Resenha: Anjo Mecânico, de Cassandra Clare - Editora Galera Record

01 agosto 2012
Postado por Livy


Anjo Mecânico - As Peças Infernais
Cassandra Clare
Ano: 2012
Série:
As Peças Infernais
Páginas:
392
ISBN:
9788501092687
Editora: Galera Record
Pontuação: ♥ ♥ ♥ ♥
Anjo mecânico apresenta o mundo que deu origem à série Os Instrumentos Mortais, sucesso de Cassandra Claire. Tessa Gray tem um anjinho mecânico pendurado no pescoço, um presente de família do qual nunca se separa. O tique-taque do pingente faz com que ela se sinta segura junto à lembrança dos pais que já morreram. Mal sabe Tessa que esse barulhinho muito em breve vai se tornar o odioso som de um exército comandado pelas forças do Submundo. Com os Caçadores de Sombras e seu recém-descoberto poder sobrenatural, ela enfrentará uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das trevas na Londres vitoriana.

Cassandra Clare é conhecida pela saga Os Instrumentos Mortais, voltada para o público jovem, da qual tive a oportunidade de ler o primeiro livro. Na época, havia um grande burburinho sobre o mesmo, e eu estava muito empolgada para lê-lo. O resultado foi uma leitura alucinante e satisfatória. Mas não se compara com minha empolgação ao falar de Anjo Mecânico, primeiro volume da série As Peças Infernais.

Tessa Gray é uma jovem de apenas 16 anos, e mesmo parecendo ser uma mocinha indefesa, precisa cruzar o oceano de Nova York à Londres vitoriana para encontrar o irmão mais velho. Com a morte de tia Harriet, ela não tem outra escolha senão ir morar com Nathaniel, o único parente vivo. Porém, para sua grande surpresa, ao desembarcar, Tessa é imediatamente sequestrada pelas irmãos Black e Dark, duas senhoras nada simpáticas que também mantêm Nathaniel em cativeiro. A segunda novidade é que a srta. Gray não é nem um pouco indefesa. Dona do estranho poder de se transformar em qualquer um apenas ao tocar em algum pertence dessa pessoa, a menina é um objeto valioso para os membros do Clube Pandemônio, uma organização secreta mantida pelas Irmãs Sombrias. Como nada no submundo escapa do conhecimento dos Caçadores de Sombras, Tessa é logo resgatada por eles, encontrando abrigo no Instituto de Londres. Mas as portas do esconderijo, que só podem ser abertas pelos Caçadores de Sombras, protegem Tessa apenas parcialmente. Do lado de fora está se desenrolando uma verdadeira caçada em seu nome, e o Magistrado fará qualquer coisa para tê-la sob seu poder. Com a ajuda de bizarras máquinas humanoides, os autômatos, o novo líder das forças do mal em Londres se infiltrará na cidade, nos becos do submundo e em todo o caminho, até alcançar o coração dos Caçadores de Sombras. Junto ao temperamental e misterioso Will, e seu melhor amigo James, cuja frágil beleza esconde um terrível segredo, Tessa vai aprender a usar seu poder e conquistar um lugar ao lado deles na batalha. Tudo isso para tentar descobrir quem é o Magistrado e qual é a origem de sua habilidade sobrenatural. E sem que ele se esqueça, é claro, de tentar controlar a atração que sente pelos dois garotos. Afinal, muitas vezes o amor é mais poderoso do que qualquer magia  - Orelhas do livro.

Ao ver que a autora se aventurou a criar uma série envolvendo o mundo dos Caçadores de Sombras que conhecemos em Os Instrumentos Mortais, mas em uma Londres de 1878, criando um enredo de época, fiquei muito curiosa. A autora realmente foi audaciosa.

Não tinha tanta expectativa sobre este livro, para ser sincera, mas ao início de sua leitura já mudei meu conceito, e ao decorrer do mesmo só confirmei que estava errada. O livro é simplesmente fantástico! Minha empolgação é tamanha, que posso afirmar que Cassandra Clare se mostrou, além de audaciosa ao criar uma aventura para jovens com um enredo totalmente de época, extremamente talentosa. Sua narrativa é cativante e envolvente, e sua trama muito bem amarrada e construída.

Além  destes fatores, a autora consegue criar uma história muito boa, cheia de ação, aventura, diálogos inteligentes, cenas de tirar o fôlego, drama e até mesmo uma pitadinha de romance (nada de meloso, fique m tranquilhos). A autora também consegue surpreender! Quando você acha que sabe tudo e que está entendendo tudo, reviravoltas te fazem pensar: "Caramba!". Tia Cassandra consegue te fazer bambear, te fazer ansiar e querer mais, muito mais. Eu simplesmente fiquei vidrada do inicio ao fim do livro!

Sim, o livro tem cenas ótimas, a ambientação é perfeita, e o clima é sombrio. E sim, você pode ler ambas as séries separadamente, sem medo de se confundir ou se perder, pois em Anjo Mecânico toda a mitologia envolvendo os Caçadores de Sombras e suas origens, é muito bem explicado.

Os personagens tem uma consistência na trama que convence. A construção dos mesmos foi muito bem elaborada, e o modo como se desenvolvem e como conhecemos seus dramas e vivências enriquece ainda mais o livro. Com uma narrativa totalmente em terceira pessoa, Cassandra Clare nos apresenta histórias que envolvem, cativam e até mesmo irritam, mas que torna o enredo muito mais real. Cada um tem sua personalidade bem delineada, e não há um personagem sequer que não seja marcante.

Falando dos protagonistas da aventura, é possível dizer que eles movem a trama com seus gênios, habilidades e astúcia. Dou destaque para Tessa, Will e Jem. Tessa se mostra uma garota determinada, forte, corajosa e marcante. Com certeza uma das melhores heroínas que já tive oportunidade de ver em livros do gênero. Além disso, fiquei cativada com sua paixão pelos livros, e o modo como ela enfrenta tudo de cabeça erguida, sem se amedrontar a ponto de ficar prostrada sem reação. Will também me fascinou, com seu gênio forte, misterioso... e birrento. O interessante neste personagem é que ele não é nada do que aparenta ser e seu passado é uma incógnita, o que é mais um dos fatores de ansiedade no livro. Sua personalidade bruta e direta poderia ser antagonizadora, mas na verdade tem o efeito contrário. Considero Will um ótimo e forte oponente para Jace de Os Instrumentos Mortais (que eu já tinha adorado), e um ótimo candidato a top herói (lindo) do ano ;) Jem também não fica atrás. O garoto aparentemente frágil, tem uma força interior que surpreende, e uma história que cativa e ao mesmo tempo amedronta. Todo o mistério que envolve sua frágil saúde é um dos pontos fortes do livro. Adorei sua personalidade gentil e suave, que dá um ótimo contraste com Will. Os dois fazem uma ótima dupla, tanto como amigos, quanto em ação.

Outros personagens que merecem destaque são Charlotte e Henry, que direcionam o Instituto de Londres, e acolhem Tessa. Jessamine, garota (amarga) Caçadora de Sombras. Sophie e Thomas, empregados do Instituto. Entre tantos outros. Além destes, não posso deixar de mencionar o Magistrado, e dizer... Caramba! Gostei muito do vilão. Ele convence, e todo o terror que causa é incrível.  Este é o tipo de vilão que causa opressão e terror usando sua inteligência e astúcia. Uma ótima sacada são os autômatos, que causam uma destruição sem tamanho.

Um detalhe importante é o tal do anjo mecânico, o pingente que Tessa carrega em um colar. O objeto tem evidente importância na história, mas não é tanto explorado no enredo. Creio que nos próximos livros sua relevância será mais evidente.

Cassadra soube explorar muito bem toda a potencialidade da trama, e soube deixar pontas soltas com maestria, de forma que o livro termine com muitas incógnitas, mistérios e assuntos não resolvidos, e diversas coisas não reveladas; mas de forma satisfatória. Surpreendendo e causando ansiedade para a continuação da saga. Sei que deixei de comentar muitas coisas nesta resenha, mas afirmo que Anjo Mecânico superou minhas expectativas de todas as formas possíveis.

(Com relação à diagramação, nem tenho o que falar, está tudo perfeito. A única ressalva que faço, é sobre a revisão: houve alguns errinhos, mas nada de gravíssimo, que prejudicasse a leitura.)

Eu recomendo o livro, vale muito a pena ler.

Comentários via Facebook

23 Comentários:

  1. Já vi algumas resenhas sobre o Anjo Mecãnico e estou ficando bastante curiosa para saber da história. E gosto de livros onde a história acontecem em outra epoca no caso desde pelo que vi em Londres no ano 1878

    ResponderExcluir
  2. Tenho o desejo de ler ambas as séries, mas a oportunidade ainda não apareceu... ótima resenha!

    ResponderExcluir
  3. Este livro está com tudo, não vejo ninguém falando mal dele.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. De todos os livros que li sobre Nephilins apenas gostei da coleção hush hush hush (que se tornou uma das minhas favoritas)
    Love, Fofocas Literárias & Fofoca Feminina

    ResponderExcluir
  5. Ainda não terminei de ler a série Os Instrumentos Mortais, mas quando terminar pode apostar que vou ler esse livro! Simplesmente adoro os livros da Cassandra Clare!
    Beijinhos!

    Camila.
    loucuradelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho que concordar mais uma vez com você sobre a escrita da Cassandra, ela consegue conduzir a história de um modo incrível. Fora as 1001 reviravoltas que só ela consegue fazer me deixando completamente envolvida.
    É claro que não dá para evitar as comparações com os personagens de Instrumentos Mortais, mas pelo jeito apesar deles serem bem parecidos a estoria tem um rumo bem diferente ne...
    Pior que vi que o segundo livro dessa serie é so ano que vem ne...
    :/
    e bom que tem bastante tempo, pra terminar IM e ainda ler esse e só fik a espera do segundo volume dessa nova serie.
    Sinceramente, acho que a Cassandra tinha que doar um pouco dessa perfeição em seus livros para certas escritoras que tao precisando kkkkkkk
    bjim

    ResponderExcluir
  7. Resenha maravilhosa me deixou com vontade de ir na livraria e compra a coleção, de tão interessante que parece o livro e também graças a sua resenha

    ResponderExcluir
  8. Quero muito ler esse livro e os da série Instrumentos Mortais. Só esperando uma promoção boa para comprar todos juntos.
    Beijos, Carol.

    ResponderExcluir
  9. Preciso ler esse livro e os outros da Cassandra.

    Beijos,
    Mandi - Book and Cupcake.

    ResponderExcluir
  10. Adoro os livros desta autora, a capa deste então acho a mais linda dela até agora.
    So fico meio assim porque parece que esta muito parecido com Instrumentos Mortais, ja li muita resenha e todas sempre positivas mas mesmo assim fico sismada por parecer meio igual rs,
    mas mesmo assim claro que vou ler porque adoro IM, beijos.

    ResponderExcluir
  11. Nota 5??? Definitivamente entrando na minha lista no skoob. Btw, to amando esse blog!! Descobrindo vários livros que eu nunca tinha ouvido falar!

    ResponderExcluir
  12. Putz, esse pelo jeito eh muito bom :D

    ResponderExcluir
  13. Pelo anjo! Pelo jeito que você falou do livro deve ser muito bom, eu já li todos da série instrumentos mortais "que por sinal eu gamei" e vou comprar de natal o Anjo mecânico. Se os IM já são WOW esse deve ser muuuuito bom (:

    ResponderExcluir
  14. Amei todos os livros dessa autora, inclusive já li o livro 2 dessa saga ( príncipe mecânico) que é ótimo e que revela muitos segredos citados no livro 1. O que adorei foi que os sobrenomes são os mesmos nas 2 sagas , então quando acabar as peças mortais vou reler os instrumentos mortais para relacionar a importância dos antepassados. Parabéns pela critica, o livro realmente é excelente.

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Realmente sou mto fã da serie dos instrumentos mortais, ja li tds, e n estava mt a fim de ler API, mas a sua resenha me convenceu, anjo mecanico entrou na minna lista, e estou curiosa pra conhecer o will e o james, pq acho q eles sao tipo o jace e o Si, so q amigos, o q seria mtooo top

    ResponderExcluir
  17. Já li todos e a história é simplesmente M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Super recomendado!!!!

    ResponderExcluir
  18. Já li todos da série Peças Infernais e achei simplesmente M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A!!!!!!!!!
    Super recomendo!!!!!!!Agora estou lendo Instrumentos Mortais....

    ResponderExcluir
  19. Já li todos e a história é simplesmente M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Super recomendado!!!!

    ResponderExcluir
  20. Eu sou apaixonada por esse livro! fico feliz que tenha gostado também. Seu blog é lindo suas resenhas maravilhosas, parabéns!

    ResponderExcluir
  21. O livro anjo mecânico revela muito mais do que uma simples história de amor, mas sim uma história de amizade e família...é de tremendas reviravoltas e tão envolvente que não nos deixa parar de ler, devo dizer que demorei algumas semanas para começar a ler porém assim que comecei não consegui mais parar...Cassandra Clare tem a genialidade de fazer historias conectadas...porém parece viciada em nos deixar com o "gostinho de quero mais".

    ResponderExcluir
  22. Cassandra Clare é genial da forma como se conecta com o leitor e como interliga suas histórias,porém é extremamente dura com nossos pobres corações...é uma história de risos e gritos...onde reviravoltas são inevitáveis e ódio também, sem deixar de ser genial em sua essencial.

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por