Resenha: Legend - A Verdade Se Tornará Lenda, de Marie Lu - Editora Prumo

03 dezembro 2012
Postado por Livy

Legend - A Verdade Se Tornará Lenda 
Marie Lu
ISBN.: 9788579272097
Tradução: 
Ebréia de Castro Alves
Número de Paginas :
256
Preço: R$29,90
Editora: Prumo
Pontuação: ♥ ♥
Sinopse: “Legend” é o primeiro livro da série distópica há muito tempo aguardada pelos fãs. Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 D.C, na atual República da América. Conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando o irmão desta é assassinado e a ela cabe a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda.

Uau! Esta pequena palavra não poderia definir o quanto o livro é bom, mas define o que eu pensei ao decorrer da leitura e ao seu término! Com uma trama digna de um excelente roteiro de filme de ação de Hollywood, Legend se auto explica, e dispensa maiores explanações.

Marie Lu criou uma distopia cheia aventura e ação, e nos apresenta personagens muito cativantes. Podemos conferir toda a trama da perspectiva de June Day, pois os capítulos são alternados entre os dois personagens sob seu ponto de vista e seus sentimentos.
Além disso, posso dizer que Legend passa muito longe de ser um livro juvenil, então se você pensou isso, ou espera isso, se engana. Claro, os personagens centrais da trama são bem jovens, tendo apenas 15 anos de idade, mas a história narrada vai além da visão jovem. Na verdade, June e Day agem como adultos, maduros e com uma perspicácia enorme, mais do que muitos dos adultos da trama. E a ótica com que Marie Lu narra sua história vai além da aventura. O drama apresentado pela vivência de ambos os personagens e outros que os rodeiam, assim como toda a conspiração que se apresenta, e as cenas realmente detalhistas e fortes, fazem do livro muito impactante.
As cenas são de tirar o folêgo, sem meias medidas e tudo à mostra como deve ser. A trama é muito bem amarrada, narrada e construída. Nada está fora do lugar, nada fica sem um sentido... e na verdade, ao fim, tudo se torna muito mais grandioso do que se imagina.

Não há como não sermos cativados por June e Day, eles formam um par perfeito. Sua sagacidade, percepção dos detalhes e fatos, e inteligência... é incrivel para sua tenra idade. Me apaixonei por Day, ele é um dos melhores personagens masculinos (leia-se herói) que já tive a oportunidade de ver em livros do gênero, e até mesmo de outros gêneros.  Suas causas e ideiais, suas dores... tudo o torna realmente uma lenda.  June também não fica para trás, e pode ser classificada de maneira igual. 
- Nunca lhe perguntei sobre esse nome de guerra. Por que Day? - Porque cada dia significa novas 24 horas. Cada dia quer dizer que tudo é possível de novo. Você pode aproveitar cada instante, pode morrer num instante, e tudo se resume a um dia após o outro. - Ele olha para a porta aberta do vagão da ferrovia, onde faixas escuras de água cobrem o mundo. - E aí você tenta caminhar sob a luz.
Marie Lu conseguiu em menos de 300 páginas, criar uma história envolvente e bem completa. Recheada de aventura, ação e drama, não temos tempo para respirar, para retomar o folêgo, e este é um dos méritos do livro. Sua ótima narrativa garante uma leitura deliciosa e rápida, que nos faz ansiar por mais. O que muito livro com muito mais páginas e muitos autores, muitas vezes não conseguem fazer. A autora tem o dom da escrita, isto é uma certeza. O fato da autora ter trabalhado como diretora de artes na indústria de videogames, creio eu, foi um fator importantíssimo para que a construção das cenas na trama tomassem a forma que tomaram. Ela usa bastante elementos dos games no livro, o que também agradará muito ao público masculino, com certeza. Outra curiosidade é o fato da autora ter escrito o livro enquanto assistia à uma adaptação de Os Miseráveis na TV.

Sem sombra de dúvida, Legend promete ser uma das melhores séries distópicas atuais, e nem posso descrever o quanto estou empolgada. Primeiramente, adorei ter a oportunidade de ler um livro tão bom. Em segundo, vejo toda a potencialidade da série, e também, adoraria ver um filme baseado no livro, muito bem produzido e dirigido, nas telonas.

Este livro é fabuloso... Sem mais!

Comentários via Facebook

20 Comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Mais um distópico que eu pretendo ler.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Eu estou louca para ler esse livro *.* Tenho visto muitas resenhas boas sobre ele. Apesar de não gostar de distopias eu me arriscaria muito a ler esse livro. Pelo que todo mundo fala, deve ser maravilhoso.

    ResponderExcluir
  4. Vi esse livro na livraria e achei a capa bem bonita.

    Distopia não é a minha praia, mas a sua animação até que me contagiou, ;)

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Sua empolgação me contagiou! Que beleza!

    Parece ser um ótimo livro, por sua resenha.


    Abraços

    Gláucia
    eassimestaescrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia até achar aqui. Amei demais!!! incrível a explicação para o nome do Day, quero esse livro!! Pela capa achei q seria algo parecido com Jogos Vorazes, tem bastante ação e suspense. Gostei muito!!!

    ResponderExcluir
  7. Confesso que o livro não está entre as minhas prioridades nas proximas leituras mas eu tenho uma certa vontade de lê-lo sim.
    Adorei a sua resenha. Adoro personagens jovens nos livros, acho que mesmo aparentando serem infantis demais, toda a energia deles pode contagiar o leitor, ainda mais quando seus pensamentos são maduros.
    Até hoje não li uma distopia (sim) mas morro de vontade de ler outras, como Divergente, Delírio, Feios, Estilhaça-me etc.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. De cara ja tinha gostade desse livro pela capa (apesar de nao conseguir imaginar o mundo em 2.130 ), o mundo que a autora relata deve ser muito.. louco. Curiosidade a parte para conhecer Day, gostei da personalidade dele.

    ResponderExcluir
  9. ouvi falar maravilhas do livro quero ler em breve

    ResponderExcluir
  10. Adorei a capa mais não sei se leria não sou muito fã de distopias!
    xoxo

    ResponderExcluir
  11. Você me animou para ler esse livro. Por duas coisas, eu amo distopias e amo mais ainda histórias bem escrita e completa.
    Amei sua resenha.

    ResponderExcluir
  12. Eu estou viciada em distopias e já anotei Legend, as características deles (June e Day) que você descreveu me conquistaram, gosto muito de personagens assim.

    Bjinhos

    ResponderExcluir
  13. Que resenha interessante, no momento estou lendo Starters e Leviatã,vou colocar este na lista!Agora foi uma viagem no tempo né 2.130?Uau quer dizer que poderia virar filme?
    Nossa você ficou realmente empolgada pela resenha se percebe.

    ResponderExcluir
  14. A capa é mais ou menos.. eu gostei do tom dourado. A resenha me deixou com vontade de ler. Apesar de não saber se vou gostar deste tipo de livro.
    Quanto a Legend achei interessante uma garota parar no serviço militar, mas gostei. O garoto vai fazer o mundo dela desabar né? Descobrir verdades ainda que seja o melhor, acaba sempre abalando.

    ResponderExcluir
  15. Adorei o livro, praticamente devorei o livro, de tão rapido que li.Recomendo,beijos

    http://estantedelivros01.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por