[Pensamentos da Livy] O amanhã...

29 julho 2014
Postado por Livy


O Pensamentos da Livy está de volta! Depois de pensar um pouco, vi que preciso compartilhar muitas coisas, e entre elas são meus pensamentos. Esta que é uma das primeiras colunas do blog, agora terá um espacinho entre as postagens do mês, assim como parte de uma nova fase do blog 

O Amanhã...

Eu sinto os sons, sons distantes de memórias desgastadas pelo tempo. Eu sinto o universo estendendo-se atrás de meus olhos. Sinto tudo o que há de grandioso, tudo o que há de poderoso. O horizonte se estendendo. Meu mundo se expandindo com todas as lembranças que eu não sentia mais. 

E me sinto viva. Pois tudo o que vivi me trouxe até aqui, me tornou o que sou. Eu ouço, todas as vozes do meu passado se estilhaçando dentro de mim. Cores se misturando com todas as canções que meus lábios já cantaram. Eu ainda sinto a lágrima que caiu, ainda sinto o sorriso surgindo em meu rosto, ainda sinto minha pele formigando com expectativa. Ainda sinto o gosto do desconhecido me fazendo duvidar, ansiar, seguir em frente. Todas as decepções. Todas as alegrias.Toda a inocência de sonhos que se quebraram, de sonhos que ainda guardo no coração. Tudo o que me trouxe até aqui.

E quando as luzes se apagam, mesmo a noite mais escura não me dá medo. Pois tudo o que sou ou deveria ser, é o que sou agora. Todos os sabores, todas as cores, todos os sentimentos agora fazem parte de mim. Eu não me preocupo mais com o "E se...", pois tudo o que eu precisava ver, tudo o que precisava sentir, é o que sou agora.

Então eu quero sentir tudo o que há para sentir. Viver tudo o que há de melhor em mim. Ser melhor, mais paciente. Sorrir sempre, sentir a liberdade na ponta dos meus dedos... enquanto escrevo. As linhas formando palavras que ficarão impressas como fotografias em minha memória. Algo para recordar. E amar, amar sem limites. Pois quando aqueles que amamos vão embora, não há mais tempo para arrependimentos. 

Ainda haverá lágrimas, tristezas e incertezas. Mas eu me apego ao que posso sentir agora. Pois a vida passa rápido, muito rápido. Então eu fecho meus olhos e deixo o vento desembaraçar meus pensamentos. Parando para respirar. Levando a vida com mais calma.

Não quero passar pela vida sem viver. Robotizada pelo cotidiano, desgastada pelo estresse dos dias que se passam. Eu ainda insisto em ver as cores, a beleza, a vida cheia de pequenos detalhes. E estes detalhes preenchendo todos os vazios, todas as frestas. Pequenos detalhes que me fazem feliz e que me tornam viva. 

Sentindo tudo ao meu redor. O céu cor de chumbo, os pássaros voando. Os sorrisos e abraços, os laços. O gosto doce do chocolate, o amargo gostoso de um café. A dor de um coração machucado, e o sentimento feliz de acordar toda manhã com o corpo descansado. A sensação da chuva tamborilando em meus dedos. O vento soprando meus cabelos. Um livro que me faça chorar, e a sensação de uma música que faça meu coração inchar de felicidade. O pé batendo querendo dançar solto pela sala. A suave sensação de alegria depois de uma gargalhada. 

Em um minuto, tudo pode mudar. Tudo é possível. A vida é tão imprevisível. Então eu saboreio o hoje. E quando o amanhã chegar eu terei todas estas lembranças vivas, coloridas. Eu ainda vou errar, cair, me machucar... mas terei vivido plenamente. Vou dar um passo de cada vez, sem medo de seguir em frente. Pois o amanhã é um mero desconhecido acenando à distância: infinitas constelações de possibilidades.


Comentários via Facebook

4 Comentários:

  1. Oie Livy =)

    Eu sempre acredito que uma hora tudo mundo em nossas vidas. O problema é que nós mesmo temos dificuldades de acreditar nisso.

    Parabéns pelo texto!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  2. amei seu textoo!!
    um beijão...

    http://deamigasparaomundo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Que belo texto, Livy!
    Parabéns!

    "Ontem foi história, amanhã é um mistério, mas hoje, hoje é uma dádiva. Por isso é que chamamos de Presente"

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oiee Livy ^^
    Ver que nós vivemos para trabalhar e numa rotina desgastante me desanima pra caramba, mas quem disse que temos que ser robôs, né? Adorei o seu texto ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por