[Resenha] Wayne de Gotham, de Tracy Hickman

16 dezembro 2013
Postado por Livy


Wayne de Gotham
Tracy Hickman
ISBN: 9788577344161
Tradutor: Edmundo Barreiros
Ano: 2013
Páginas: 270
Editora: Fantasy
Pontuação:  ♥ ♥ ♥   
Por trás de toda máscara existe um homem de verdade. Ainda criança, Bruce Wayne testemunha o assassinato dos pais – e o mistério sobre o motivo o impulsiona a fazer uma busca pelo seu passado. É quando descobre um diário secreto de seu pai Thomas, um médico rebelde que parece finalmente revelar o seu lado obscuro. Sua identidade é seriamente abalada quando um convidado levanta, inesperadamente, questões sobre o evento que acabou com a vida de sua amada mãe e seu admirável pai – caso que provocou para sempre sua vontade insaciável de proteção e vingança. Para descobrir a história real da família, Batman precisa confrontar o antigo inimigo, como o perverso Coringa, seu próprio mordomo Alfred, além do passado que assombra o Asilo Arkham, para assumir o novo fardo de um legado sombrio. Muito mais próximo dos filmes de Burton e Christopher Nolan e das HQs de Frank Miller do que dos seriados de TV dos anos 1960. Um olhar imaginativo sobre o lado humano do icônico super-herói criado por Bob Kane.

Batman surgiu na década de 30, e desde então vem acumulando aparições nos quadrinhosdesenhos animados e filmes, ao lado de outros super-heróis e em histórias solo. Ao longo das décadas sua aparência mudou bastante, ganhando novos formatos e a inclusão de equipamentos cada vez mais sofisticados. Seus inimigos também mudaram quase na mesma proporção. Dos quadrinhos e desenhos animados para o cinema em longas e os videogames. Poucos heróis alcançaram tamanha celebridade, idolatrado por uma legião de fãs em todo o mundo. É certamente um dos mais queridos super-heróis de todos os tempos.
O enigmático e sombrio Cavaleiro das Trevas agora ganha as páginas de um romance. Nada mais justo para quem faz das sombras o seu elemento primordial  no combate ao crime.

Por trás de toda máscara existe um homem de verdade...

De fato, e que homem. Bruce Wayne é fascinante. Para mim, ele é um dos personagens de HQ (quadrinhos) mais interessantes que existe. Gosto de outros heróis dos HQ's, mas o Batman é meu favorito. Porque ele não possui superpoderes, como a maioria dos outros heróis. Bruce Wayne, o Batman, é uma pessoa comum, dotado de uma inteligência privilegiada, com um bom preparo físico e adepto de uma parafernália high-tech custeada pela Wayne Enterprises. Charmoso, bonito e enigmático. Solitário, também. Faz jus ao codinome: Cavaleiro das Trevas. Mas também, ao homem mais rico do mundo (Tony Starky que se cuide!)

Em Wayne de Gotham, de Tracy Hickman, nos deparamos com um Batman que começa a sentir o peso da idade se aproximando, apesar de todo o seu preparo físico e de sua disposição para caçar e eliminar criminosos. Wayne está mais recluso do que nunca e tudo sobre ele gira em torno de especulação por parte da imprensa e da sociedade. Penso que a figura sombria do Batman, com o passar dos anos, está moldando a personalidade de Wayne, tornando-o igualmente enigmático e antissocial.

No livro, ainda, temos a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre as origens dos pais de Bruce. Mas não pense que o livro é só sobre os genitores dele. A narrativa é dividida entre o tempo presente, onde nos deparamos com Batman/Wayne investigando acontecimentos insólitos e pistas enigmáticas que apontam para um passado sombrio dos seus pais; e,  no tempo passado, em 1953, descobrimos como os pais dele se conheceram e o que eles fizeram para influenciar os acontecimentos no futuro. E o legal disso tudo é que temos a oportunidade de descobrir como os pais de Bruce eram de verdade. Bem diferentes daquele casal certinho, comportadinho, saindo da ópera em companhia do filho e sendo atacado por um marginal.

Hickman vale-se de uma narrativa bastante sugestiva, criando personagens misteriosos, sombrios, marginalizados e, também, assustadores. Além dos Wayne, também ficamos sabendo um pouco mais sobre as origens do fiel mordomo Alfred, seu misterioso pai e sua inquestionável, pra não dizer eterna,  fidelidade aos Wayne.

A medida em que Batman/Bruce desvenda as pistas que um criminoso ardiloso e perverso vai deixando pelo caminho, o mistério envolvendo o nome dos Wayne vai se solidificando e fundindo-se gradativamente com a realidade atual, culminando num desfecho surpreendente. O Asilo Arkham, depois dessas revelações, jamais será o mesmo.

Wayne de Gotham possui todos os elementos que tornaram Batman um dos heróis mais cultuados em todo o mundo. Boa narrativa, bons momentos de ação, alguns personagens das séries em quadrinhos, uma trama bem bolada, personagens interessantes, boa adaptação de época e da Gotham, mistérios e mais mistérios, boa introdução e um final surpreendente. Com tudo isso, o livro merece destaque em nossa leitura.

Além disso, gostei muito da capa do livro (minimalista), da boa diagramação e do layout sensacional. Parabéns ao Ricardo Bacellar pela originalidade da capa. Adorei! 

Comentários via Facebook

3 Comentários:

  1. O Batman é meu super herói preferido justamente pelas nuances de sua personalidade conturbada e cheia de problemas, pelo fato de ser ultra inteligente. Acho que esse é o seu super poder. Amo esse lado que o faz agir pela mente e inteligência... e ah, o fato de ele não usar armas de fogo também
    Deve mesmo ser muito interessante saber um pouco mais sobre os pais dele e sobre a devoção de Alfred, que para mim também é ponto alto na confecção da história desse herói

    ResponderExcluir
  2. esse livro parece ser incrível, lindo... sem mais o que comentar!
    não sou muito fã de HQs, mas gosto bastante... e este livro parece ser bem diferente...
    quero muito ler *-*

    ResponderExcluir
  3. O Batman sempre foi meu super herói preferido, pelo simples fato de não ter nenhum poder além de sua mente. Fiquei muito curiosa para saber mais sobre os pais dele.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por