[Resenha] Querida Sue, de Jessica Brockmole

04 agosto 2014
Postado por Livy

Querida Sue
Jessica Brockmole
ISBN: 9788580412635
Ano: 2014
Páginas: 256
Tradutor: Vera Ribeiro
Editora: Arqueiro
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
() Favoritado!
Março, 1912: A jovem poeta Elspeth Dunn nunca viu o mundo além de sua casa, localizada na remota ilha de Skye, noroeste da Escócia. Por isso, não é de espantar a sua surpresa quando recebe uma carta de um estudante universitário chamado David Graham, que mora na distante América. O contato do fã dá início a um intercâmbio de cartas onde os dois revelam seus medos, segredos, esperanças e confidências, desencadeando uma amizade que rapidamente se transforma em amor. Porém, a Primeira Guerra Mundial força David a lutar pelo seu país, e Elspeth não pode fazer nada além de torcer pela sobrevivência de seu grande amor. Junho, 1940, começo da Segunda Guerra Mundial: Margaret, filha de Elspeth, está apaixonada por um piloto da Força Aérea Britânica. Sua mãe a alerta sobre os perigos de um amor em tempos de guerra, um conselho que Margaret não quer ouvir. No entanto, uma bomba atinge a casa de Elspeth e acerta em cheio a parede secreta onde estavam as cartas de amor de David. Com sua mãe desaparecida, Margaret tem como única pista do paradeiro de Elspeth uma carta que não foi destruída pelas bombas. Agora, a busca por sua mãe fará com que Margaret conheça segredos de família escondidos há décadas. Querida Sue é uma história envolvente contada em cartas. Com uma escrita sensível e cheia de detalhes de épocas que já se foram, Jessica Brockmole se revela uma nova e impressionante voz no mundo literário.

Querida Sue começou como uma leitura despretensiosa e tranquilha. Mas o quanto me surpreendi ao não conseguir largar a leitura até terminá-la, até ler a última carta, até terminar o livro com lágrimas aos olhos. Sim, Querida Sue é um livro lindo e um prato cheio para quem, assim como eu, respira romance.

Com uma belíssima história e uma narrativa sensível Jessica Brockmole me presenteou com um livro que vai ficar no coração para sempre. Eu simplesmente amei o modo como ela escolheu para contar e montar sua história, e o modo tocante como os personagens se expressam através de suas cartas me ganhou.

O livro é dividido em duas partes: Elspeth e Margareth. A parte de Elspeth é situada entre 1912 até por volta de 1919, com um romance que têm início antes da Primeira Guerra Mundial a partir de uma singela carta enviada por David Graham, um americano que recebeu de um amigo um livro de poesias que se tornou muito especial para ele; e segue durante a mesma guerra. David virou fã da poetisa por trás de tão belos versos e resolveu escrever uma carta, enviando assim suas parabenizações sobre o lindo trabalho de Elspeth. De forma sútil uma simples carta vira uma bela amizade, onde Elspeth vira Sue, e onde ambos irão se abrir, se apoiar e... se apaixonar. Um amor que atravessa anos e anos, mês após mês.

A parte de Margareth é a visão da filha de Elspeth, que se passa em 1940 enquanto uma Segunda Guerra Mundial se desenrolava. Velhas feridas de Elspeth vêm à tona, e antigos segredos ameaçam ser descobertos quando sua filha descobre que não conhece muito sobre o passado de sua mãe. Depois que sua mãe foge para reencontrar seus próprios fantasmas, Margareth começa uma jornada em busca das verdades e do passado até então desconhecido de Elspeth, além de seguir por caminhos para se descobrir e entender mais sobre si mesma.

Jessica Brockmole conseguiu me prender o livro inteiro, com uma história recheada de romance, poesia, lições, buscas e as mais variadas formas de amor. Sua narrativa construída através de cartas trocadas entre os personagens foi maravilhosa. Realmente é surpreendente ver como ela consegue narrar com maestria apenas com cartas. Imagino o quão difícil foi construir ali as personalidades e sentimentos de cada um, mas ela o faz muito bem.

As cartas trocadas entre David e Sue são tão cheias de sentimentos e pensamentos que senti que ambos eram muito reais. Senti como se tivesse achado um velho baú cheio de lembranças, e entre elas cartas guardadas e cheias de sentimentos. Senti como se tivesse descoberto um tesouro e estivesse lendo algo que realmente aconteceu. Me vi deslumbrada com a ilha de Skye de Elspeth e com a poesia que se desenrolava entre David e Sue. Uma poesia em forma de amor que atravessou anos e anos na sua forma mais pura.

Claro, eles enfrentam muitas dificuldades e desventuras ao longo do tempo, mas Jessica construiu ali um amor que atravessou este tempo, durou duas grandes guerras, e que iria perdurar para além delas.

Existe alguma palavra que signifique "por mais tempo do que para sempre"? É por este tempo que eu a amarei.

Além da narrativa maravilhosa da autora, construída através de belas cartas, também gostei do desenvolvimento dos personagens. O modo como eles erram e crescem, amadurecem e se redimem. Lindo demais. Tanto Margareth quanto Elspeth irão achar suas respostas, se redimir com o passado e achar seu caminho. Passado e presente se unindo para formar uma história única de amor e reconciliação.

Ao chegar ao fim do livro estava realmente chorando, emocionada por tudo o que se desenrolou ao longo da trama, mas também por ter lido algo tão precioso e belo. Me vi emocionada por ter experimentado esta leitura tão singela e maravilhosa. Querida Sue é um presente, como uma carta que guardarei sempre entre as minhas melhores e mais belas recordações.

Comentários via Facebook

15 Comentários:

  1. Nossa, amei sua resenha! Não tinha intenção de ler o livro antes, apenas por não conhecê-lo. Adorei tudo o que você disse, e ainda mais sobre ser um livro emocionante, gosto de chorar nas minhas leituras (kkkkkkk sou só eu??)

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.com.br

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Estou encantada com a história! Eu já tinha esse livro na enorme lista de livros que quero ler, e sem dúvida vou colocar ele na frente de alguns.
    Amo histórias que nos envolve completamente!
    Parabéns pela resenha!

    http://citacaonumclick.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. O que dizer da sua resenha? Deixou-me encantada. Parece ser um livro realmente poético. :)

    Beijos,
    Nina & Suas Letras

    ResponderExcluir
  4. Ah quero tanto ler este livro, ainda mais depois de uma resenha linda dessa.
    Que bom que gostou tanto do livro.
    Ele deve ser mesmo emocionante, por que todos citam isso em suas resenhas, alguns choraram.
    Quero muito ele.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. eu não dava nada pelo livro, julguei pela capa apenas!!! que burra, ainda bem que todas as resenhas que li me mostraram o quanto eu perderia se não lesse!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Livy, sabe que sempre suspiro depois de ler resenhas deste livro? Pois é, achei a ideia do enredo através das cartas bem interessante. Espero ler também.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  7. Nossa um livro tão recheado de romance e que chega a arrancar lágrimas dos leitores, com certeza minha esposa vai adorar!!!!
    Obrigado pela excelente dica!

    Abraço,
    Diego de França
    <a href="http://leitorsagaz.blogspot.com.br><b>Leitor Sagaz</b></a>

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Esse livro parece ser maravilhoso!
    Adoro romances também e acredito que irei amar esta leitura.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  9. Nossa eu to doida pra ler esse livro a um tempinho , e cada resenha que leio fico com mais vontade ainda , e a sua só fez a vontade crescer , muito boa a resenha !

    Beijos , Anna

    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá Livy!
    Essa é a primeira resenha desse livro que leio que me dá muita vontade de lê-lo!
    Sempre que lia algo sobre ele, pensava "não, deve ser muito sério, muito sem graça." Mas, depois da sua resenha, percebi que estava completamente errada!
    Pelo simples fato de te deixar tão emocionada assim, eu preciso ler ele logo!
    Amei a resenha <33
    Beijos,
    Ana M.
    www.vicioemlivros.com

    ResponderExcluir
  11. Oiee ^^
    Já vi muitas pessoas dizerem que se emocionaram muito com o livro, e é por isso que eu ainda não o comprei...rsrs' ando chorando muito por livros, isso está acabando comigo *-* mas estou doida para ler Querida Sue, parece ser mega ótimo ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Parece ser um livro legal e se passa em outro seculo.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Livy, tudo bem?
    Eu gostei bastante do livro, principalmente porque ainda não tinha lido nenhum em formato de cartas, sem falar que a história de David e Sue é linda e não tem como não torcer para eles que fiquem juntos.

    *bye*
    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Livy!
    Já li "Querida Sue" e amei!!!
    Fiquei com um sentimento muito gostoso, por um bom tempo, depois que o livro acabou.

    Beijokas!!

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por