Resenha: Reviravolta, de Michael Conelly - Editora Suma de Letras

13 janeiro 2013
Postado por Livy



Reviravolta
Michael Connelly
Tradução: Cassio de Arantes Leite
ISBN:
9788581051178
Lançamento:
01/11/2012
384 páginas
Preço:
R$ 39,90
Editora: Suma de Letras
Pontuação: ♥ ♥
Sinopse: Em Reviravolta, um crime brutal havia abalado a vida dos moradores de Hancock Park em 1986: Melissa Landy, 12 anos, foi estuprada e assassinada, seu corpo tendo sido abandonado em uma lixeira. Vinte e quatro anos depois, o caso volta a julgamento, sob o olhar atento da mídia e do público. Com o surgimento de novas evidências, o crime cometido há duas décadas pode ter um novo culpado com a reabertura do caso. O acusado original, Jason Jessup, tem agora em mãos uma prova de DNA que pode inocentá-lo, gerando uma reviravolta que acabou conquistando o apoio da opinião pública. Porém, Mickey Haller, conhecido pelas defesas vitoriosas, aceita agora uma nova missão: atuar pela primeira vez como promotor de justiça, provando a culpa de Jessup. Para ter sucesso em sua primeira incursão como promotor, Mickey Haller conta com a ajuda de nomes já conhecidos das tramas de Connelly: a agente do FBI Rachel Walling; a promotora Maggie McPherson, sua ex-mulher e mãe de sua filha; e, finalmente, Harry Bosch, seu meio-irmão. Haller precisa superar um advogado de defesa hábil na manipulação da mídia, um réu ardiloso e uma testemunha relutante em depor anos após o crime que abalou sua vida. 

Bom, sempre gosto de começar minhas resenhas pela capa. E a capa de Reviravolta ficou muito legal. Esse quadriculado em azul e laranja, como um tabuleiro de xadrez, com o vulto em segundo plano e os efeitos de blur e motion condizem perfeitamente com o que podemos esperar encontrar na trama de Connelly. Quem já leu algum livro desse autor, sabe perfeitamente aonde eu quero chegar. Eu gostei muito da capa, obra de Mateus Valadares.  Parabéns.

Ao ler Reviravolta (o nome já parece dizer tudo), prepare-se para sofrer com os altos e baixos que a trama tecida pela escrita competente de Connelly lhe reserva. Aliás, não é pra menos. O gênero do livro é romance policial investigativo. A narativa é solta e fluente. Connelly escreve de forma limpa e caprichosa. Seus personagens são carismáticos e ricos em emoções; até mesmo os vilões. A descrição de cenas, ações e acontecimentos, são narrados sem que o leitor fique parado no meio do caminho como um cachorro perdido em dia de mudança. Isso porque o raciocínio do autor é o de um repórter. O autor sabe passar a informação que você precisa para se ambientar e se situar na história, sem ficar entediado ou perdido entre os muitos personagens da narrativa.

Reviravolta, a meu ver, parece ser um mix de duas séries premiadas de Michael Connely: a do detetive linha dura Harry Bosch e a do advogado de defesa Mickey Haller. Os dois meio-irmãos atuam em conjunto nesta história para tentar colocar novamente na cadeia o condenado Jason Jessup, sentenciado há 25 anos de cadeia pelo assassinado de Melissa Landy, na época uma garotinha de apenas 12 anos de idade. Haller, sempre atuante na defesa, a pedido da Promotoria do Estado, desta vez vai atuar como Promotor ao lado de sua ex-esposa, Maggie McPherson. Com a ajuda de Bosch e de sua colega do FBI, Rachael Wailling, Haller pretende provar para o tribunal e o juri que Jessup não só merece continuar preso como, também, ele não merece ser inocentado do crime e receber uma indenização milionária, caso fique comprovado que ele foi preso injustamente. Isso porque o DNA coletado no corpo de Melissa Landy, na época usado para condenar Jessup por estupro e assassinato, 25 anos depois é analisado em laboratório e se constata que a evidência propatória não pertence a ele. O advogado de defesa, Clive Royce, acredita que é capaz de reverter a situação a favor de seu cliente. Haller pede ajuda a Bosch para reabrir a investigação de 25 anos atrás e encontrar novas testemunhas e outras evidências que possam provar que Jessup é o assassino da garota. Desta forma, inicia-se uma corrida contra o tempo, a qual Harry Bosch não pode perder de forma alguma. Há muito mais do que milhares de dólares em jogo. Outras vidas poderão ser perdidas caso Jessup seja inocentado, se ele de fato for o assassino de Melissa. E para complicar a busca do detetive, a únia testemunha que viu a garota ser sequestrada, não quer testemunhar.

Confesso que Reviravolta, o primeiro livro de Michael Connelly que li, me surpreendeu da primeira à última página. É um livro gostoso e apaixonante de se ler. Connelly nos mantém enredados como se estivéssemos sentados na sala do julgamento assistindo ao vivo todo o desenrolar dos fatos. De um lado, Haller e Royce disputando em um duelo ferrenho o destino de Jason Jessup; do outro lado, a caçada desesperadora de Harry Bosch por encontrar novas provas que comprovem a tese da Promotoria, há 25 anos atrás.

O final do livro… calma, não vou contar nada, obviamente (não tenham medo do spoiler) é dramático e eletrizante. Uma corrida de um fôlego só por um pista cheia de curvas e morros acentuados. Sensacional, é o mínimo que posso dizer. Adorei.  Em suma, Reviravolta é o tipo de livro que nos faz ficar presos à leitura até a última página, de um só fôlego.  Ele tem tudo para ser um grande sucesso aqui no Brasil, também. Harry e Mickey atuando juntos; um crime envolto de mistério e reviravoltas inesperadas; um julgamento tenso e dramático; uma caçada à testemunhas e provas de um crime cometido há 25 anos; uma ambientação perfeita; investigação policial de primeira; além, obviamente, de uma série de outros bons motivos para você ler e gostar do livro.

Eu amei. Tanto, que já estou de olho nos outros títulos do autor lançados pela Suma de Letras. E uma curiosidade se você ainda tem dúvidas de que o livro é bom: No Amazom.com, Reviravolta recebeu 3,7/5 estrelas de um total de 356 votos, dos quais 30% dos votantes consideram-no ótimo; 34% acham o livro muito bom; 18% dizem que o livro é bom; e apenas 9% consideraram-no regular. Ou seja, cerca de 82% dos leitores votaram que Reviravolva é um livro bem acima da média.


Comentários via Facebook

11 Comentários:

  1. Investigações são sempre ótimas! Colocando na minha wishlist.

    ResponderExcluir
  2. nunca ouvi falar neste livro, mas achei muito interessante!!!
    e as porcentagens mostra ser um livro bem aceito né! deve ser muito bom *-*

    ResponderExcluir
  3. Estou muito curiosa a respeito desse livro,parece ser legal e eu quero lê-lo.

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha visto esse livro, mas gostei da capa - diferente.
    Eu li alguns desse estilo do Harlan Coben, que é muito bom. Não me aventurei ainda com outros autores, mas quem sabe se eu encontrar esse por aí...

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse livro, a trama parece bem legal, ;)

    ResponderExcluir
  6. Dá para sentir o quanto você gostou e se empolgou com o livro, ao ler sua resenha.
    Nao conhecia o autor ainda, apesar de ele ter outros livros conhecidos ja publicados no brasil.
    Tinha ouvido uns comentarios sobre o livros e todos eram mt bons, mas nao me interessei mt nele.
    Mas vc deu 5 estrelas pra ele, entao deve ser msm mt bom. me deixou com vontade de le-lo.
    bjim

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro e gostei muito da sua resenha, parece ser um ótimo suspense!!!

    ResponderExcluir
  8. O livro parece ser ótimo! Gosto de livros policiais, é um dos meus gêneros prediletos! Vou comprar!

    cafe-elivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Nunca li nenhum livro do autor, mas falam que são ótimos. Gosto de histórias de suspense e tals e essa parece ser muito interessante...e concordo com você: a capa ficou muito legal mesmo!!!!!

    bjus

    ResponderExcluir
  10. livros misteriosos sempre me chamam atenção adoro investigações

    ResponderExcluir
  11. Parece ser uma trama de investigação bem agradavel e viciante. Acho que o livro merece uma chance :D

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por