[Resenha] Teardrop - Lágrima, de Lauren Kate

31 dezembro 2013
Postado por Livy


Teardrop
Lauren Kate
ISBN: 9788501403971
Tradução: Ryta Vinagre
Ano: 2013
Páginas: 336
Editora: Galera Record
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
Depois de perder a mãe em um acidente no mar, Eureka acha que nunca mais voltará a sorrir. E a promessa que fez à mãe – a de nunca mais chorar – se torna quase impossível… até conhecer Ander. Louro, alto e de pele muito branca, o rapaz parece estar em todos os lugares e saber coisas que não deveria sobre Eureka. Inclusive um estranho segredo relacionado às suas lágrimas e aos três artefatos que herdou da mãe: uma carta, uma pedra e um misterioso livro que conta a história de uma menina com o coração partido. Ela chorou tanto que deixou debaixo d´água um continente inteiro. Logo Eureka vai descobrir que a antiga lenda é mais que uma história, que Ander pode estar dizendo a verdade e que sua vida pode ter um curso mais sombrio do que ela imaginou.

Minha experiência com Lauren Kate começou há um bom tempo atrás, com a leitura de Fallen. Depois deste primeiro livro da série, não li mais nada da autora, assim como não li as continuações. Quando vi que a Galera Recordb iria lançar logo Teardrop por aqui, fiquei bem empolgada pois a premissa seria a de um livro diferente dos já batidos anjos, lobisomens e vampiros.

Mas depois a minha empolgação cedeu lugar à dúvida, e sinceramente, minhas expectativas sobre o livro eram mínimas. Não estava esperando realmente gostar do livro. Mas qual não é minha surpresa ao começar a ler o livro, despretensiosamente, e acabar me vendo envolvida e gostando!? É, tenho que dar o braço a torcer e morder a língua pois, mesmo que o livro não seja um dos melhores que li ultimamente, com certeza me agradou e me proporcionou uma boa leitura.

Eureka (que nome horrível minha gente) é uma garota de 17 anos que perdeu tudo em um terrível acidente: perdeu sua mãe e sua vontade de viver. Uma terrível onda gigantesca varreu o carro onde elas se encontravam atravessando uma ponte, e a mãe foi arrastada e sepultada pelo mar. Sem saber como sobreviveu, agora vivendo com o pai, os pequenos meio-irmãos de quatro anos e sua intolerante madrasta Rhoda, Eurekab não consegue nem ao menos chamar o lugar onde mora de lar ou casa. Passando por diversos psiquiatras e incompreendida por todos, as únicas pessoas que parecem lhe dar apoio e lhe ouvir são Cat e Brooks, seus melhores amigos.

Mas a verdade que a garota não diz para ninguém é: ela não se importa mais. Ela não quer mais viver, não vê sentido em levar esta vida depois da morte da mãe e de toda a sua alegria. Mas, ela nem sequer pode chorar. Há muito tempo prometeu à mãe que não choraria, não derrubando nem uma lágrima. Hoje, a garota não consegue nem ao menos "explodir". O que ela não imagina é que, muito além de sua dor e tristeza ou inabilidade para lidar com suas emoções, há um terrível mistério que a ronda e sua vida corre perigo.

Bom, como eu disse, não esperava acabar gostando do livro, mas gostei! A narrativa de Lauren parece estar muito mais madura, e o desenvolvimento de sua história mais elaborada. Gostei do modo detalhista e descritivo com o qual escreve, onde até mesmo a eletricidade no ar, antes de uma chuva,é palpável. Isso enriqueceu muito a história. Me senti verdadeiramente dentro do livro, vivenciando cada cena e sentindo cada cenário. Os pormenores na narrativa não são enfadonhos, pelo contrário, criam uma atmosfera muito mais real e mais vívida. Eu gostei muito deste ponto. Apesar de muitas narrativas terem o poder de me transportar para dentro de seus livros e suas emoções, me surpreendi com a capacidade da autora de me fazer sentir muito além das emoções, mas também sentir o cenário, o tempo, as cores e o gosto do mar.

Também gostei da personagem principal, Eureka. Apesar de seu nome horrível (espero que tenha uma razão para a autora ter escolhido este nome), ela se apresenta muito interessante. Ela está sofrendo, está se sentindo incompreendida e perdida, mas nem por isso se torna uma personagem chata ou massante. Pelo contrário, achei-a muito mais cativante justamente por isso, por este lado sofrido e sério. Ela não é tão cheia de mimimi quanto parece, e sua maior vontade é estar mais próxima da mãe: seja por lembranças, seja por sentimentos, seja pela sua perda de traquejo social. E se intensifica quando ela recebe alguns objetos estranhos, da herança que sua mãe deixou para ela: um aerólito, um livro e um colar, juntamente com uma carta bem enigmática. Tudo bem que sua mãe era arqueóloga e a vivia levando em aventuras, mas o que significariam aqueles estranhos objetos? O que eles teriam haver entre si? E o pior: o livro estava escrito em uma língua desconhecida, com estranhos desenhos e figuras, totalmente incompreensível.

Se não bastasse isso, um desconhecido garoto parece sempre estar a espreita, depois de um acidente envolvendo seus carros. Ander, o misterioso rapaz loiro, parece já a conhecer e vive aparecendo nos lugares mais inusitados. Ele não sai da cabeça de Eureka, e o segredo que ele trás consigo pode mudar sua vida para sempre. E Brooks, seu amigo mais antigo e fiel está mudado! Está se transformando em alguém cruel, que fere com palavras e atitudes a amizade de Eureka.

Este é um lado bem bacana do livro. Todo o mistério que envolve sua mãe e sua própria origem, assim como a importância que os objetos têm e que se revelam aos poucos, no decorrer da trama. Aos poucos vamos descobrindo o que realmente está acontecendo, quem é quem na história e o porque de cada coisa acontecer. Com o ponto culminante apenas no fim do livro, onde muitas revelações são feitas. E a autora abordou um tema que eu adoro, que é a lenda e o mistério que envolve Atlântida (só não gostei da visão da autora sobre o assunto, mas...). Gostei muito da mitologia que ela escolheu para criar sua história, e como ela desenvolveu os personagens e a trama. Outro detalhe que me agradou é o lado sombrio do livro. Ele é de certa forma pesado e carregado, e é perfeito.

Mas não posso deixar de mencionar que o livro é um tanto lento em seu desenvolvimento. A autora vai jogando os detalhes aos poucos, de forma lenta, mastigada, sem pressa. Isto me frustou um pouco, pois esperava um pouquinho mais de aventura. Mas quando o livro chegou ao fim, fica bem claro que o "vamos ver" vai acontecer nas continuações.

E como não poderia deixar de faltar tem o bendito do triângulo (um tanto sútil) amoroso, que eu odeio, odeio, odeio. HÁ! Ander e Brooks têm personalidades totalmente diferentes. Ander é calmo, preocupado e doce. Brooks é caloroso e vivo. Sou totalmente do contra, e apesar de Ander aparentemente seu o herói salvador, bonzinho e fofinho, eu cai de amores por Brooks. #teamBrooks

Enfim, a série promete ser bem bacana, com muita aventura, batalhas, romance e uma boa mitologia envolvida. Muitos mistérios para serem resolvidos e um grande desfecho. Espero que tome proporções gigantescas. Vamos ver o que nos aguarda na continuação.

PS.: Adorei a capa do livro.

Comentários via Facebook

15 Comentários:

  1. Eu li o livro logo no lançamento e adorei. A história e totalmente diferente da primeira série - fallen. E concordo com tudo o que disse. Também sou #teamBrooks. Eu sou muito fã de fallen, mas amo muito mais a Eureka - esse e um nome estranho - do que a Luce. A Lauren disse que a continuação do teardrop - lagrima e o livro mais escuro e sombrio que ela escreveu, então acho que vai ser o melhor livro dela. Estou aguardando com muita ansiedade a continuação. E acho que sera uma trilogia.

    ResponderExcluir
  2. Li a serie Fallen e para mim foi bastante decepcionante. Nao consegui me envolver no romance dos personagens e tal... Achei a narrativa muito chata e ainda não tive coragem de reler para ter uma segunda impressão. Realmente a autora capricha mais na descriçao dos lugares, de uma tal forma que é como se estivessemos vendo um filme. Não costumo fazer isso, mas acho que por causa da minha má experiência com a autora, nao leria Teardrop, a não set que ele me caia nas mãos.

    ResponderExcluir
  3. Quando eu li a série Fallen, da autora, me decepcionei bastante com os livros. todos estavam falando bem da série e quando eu li, acabei não gostando da escrita da autora e achando bem enrolada. e agora, mesmo vendo várias resenhas positivas de Teardrop, não estou curiosa...
    talvez, se o título tivesse sido traduzido para ficar na capa eu teria me interessado mais. mas não... =/

    ResponderExcluir
  4. li a série Fallen da autora e não gostei. Achei ela muito lenta e enrolada. Ai acabei pegando uma certa birra com a autora, porque qualquer coisa que traga o nome dela já não me interessa tanto.
    quanto à Teardrop, apesar de ter lido várias resenhas positivas já, não me interesso. primeiro por conta da autora mesmo, e segundo é que, sinto que a história não irá me cativar.
    outra coisa que fiquei bem decepcionada também, é o fato de não terem traduzido o título do livro. não gosto de ler livros em portugues, com títulos em outras línguas =/

    ResponderExcluir
  5. Por que nao traduziram o nome do livro ? '-'
    Enfim... detalhes. .. eu curti muito a capa e tenho vontade de ler os livros da autora, ainda nao li a serie fallen, mas é um dos que mais espero poder ler, esse livro me interessou mais do que a serie toda --' kkk
    a historia parece ser muito boa, eu ja estava imaginando como seria só pelo que esta na resenha, e sei la, adorei kk espero que seja bom, vou coloca-lo na minha lista de livros que quero ler :D

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda não li esse livro, mas gosto da escrita da Lauren Kate, li a série Fallen e gostei muito, esse livro tem uma história legal...

    ResponderExcluir
  7. Eu amei a série Fallen, bem... Os dois primeiros livros são os melhores - "Fallen" e "Tormenta" -, porém o terceiro livro é grande e chato. No entanto eu amei a série, tendo como ponto de vista o último livro - "apaixonados" - ótimo! Teardrop me parece interessante, Lauren é uma ótima escritora, porém Elizabeth Chandler - Beijada Por Um Anjo- e Bacca Fitzpatrick - Hush, Hush - são mil vezes melhores que ela. Voltando a Teardrop, me interessei bastante... Parece legal. Irei arriscar. ;)

    ResponderExcluir
  8. Eu amei a série Fallen, apesar de o terceiro livro - "Paixão" - ser um pouco chato. "Teardrop" parece-me interessante, acho que vou arriscar.
    *Nota 1: Elizabeth Chandler - Beijada Por Um Anjo - e Becca Fitzpatrick (não seu como se escreve) - Hush, Hush - são melhores e um pouco mais elogiadas que Lauren, além da minha diva Suzanne Collins, a melhor escritora do mundo! ;)

    ResponderExcluir
  9. Eu li um capítulo do primeiro livro da série Fallen e detestei. Mas não li o suficiente para ter aversão a autora, vou dar uma chance para Teardrop. Vou pedir uma amostra no meu kindle do primeiro capítulo, se não me prender, já era de vez para essa autora...

    ResponderExcluir
  10. Acabei de ler! Gostei bastante, apesar da narrativa lenta. Estou ansiando pra ler a continuação - Waterfall.

    ResponderExcluir
  11. Acabei de ler! Gostei bastante, apesar da narrativa lenta. Ansiando pra ler a continuação - Waterfall.

    ResponderExcluir
  12. Até que gostei dessa nova trilogia mas acho que as vezes a autora prolongada muito nas descrições que na minha opinião é desnecessárias, mas eu estou esperando o segundo livro que parece ser melhor que o primeiro.

    ResponderExcluir
  13. Gostei do livro com algumas ressalvas, mas agora estou ansiosa para ver o segundo livro dizem que é melhor que o primeiro.

    ResponderExcluir
  14. Fallen é uma saga épica. As personagens, as descrições dos lugares. O problema de vocês deve ser o fato de pertencerem a uma geração de "leituras rápidas". Estou revoltado porque os filmes não sairam ainda. Acho que nem sairão. Vou dar uma olhada nesse outro livro. Espero que tenha um personagem tão incrível quanto o Cam de Fallen.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com você! As pessoas, na maioria das vezes, reclamam que o livro não tem muitas descrições, mas quando tem um livro com uma história fantástica e apaixonante e ficam reclamando. O filme já vai sair, dia 08/12, por mais que não tenha gostado do trailer, por conta de personagens que só aparecem no terceiro livro, já aparecendo no primeiro filme. Claro que respeitando a opinião de todos. ;)

      Excluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por