ler esse livro.

    ResponderExcluir
  8. Essa minha fase de ler livros nacionais está me fazendo descobrir cada escritor divino que pela primeira vez na vida fez com que eu me arrependesse de nunca ter procurado ler mais livros nacionais. Liana Cupini está justamente na minha lista de escritores favoritos. Ela tem realmente o DOM da escrita, não é apenas mais um “escritor” que tem dinheiro suficiente para dar a uma editora e esta publicar “seu livro”. Eu me apaixonei pela forma divertida que ela escreve, devorei cada página com rapidez, porém com atenção para não perder nenhum fato importante.

    Blog: http://worldbehindmywall.fanzoom.net/
    Twitter: https://twitter.com/Blog_WBMW

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por