[Resenha] Em Casa Para o Natal, de Cally Taylor

20 janeiro 2014
Postado por Livy


Em Casa Para o Natal
Cally Taylor
ISBN: 9788528617436
Tradutor: Bruna Hartstein
Ano: 2013
Páginas: 350
Editora: Bertrand Brasil
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
Ela tem a vida quase perfeita. Seu único desgosto é nunca ter ouvido as três palavras mágicas: eu amo você. Assim como em seu primeiro livro, O céu vai ter que esperar!, Cally Taylor, no divertido Em casa para o Natal, une com maestria romance e comédia, mas, desta vez, com uma diferença: na época mais especial do ano, o Natal. Quando lançado na Grã-Bretanha, fez enorme sucesso, figurando nas principais listas de mais vendidos. Beth Prince sempre adorou contos de fadas e acredita que está prestes a viver um final feliz: tem o emprego dos sonhos em um charmoso cinema independente e um namorado maravilhoso chamado Aiden. Ela faz parte de um grupo privilegiado de pessoas que trabalha com o que ama, e o entusiasmo pelos filmes intensifica a busca por seu próprio “felizes para sempre”. Só há um problema: nenhum homem jamais declarou seu amor por ela. E, apesar de acreditar que Aiden é o príncipe encantado, a protagonista desconfia de que ele tem medo de dizer “eu amo você”. Desesperada para escutar essas palavras mágicas pela primeira vez, ela resolve assumir as rédeas do destino — e acaba se arrependendo. Com Em Casa Para o Natal, Cally Taylor brinda o leitor com uma deliciosa comédia romântica que tem como pano de fundo o espetacular universo do cinema e os tempos festivos do Natal.

Em Casa Para o Natal é aquele tipo de livro que você não consegue largar até terminar de ler. Com uma história cativante e muito divertida! Além do clima de Natal, que se aproxima (na história do livro), o livro está recheado de cenas hilárias, romance e a magia do cinema.

Beth Prince é uma das personagens mais verdadeiras e divertidas que vi em livros do gênero. Cheia de defeitos, mas com diversas qualidades também, Beth se vê sonhando com o príncipe encantado que dirá para ela as três palavrinhas mágicas: eu te amo! Mas parece que este momento nunca chega, jamais acontecerá, e o pior... Parece que nem ao menos existe príncipe encantado. Ou sequer um homem decente que a ame! Pode ser que ela viva tentando viver uma verdadeira história a la comédia romântica, e por isso se desiluda tanto. Mas o que acontece é que ela é apaixonada por cinema, e não pode evitar de pensar, sentir ou comparar sua vida com as histórias que ela vê nos filmes.
- Beth! - O tom sério da minha mãe desfez meu sonho como um maçarico derretendo um sorvete. - Quanto mais cedo você perceber que a vida não é uma comédia romântica, melhor. Você é muito parecida com seu pai nesse aspecto. Sempre sonhando, sempre fantasiando sobre o que poderia ser em vez de encarar suas responsabilidades.
Sua paixão por cinema é imensa! Ela trabalha em um velho, mas ainda com resquícios do antigo glamour, cinema em Brighton, no Reino Unido, chamado Picturebox. Para ela não é apenas um cinema caíndo aos pedaços, mas sim sua grande paixão: um verdadeiro cinema, cheio de magia! Bem diferente dos cinemas da grande rede Apollo: totalmente comerciais.

Acontece que Matt, um dos gerentes de umas das redes do Apollo, está trabalhando para comprar o Picturebox de sua dona idosa, e assim reformar e padronizar o velho cinema, aos moldes da Apollo. Ele até tem um bom motivo pessoal, apesar da ganância da corporação para a qual ele trabalha! Entre indas e vindas, uma ex insana e muitos acasos, os caminhos de Matt e Beth se cruzam, inevitavelmente, garantindo uma reviravolta em suas vidas.

Enfim! Falei até demais sobre a história! (não falo mais) Eu realmente não esperava nada, ou quase nada, deste livro. Mas me surpreendi! Além de muito divertido, com cenas hilárias que me fizeram gargalhar, o livro tem uma história no melhor estilo de filmes de comédia romântica, e é muito fofo!

Alternando os capítulos entre as visões em primeira pessoa de Beth e Matt, a autora acertou em cheio! Ambos os personagens são fantásticos! Cada um tem sua peculiaridade e sua história, mas o modo como adentramos em suas vidas, através dos encontros e desencontros de duas pessoas que se notam sem querer, foi um ponto totalmente positivo para mim.

E adorei Beth Prince. Ela é o tipo de personagem que cativa e conquista, mesmo em suas imperfeições. Ela é uma mulher de vinte e quatro anos, sonhadora, com ideais singelos mas apaixonantes. E achei hilário suas desventuras amorosas, se não fosse trágico poderia até mesmo rir! Ela sempre quis ser reconhecida e amada por um homem, mas o que ela não entendia, até conhecer Matt, é que tudo tem um momento certo para acontecer. E quando se acredita e se quer, acontece!

Matt também não é menos apaixonante! Seus antigos relacionamentos nunca deram certo, e agora ele tem uma ex meio psicopata que não para de o atormentar. Realmente me senti solidária a ele, coitado! Ele passa por poucas e boas por causa dessa louca! E claro, o que garantiu boas risadas! Matt foge de compromisso por motivos bem antigos e psicológicos, mas ele vai entender que nem tudo se pode controlar. Não quando se ama verdadeiramente!

Uma parte do livro que também me deixou fascinada, é a relação de Matt com seu avô. Achei muito bonito e emocionante o modo como se relacionam, e tudo o que acontece no decorrer do livro (que eu não posso contar, claro). Me fez derramar lágrimas, de verdade! Também me vi encantada com toda a magia envolvendo o cinema Picturebox, sua história e tradição. Assim como o modo apaixonado com que Beth fala sobre filmes e o cinema.

Em Casa Para o Natal fez-me sentir em casa. Com personagens interessantes e reais, e uma história emocionante e divertidíssima, cheia de boas cenas e romance. Com um final digno! Achei hiper mega fofo, e recomendo para todos que gostam do gênero comédia romântica e chik-lit. Um livro verdadeiramente encantador!

Comentários via Facebook

9 Comentários:

  1. imaginava que o livro seria fofo mesmo! parece ser bem divertido também hehe
    quero muito ler ele!
    vi algumas pessoas falando mal da capa, mas eu achei ela tão fofinha também ;~~

    ResponderExcluir
  2. Parece ser mesmo muito gostosa esta leitura. Um livro para se ler no domingo.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha, me fez lembrar da Lou de "Como eu era antes de você" e daquele filme "Mensagem para você"; mesmo sem ler, já tive uma boa impressão. Este livro reune diversas coisas que eu aprecio: ingleses, diálogos alternados ' ela disse, ele disse' e comédia romântica! Parece ser muito bom mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Menina, que resenhão!!
    O livro tem até que poucas páginas, 350 nem é muito conhecendo a diagramação da editora, e tem muita coisa pra contar, pelo menos foi isso que percebi!!
    Adorei!
    Comédia romântica é tudo de bom!!!

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nossa ameia a resenha e como to lendo muitos livros pesados ultimamente to pensando mesmo em lê-lo para aliviar um pouco! Amo cinema e ainda mais comédia romântica e um livro que trate das duas coisas então: tô dentro!
    Amei seu blog e adoraria te vê lá no meu:
    http://literaturaatrois.blogspot.com.br/
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu li esse livro e me A-P-A-I-X-O-N-E-I! É um romance mega divertido que te prende desde a primeira página, li em uma semana, e se tivesse mais tempo teria lido em dois dias! Recomendo muito. To nas últimas página e to com muito dó que o livro ta acabando :( Nota MIL

    ResponderExcluir
  7. Eu li esse livro e me A-P-A-I-X-O-N-E-I! É um romance mega divertido que te prende desde a primeira página, li em uma semana, e se tivesse mais tempo teria lido em dois dias! Recomendo muito. To nas últimas página e to com muito dó que o livro ta acabando :( Nota MIL

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por