Especial A Culpa é das Estrelas

05 junho 2014
Postado por Livy


Hoje é um dia mais que especial, e eu não poderia deixar passar em branco. Sim, finalmente o dia 05 de Junho chegou, e com ele a estreia do tão aguardado filme A Culpa é das Estrelas de John Green. Hoje eu vim falar de pequenos infinitos, frases marcantes do livro, mostrar o trailer do filme (que eu sempre choro ao ver), o clip da música tema (tão linda), a letra da música, etc.

Sobre eu e o livro:

Eu não tinha lido o livro desde que foi lançado, e só fui ler no mês passado. Confesso que não estava preparada para o que encontrei lá. John Green me surpreendeu, me prendeu, me conquistou. De repente me vi em um turbilhão de sentimentos que só podiam aflorar em lágrimas mesmo. A Culpa é das Estrelas é lindo. Um livro que não fala sobre a morte, não propriamente ou somente dela, e sim sobre a vida.

Depois de ler o livro pesquisei mais sobre o autor, o livro e o filme... e me vi ainda mais apaixonada por tudo. (Aguardem que vai ter resenha do livro, e logo falarei do filme). A Culpa é das Estrelas agora é, oficialmente, meu queridinho, e um livro que sempre levarei no coração. [...] e você se convence de que este mundo despedaçado só vai se tornar inteiro de novo a menos que, e até que, todos os seres humanos o leiam. É justamente esta sensação que tenho. Espero que mais e mais pessoas possam e queiram ler, e que conquiste o coração dessas pessoas, como conquistou o meu. Aliás, agora entendo o porque dele estar entre os mais vendidos, é totalmente digno. E estou super ansiosa para assistir ao filme, e viver novamente tudo o que vivi lendo o livro.
A Culpa é das Estrelas se tornou um dos livros mais lindos que tive a oportunidade (e o prazer) de ler. A leitura fluia maravilhosamente, e eu chorei tanto que fiquei realmente mal (ou bem, depende do ponto de vista). Olhos inchados um fim de semana inteiro, e tão sensível que qualquer coisinha eu chorava. Mas a leitura me proporcionou momentos maravilhosos de reflexão. 

Afinal a vida é feita de pequenos infinitos. A vida é tão bela em seus pequenos detalhes, e coisas que nem ao menos damos importância. Esta bela história me mostrou que todos somos iguais, não importa nossa condição de saúde ou física, e que todos temos nossos infinitos, nossas tristezas e alegrias. A vida é para ser vivida, simples! Viva sua vida, não passe por ela sem viver! E quando eu digo isso é: aproveite, faça tudo o que tem vontade de fazer: sonhe, ouse, fale, aja!

Não só isso, é importante lembrar que toda e qualquer pessoa que sofre de alguma doença, deficiência, ou seja o que for que afete a saúde e o físico, é uma pessoa normal como qualquer outra. Tem sonhos, desejos, anseios, medos e alegrias; ela não é a doença, nem deve ser definida por ela. Acima de tudo é uma pessoa normal, independente de qualquer fator. Esta é uma consciência importante. 

Não consigo evitar, eu amo este trailer. Já assisti milhões de vezes, e em todas as vezes me emociono e choro. Este é o poder que esta história tem sobre mim. Não choro apenas por tristeza, mas também pela beleza da história. 
Letra Traduzida:
Todas As Estrelas 
É apenas mais uma noite
E eu estou encarando a lua
Vi uma estrela cadente e pensei em você

Cantei uma canção de ninar na beira d'água e soube
Se você estivesse aqui, cantaria para você

Você está do outro lado do mundo
E a linha do horizonte se divide
Milhas distante de poder te ver

Eu posso ver as estrelas da América
Eu me pergunto, será que você as vê também?

Então abra seus olhos e veja
Os nossos horizontes se encontrando
E todas as luzes irão te guiar
Pela noite, comigo

E eu sei que os céus irão sangrar
Mas os nossos corações acreditam
Que todas as estrelas irão nos guiar para casa

Eu posso ouvir seu coração
Pelo rádio, ele bate
Eles tocaram "Chasing Cars" e eu pense em nós

De volta ao tempo em que você se deitava ao meu lado
Eu olhei para o lado e me apaixonei

Então, eu peguei a sua mão
E pelas ruas, eu soube
Tudo me levava de volta à você

Você pode ver as estrelas
De Amsterdã
E ouvir a canção que bate no meu coração?

Então abra seus olhos e veja
Os nossos horizontes se encontrando
E todas as luzes irão te guiar
Pela noite, comigo

E eu sei que os céus irão sangrar
Mas os nossos corações acreditam
Que todas as estrelas irão nos guiar para casa

Eu posso ver as estrelas da América


Eu vi uma entrevista que a Ana Maria Braga fez com John Green, e fiquei encantada com sua simpatia e simplicidade. Não só isso, me emocionou com suas palavras, quando disse: Uma das coisas que eu quis trazer para a história é que as pessoas que estão muito doentes, ou que estão morrendo, não estão separadas da gente, não são diferentes, nem estão menos vivas do que qualquer outra pessoa. Elas são apenas humanas. Confira a entrevista completa.

Meus quotes favoritos:

A Culpa é das Estrelas está recheado de belos pensamentos e belas passagens. Aqui vão as minhas favoritas:
Mas, mesmo assim, eu me preocupava. Gostava de ser uma pessoa. E queria continuar sendo. A preocupação é outro efeito colateral de se estar morrendo.

- O.k. - ele disse, depois do que pareceu ser uma eternidade. - Talvez o.k. venha a ser o nosso sempre.
-O.k. - falei.

- Eu sou tipo. Tipo. Sou tipo uma granada, mãe. Eu sou uma granada e, em algum momento, vou explodir, e gostaria de diminuir a quantidade de vítimas, tá? [...] -Você não é uma granada. Não para nós. Pensar na sua morte nos deixa tristes, Hazel, mas você não é uma granada. Você é incrível. Você não tem como saber, querida, porque nunca teve um bebê que cresceu e se tornou uma jovem leitora genial com um interesse incidental em programas de televisão detestáveis, mas a alegria que você nos dá é muito maior que a tristeza que sentimos com a sua doença.

Enquanto ele lia, me apaixonei do mesmo jeito que alguém cai no sono: gradativamente e de repente, de uma hora para outra.

[...] Estou apaixonado por você, e sei que o amor é apenas um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos todos condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizemos voltará ao pó, e sei que o sol vai engolir  a única Terra que podemos chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você.

[...] Como se tivéssemos vivido uma breve, mas infinita, eternidade. Alguns infinitos são maiores que outros.

[...] Meus pensamentos são estrelas que eu não consigo arrumar em constelações.

Comentários via Facebook

8 Comentários:

  1. Nossa, sem palavras este livro destruiu meu coração em milhões de pedacinhos e fiquei semanas com uma ressaca literária, serio... fiquei muito pensativa por dias em como a vida era injusta as vezes.

    Enfim...assim como você eu choro SIM! No trailer eu já consigo chorar, imagina no filme, ele estreou ontem na minha cidade e pretendo vê-lo em breve!
    Agora é só preparar meu coração e os lencinhos!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  2. Com certeza o filme será sucesso.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. cara eu preciso ver esse filme ;w;
    deve ser mega lindo e com certeza vou chorar horrores.

    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  4. Oi Livy...ah que lindo sua postagem...só de relembrar os quotes já fico emocionada...imagina na hora de ver o filme =/.
    Eu me pergunto como você conseguiu não ler o livro na época em que ele bombou? Não ficou curiosa?

    Beijos!!!
    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ai, Livy, A Culpa é das Estrelas é mesmo um livro especial. Ele é tão despretensioso e nos provoca sentimentos tão grandiosos...
    E o John Green parece o tipo de pessoa que você quer ter como amigo.
    Acabo de ler também A Estrela que nunca vai se apagar, que também é tão verdadeiro e comovente quanto...
    O filme deve ser emocionante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Hoje estreiou, nao vejo a hora de ir lá ver. M as não vou hoje, quem sabe na semana que vem com as coisas mais calma.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  7. Eu li o livro mas não tive a oportunidade, ainda, de assistir ao filme. Espero que ele seja tão bom quanto o filme.

    ResponderExcluir
  8. Oi Livy
    Eu acho essa historia muito linda, mas ainda não tive coragem para ler, sei todos os spoilers (se fosse ler já iria preparada kk), mas acho que não é pra mim. Particularmente não gosto de livros que me fazem chorar, quem sabe no futuro eu crie coragem, Bom TODOS que foram no cinema choraram muito, então provavelmente vou esperar para assistir em casa .Linda pastagem parabéns.

    Bjs
    http://meupassatempoblablabla.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por