[Resenha] Geek Girl, de Holly Smale

09 setembro 2014
Postado por Livy

Geek Girl
Holly Smale
ISBN: 9788539506798
Ano: 2014
Páginas: 256
Editora: Fundamento
Pontuação: ♥ ♥ ♥   
"Meu nome é Harriet Manners e sou uma geek." Harriet Manners tem 15 anos e sabe tudo... sobre quase tudo. Ela só não sabe porque ninguém na escola parece gostar dela - especialmente sua arqui-inimiga Alexa, que adora humilhá-la todos os dias. Harriet só queria que sua vida fosse diferente... Quando Nat, sua melhor amiga, a arrasta para fazer compras num evento badalado, Harriet é descoberta por uma agência de modelos. É a grande chance de recomeçar! Mas tem um pequeno detalhe: Harriet não conhece nada sobre moda. Na verdade, ela não "Dá a mínima para a moda". E, claro, tem a Nat, que é linda, fashionista e sempre quis ser modelo. Seria como roubar o sonho da sua melhor amiga, não é? Harriet decide fazer uma sessão de fotos com o famoso - e incrivelmente lindo! - Nick, mas esconde a verdade e mente para as pessoas que ama. O que ela não esperava é que no dia seguinte essas fotos fossem estar nas capas de todas as revistas de moda! Em meio a muitas confusões, Harriet descobre que ser modelo não é nada fácil... Afinal de contas, também existem "Alexas" nas passarelas. Será que Harriet vai gostar do mundo da moda? Ou melhor, será que o mundo da moda vai gostar dela? 

Uma coisa eu posso dizer com certeza sobre Geek Girl, de Holly Smale: a leitura é muito divertida. A leitura flui rápido e as trapalhadas e personalidade excêntrica de Harriet Manners garantem um livro leve e gostoso de ler.

Harriet Manners, tem apenas quinze anos, mas tem conhecimento sobrando até mesmo para um adulto. Ela é uma nerd assumida, e recentemente descobriu uma nova palavra (que picharam em sua mochila com letras vermelhas e garrafais) que a define: ela é uma geek.

geek/gi:k/ s. adj. informal.
1º pessoa fora de moda ou socialmente inapta s.m.f.2º entusiasta obsessivo adj.m.f.3º pessoa que sente a necessidade de procurar a palavra 'geek' no dicionário s.m.f.

Ela não tem nenhum senso de moda, não liga para roupas, vestindo o que estiver limpo e servindo, simples assim. Também não liga para nada que qualquer menina de sua idade ligaria: sapatos, maquiagem, fofocas, etc. Mas sua vida vira de pernas para o ar quando ela e sua melhor amiga, Nat, vão em uma excursão da escola onde haverá olheiros da moda. Onde Nat espera conseguir realizar o sonho de ser modelo. Lá, em meio a muita confusão ela acaba chamando a atenção de Wilbur, um dos tais olheiros. Não só isso, acaba também conhecendo um garoto lindo, Nick, embaixo de uma mesa. Aliás, acredite, quando ela fica nervosa se esconde debaixo de mesas.Ela acaba conseguindo uma chance de ser modelo, por causa de Wilbur, mas é o sonho de sua melhor amiga.

Mas ela acaba vendo esta oportunidade como uma chance de se transformas de patinho feio em um belo cisne. É sua chance de se tornar uma bela garota, e não ser mais ridicularizada por seus colegas de escola, principalmente por Alexa, por ser tão estudiosa e inteligente. O que mais ela poderia fazer? Viajar para a Rússia para ser a nova cara da Baylee, através do grande nome da moda Yuka. É isso que ela faz, e vai junto com seu pai, mentindo para Nat e para sua madrasta, Annabel, que é como uma mãe para ela. O problema é que nesta aventura de transformação ela irá acabar machucando essas pessoas que ela ama.

Geek Girl é um livro juvenil, mas é divertido. É aquele tipo de livro ótimo para descontrair e se divertir. A Harriet é engraçada, e o modo como ela age e vê as coisas garantiu boas cenas divertidas. Além de que os pensamentos dela são muito cômicos.

Os personagens de forma geral são o.k., mas o destaque fica para, além de Harriet, o seu pai e para Annabel. Eu gostei bastante da relação da Harriet com ela, pois o amor que as une é tão forte que elas são até mesmo muito parecidas. Têm manias e até mesmo formas de se confortar iguais. Ela é sua mãe de coração, pois cuidou dela desde que era pequena. E este elo fica bem claro no livro. O pai da garota também é bem engraçado e bem distraído. Os dois juntos foi só desastre.

Outro personagem que eu gostei muito foi o excêntrico e diferente Wilbur, que é, por si só, uma alegoria do que há de mais esquisito. Ele usa roupas diferentes, coloridas, e tem uma maneira de se expressar tão inusitada e estranha, que eu acabei adorando as cenas em que ele estava envolvido. E até me afeiçoando a ele.

Mas principalmente gostei da mensagem que o livro traz. Harriet, em sua busca hilária por transformação, acaba realmente se descobrindo. Também acaba descobrindo o que realmente importa, e com o que realmente vale a pena se preocupar. Ela descobre que mais do que aparência, o que se leva no coração é o que há de mais valioso, e respeitar e cuidar de quem se ama é nosso bem mais precioso. Aceitar aqueles que te amam e que você ama como realmente são. E principalmente, o importante é ser você mesma e se aceitar.

Geek Girl é o primeiro livro de uma série bem bacana para os jovens. Não é super original, chegando até mesmo a ser um pouco clichê, e tem uma história simples, mas é divertido e gostoso de ler. Vale a pena para quem quer se distrair com uma leitura leve e descontraída.


Comentários via Facebook

8 Comentários:

  1. Simplesmente incrível o seu blog, e essa matéria, achei interessante, muito obrigado pela dica que disponibilizou aqui no seu blog.

    Caso tenha interesse, dá uma passadinha no meu blog: http//mundonerdseotakus.blogspot.com
    Espero não incomodar !

    ResponderExcluir
  2. Olá, Livy.
    Não é o tipo de livro que eu costumo ler, mas achei a premissa interessante. Parece ser bem cômico.
    Mais uma ótima resenha. Beijos!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Daria um ótimo filme para passar na sessão da tarde rs como ele tem uma pegada mais divertida eu até me interessei mais, gostei da dica!

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
  4. Oi Livy :D))

    Eu adoro livros leves e divertidos, e esse me parece ser uma boa.
    Gosto também de livros que trazem mensagens positivas... Como esse!
    Adorei a resenha!

    Beijos!
    http://umacertajovem.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá
    É um livro que leria com certeza,
    Adoro livres que trazem mesagens positiva
    Vou procura - lo para comprar.
    Gostei muito da resenha, só por ela o livro já me conquistou.
    Obrigada Livy.
    Beijos

    http://leituradelua.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. OMG preciso ler esse livro
    -G
    http://oocaderninhopreto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Agora eu sei qual livro escolher, quando quiser uma leitura leve e divertida, gostei muito da resenha me vez ficar com vontade de ler e ver as situações que a protagonista vai passar no decorrer da estoria.
    Beijos
    http://cabecasdeveento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Gostei do fato da história ser bem leve e descontraída, ás vezes só o que precisamos é de um livro leve para distrair em alguns momentos...
    Sem falar que posso compartilhar com minha irmã que esta mais ou menos nessa fase da vida...oh fase boa....kkk
    Parabéns pela resenha, excelente como sempre...
    Bjuss

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por