[Resenha] O Trem dos Órfãos, de Christina Baker Kline

11 julho 2014
Postado por Livy

O Trem dos Órfãos
Christina Baker Kline
ISBN: 9788542203547
Tradutor: Júlio de Andrade Filho
Ano: 2014
Páginas: 304
Editora: Planeta
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
Quando Vivian Daly, uma senhora de 91 anos, decide se livrar de seus pertences antigos ela acaba recebendo a ajuda de Molly, uma adolescente órfã e rebelde, que está disposta a prestar serviços para não acabar no reformatório. Revivendo cada momento marcante de sua história, Vivian conta para Molly sobre sua família irlandesa pobre que foi de barco para Nova York em busca de uma nova vida e acabou morta em um incêndio. Sendo a única sobrevivente, ela foi levada por um trem com outras centenas de crianças que teriam seu destino decidido pela sorte. Seriam elas adotadas por famílias gentis e amáveis, ou teriam de encarar uma infância e adolescência de servidão e trabalho pesado?

O Trem dos Órfãos é um livro que me surpreendeu muito. Sou apaixonada por livros que retratam culturas, épocas ou fatos reais. E a história mescla realidade e ficção, passado e presente, de forma muito bem construída. 

A história nos mostra duas personagens importantes: Vivian Daly uma senhora de 91 anos de idade que leva uma vida pacata e tranquilha em Spruce Harbor, no estado do Maine (Estados Unidos). Para esta mulher seus fantasmas são todas as lembranças e pessoas que ficaram para trás em seu passado turbulento: um passado cheio de reviravoltas e sofrimento. Agora tudo o que restou são as lembranças deste passado, guardadas em caixas dentro de seu sótão. Mas cada um dos objetos ali guardados tem um significado, e ela precisa de ajuda para arrumar o sótão e colocar em ordem suas próprias lembranças.

Acredito em fantasmas. São eles que nos assombram, aqueles que nos deixaram para trás. Em muitas ocasiões na vida  eu os senti ao meu redor, observando, testemunhando, quando ninguém no mundo dos vivos sabia ou se importava com o que estava acontecendo. Tenho noventa e um anos de idade, e quase todo mundo que já fez parte da minha vida agora é um fantasma.

Molly Ayer tem 17 anos, e está encrencada. Orfã, ela está cansada de ser tratada como uma inútil, julgada pela aparência que montou para si, e de se sentir só. Está cansada de viver nos lares que viveu. Depois de cometer um roubo de um livro que amava, ela precisa prestar serviços comunitários para não acabar num reformatório. Surge então a oportunidade de ajudar Vivian a limpar seu sótão. O que nem Molly ou Vivian esperavam é que conforme elas seguem com a organização de suas lembranças e pertences, elas descobrem que tem muito em comum e vão acabar descobrindo que nunca se é tarde para recomeçar. 

O livro é dividido em partes entre o passado, no período da Grande Depressão e o presente. As partes que narram o passado a partir de 1929 são contados pela própria Vivian em primeira pessoa. Estes trechos são o relato da senhora para a Molly. O tempo presente é narrado em terceira pessoa.

O livro traz uma parte da história americana pouco conhecida, e um tanto triste através das lembranças de VivianO Trem dos Órfãos realmente existiu e transportou mais de cem mil crianças entre os anos de 1854 1929. As condições que estas crianças enfrentavam não eram nada bonitas, e muitas eram adotadas apenas pela força de trabalho que iriam produzir. Muitas vezes eram levadas para trabalharem em regime escravo. Foram anos de verdadeiras tristezas, mas houve alguns finais felizes também. Fiquei impressionada com o relato de uma parte da história que eu nem sonhava ter acontecido, e surpreendida com o resultado de um estudo que mostrou que um em cada 25 americanos descende do trem dos órfãos

Ambas as personagens são órfãs, e ambas passaram por sofrimentos. E achei lindo o modo como a autora construiu a amizade e a ligação das duas. Mesmo sem perceber, aos poucos, elas se tornaram amigas, se tornaram confidentes. Molly e Vivian estão ligadas pelo sofrimento e pelas suas lembranças e vivências. Conforme Molly ajuda Vivian a se soltar, recordar e contar sua história, Vivian também ajuda Molly a se encontrar e se aceitar. 

Eu achei tão bonita as lições, a trajetória e o desfecho para ambas. E achei bonito também o fato de Molly ter tantas semelhanças com sua nova amiga Vivian. A autora mostra claramente que ambas precisavam uma da outra de alguma forma, e que ambas são muito parecidas.

A história contada por Christina Baker Kline é muito bem construída e a narrativa é sensacional. Uma das coisas que amei no livro são as descrições. A riqueza de detalhes e sentimentos foi fantástica. Fora que por tudo que li e pesquisei, percebi que a autora se importou muito com todos estes detalhes, e fez uma ótima pesquisa para tornar seu livro ainda mais crível. Achei magnifico o cuidado com que a autora faz estas descrições. A ambientação, as vestimentas, os problemas da época, as características de cada personagem, etc. Tudo é tão bem descrito e narrado que eu consegui visualizar tudo claramente. Além disso eu amei o modo como ela conduziu as personagens, suas descobertas, suas redenções e suas decisões. O modo como a autora uniu as duas mulheres, separadas por tantos anos de diferença, foi incrivelmente bem elaborado.

Outro ponto de reflexão do livro, e é uma grande lição, é de que mesmo sob diversas adversidades e sofrimento nenhuma das protagonistas se rende. Elas continuam lutando, vivendo, e não se deixam envergar pelas situações ruins. Nem por causa de todo sofrimento elas se tornam pessoas amarguradas, e também não deixam de acreditar e lutar por aquilo que sonham e querem realmente ser. Independente de qualquer situação, não foram os acontecimentos que as moldaram, mas elas se moldaram conforme os acontecimentos, se tornando fortes e maduras.

O Trem dos Órfãos é um belo livro, e contêm um história poderosa. Um livro que traz fatos reais, que traz sentimentos e emoções fortes, para se refletir e sentir. Este é um livro sensível que fala de amor, amizade e o recordações. O poder da herança que se leva no coração e na alma. 

Comentários via Facebook

17 Comentários:

  1. Livy, que resenha encantadora. Também sou apaixonada por histórias que retratam a época dessa forma.
    Fiquei apaixonada pelo livro e já marquei no skoob como desejado.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 6 livros para escolher e 2 ganhadores.

    ResponderExcluir
  2. Oiee ^^
    Tinha visto esse livro nos lançamentos da editora há algum tempo, e ele conseguiu chamar minha atenção, mas não tanto quanto a sua resenha.
    Gosto de livros realistas e com uma história forte, mas gosto ainda mais de histórias que se passam em outras épocas :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá tudo bem? Não conhecia o livro mas pela resenha acho q vou gostar dele muito...
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha Livy. Parece ser um livro bem intenso. Assim como você, aprecio quando as histórias possuem um certo contexto histórico. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  5. oie Livy
    pela capa eu não imaginava que era um livro com uma história tão sensível, e com um pano de fundo histórico. Já quero ler.
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Livy :)
    Sempre digo que venho aqui e não comento, né? Então, hoje resolvi comentar. Que orgulho de mim (?). Adorei sua resenha. Fiquei muito curiosa para ler livro que, admito, não conhecia antes de ver sua foto dele. A trama parece ser bem emocionante, adoraria poder ler.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing
    http://thisadorablething.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Livy, tudo bem?
    Esse foi um dos livros que mais me chamaram a atenção dentre os lançamentos da Planeta. Quando vi que iria ter essa mistura entre ficção e realidade (uma das coisas que eu mais AMO em livros), ele me ganhou completamente.
    Nem preciso dizer que eu preciso ler, não é?

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  8. Oii Livy!!
    Quero te dizer, menina cm vc expressa tão bem, de uma forma clara os livros que vc lê!!
    Que ta uma vontade danada de ler o livro q vc resenha!
    Os elogios aos detalhes do autor, vc se inspira profundamente e guarda cd detalhe!!
    Ótima resenha e o livro parece realmente fabuloso e incrível!

    Bjox karinhoso da Kaa
    ♥ Uma Pequena Inspiradora

    ResponderExcluir
  9. Oi Livy! Fico feliz em saber que temos aqui uma trama crível, sensível e com protagonistas fortes, eu preciso admirar os personagens para me render ao livro, se não tiver a conexão, o livro perde muitos pontos e vejo que aqui vou virar fã destas mulheres. Sua resenha me deixou comovida, cheia de emoção. Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  10. Linda essa ultima frase da sua resenha! Nossa se eu já tinha ficado curiosa por esse livro quando soube do lançamento, com sua resenha fiquei ainda mais. Gosto de livros assim com grandes lições e um pé em fatos históricos. Juro que eu não sabia que esse trem era de verdade, fiquei muito entusiasmada por essa leitura!!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu tinha visto esse livro nos posts de divulgação, mas não sabia que ele era tão profundo e sensível. Fiquei encantada com o que vc disse na resenha e bastante interessada em ler. É sempre bom dar um tempinho nas nossas leituras passatempo pra ler sobre algo mais reflexivo.
    Beijinhos!
    Giulia - Prazer, me chamo Livro

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia o livro, parece muito bom, gosto muito de livros que fazem essa mescla de realidade e ficção, isso me atrai bastante. E saber que ele faz o leitor refletir me interessou mais ainda.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos
    Lara - Magia Literária
    http://www.magialiteraria.com/

    ResponderExcluir
  13. Bom dia Livy, tudo bem?
    Essa foi a primeira resenha de 'o Trem dos órfãos' que tive a oportunidade de ler e confesso que fiquei arrepiada do início ao fim. Assim como você, também sou fã de histórias que relatam fatos históricos e me senti envolvida pelos problemas de Vivian. Fiquei imaginando quanto conhecimento e sofrimento essa senhora deve carregar consigo e fiquei com o coração apertado; Enquanto isso, fiquei curiosa para saber qual a ligação que Molly tinha com a senhora. Com certeza deve ser um livro muito forte e emocionante, que preza certos valores.

    Já estou adicionando em minha lista de desejados, obrigada por essa dica maravilhosa!

    Mil beijos,
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
  14. Muito legal!!
    Gostei da história, parece ser um livro encantador...
    Fora que é uma órfã que gosta de ler... roubando livro...rs
    Bjs, Lu
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Livy!
    Você acredita que eu vi esse livro nas opções do mês e não me identifiquei com a sinopse e acabei deixando pra lá?
    Agora estou lendo várias resenhas lindas como a sua e estou muito arrependido :(
    Vou procurar pra ler o quanto antes! Adorei!
    Beijos,

    Gustavo Valim
    http://jantandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Ei, Livy!
    Não conhecia o livro, na verdade nunca estive muito por dentro do catálogo da Planeta.
    Parece ser bem emocionante,hem? Pelo menos foi isso o que sua resenha me passou. Gosto bastante dessas histórias marcantes, mas preciso estar em um momento propicio e esses momentos em que livros mais emocionais são adequados estão me sendo raros :(

    Beijos
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
  17. Uaaau, me apaixonei pela resenha, que livro encantador e envolvente,
    já fiquei muito curiosa, quero muito ler.

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por