[Resenha] O Peculiar, de Stefan Bachmann

11 dezembro 2014
Postado por Livy



Livro cedido pela editora
ISBN: 9788501401854
Tradução: Viviane Diniz
Ano: 2014
Páginas:  272
Editora: Galera Record
Classificação:  ♥♥♥♥
Parte romance gótico, parte mistério e aventura steampunk. Após a invasão do mundo pelos seres mágicos, as fadas foram aceitas entre os mortais, mas os mestiços não têm lugar. Os irmãos Barthy e Hettie vivem com medo. Tudo piora quando Peculiares são encontrados, ocos, boiando no Tâmisa. Mas eles estão seguros em Bath, não? Talvez... Se não fosse pela misteriosa dama em veludo ameixa que aparece na vizinhança. Quem é ela? E o que quer?

" Não seja notado e não será enforcado". Este é um sábio conselho dado aos pequenos peculiares que têm sua história contada neste livro que é em parte gótico, parte mistério e aventura steampunk, com uma pitada de fantasia. Dá para perceber logo de cara por que decidi ler este livro, pois tem vários elementos que adoro em uma história.

Em O Peculiar conhecemos a saga que se iniciou com a invasão explosiva das fadas na Inglaterra. Tudo começou com a destruição total da cidade de Bath e de tudo na distância de 25 quilômetros, incluindo todos os seus habitantes. Até se tornar do conhecimento de todos que fadas e outros seres mágicos estavam entre os humanos, e após conflitos culmina com a vitória dos humanos. Ao longo do tempo entre ajustes e leis, as duas raças conseguiram ajustar-se em uma relação razoavelmente pacífica. 

Os ingleses decidiram que para combater e inibir ao menos um pouco a magia destes seres mágicos, deveriam aumentar os esforços na mecânica e na indústria. A Idade da Fumaça começa. E é nessa época que se tem início esta trama, com a triste sina que têm os pequenos nascidos de humanos e fadas, que não são aceitos por nenhuma das duas raças e que se vistos, logo uma multidão estaria pronta para lhes tirar de onde estivessem para os fazer balançar em uma forca. Uma triste realidade. Portanto os medonhos, ou simplesmente peculiares, tinham que ser escondidos ou seriam mortos. É nesta realidade que vivem os irmãos BartholomeuHettie, sempre com medo pois nunca conseguiriam se passar por crianças humanas. O garoto tem muita revolta dentro de si, não entende porque não podem ser aceitos pois não são tão diferentes das fadas e têm os mesmos sonhos e necessidades das crianças humanas.

Sempre que pode, foge do apartamento onde mora com sua irmã e a mãe para um lugar secreto que só ele conhece, e é ali que vê uma estranha dama de veludo ameixa que some entre penas negras com outro peculiar que morava na residência em frente a sua casa, mas isto não é o pior. O pior é o fato de que a dama tinha uma criatura em sua nuca e que esta não só o notara, como lhe dirigiu um sorriso maligno que lhe colocou mais terror no coração. Logo depois sua irmã é levada e é justamente em um humano que ele encontra ajuda e talvez um provável amigo: este é Arthur Jelleby, um jovem rapaz que é um membro do parlamento inglês, e que prefere não ser notado e ficar em casa com sua esposa e jamais se meter realmente a ser um político ativo. Mas devido a trapalhadas e botar os pés pelas mãos descobre uma trama macabra contra a Inglaterra perpetrada por um membro fada do parlamento, trama que envolve mortes terríveis de crianças peculiares. É tentando impedir e descobrir mais sobre o problema que ele chega ao Beco do Velho Corvo onde se encontra com o jovem Barthy e e os dois unem em suas buscas.

A narrativa do autor é interessante e não há dificuldade para entender esta estranha e nova sociedade, achei bem descritivo em quase todos os momentos. Mas em determinados momentos achei a narrativa muito densa e a trama um pouco confusa, com muitos elementos jogados ao nada. Também alguns poucos seres não são descritos em sua totalidade, apenas mencionados em seus nomes míticos, o que exige uma pequena pesquisa caso não se conheça estes seres.

Por outro lado, é surpreendente que o autor tenha escrito o livro tão jovem, e de positivo os personagens são bem explorados e são muito interessantes. Conseguimos nos aprofundar em suas personalidades e eles tem tanto defeitos quanto qualidades (estas até inesperadas para eles mesmos). Tanto o jovem Barthy quanto Jelleby têm seus momentos de egoísmo, no entanto os dois amadurecem e tornam a história mais humana e sensível, principalmente em relação à pequena Hettie.

Eu particularmente vivi momentos interessantes ao ler este livro, algumas coisas (como as fadas em geral) me surpreenderam, pois aquela coisa de "contos de fadas" infantil não tem lugar aqui de forma alguma. O livro tem uma ar mais sombrio e pesado, pois a maioria dos seres mencionados são de dar medo em qualquer um, e apesar de já ter visto alguma coisa parecida, o autor conseguiu criar algo diferente e até mesmo original. O personagem Jelliby nos proporciona momentos bem engraçados, através de suas trapalhadas e por seu esforço inútil de não cometê-los, pois quanto mais tenta evitá-los, mais elas ocorriam, colocando-o no centro de tudo que estava acontecendo, o que ele não queria de forma alguma. Já Hettie e Barthy trazem toda carga dramática e emocional da história e que ao final do livro se torna extremamente tocante.

Em suma eu apreciei bastante o livro, por sua originalidade e pela sua consistência do começo ao fim. Espero poder ler sua continuação, pois o fim é apenas o começo de uma longa jornada. Também ostei da capa, pois representa com precisão uma parte importante desta história tão peculiar.

O Peculiar é uma ótima pedida para quem gosta de um livro mais denso, com bastante elementos de fantasia e steampunk, um ar mais gótico e muita aventura. É um timo livro em uma bela edição. 

Comentários via Facebook

9 Comentários:

  1. Eu tinha visto este livro por ai,mas no começo não tive interesse.
    Mas depois de ler sua opinião e saber do que o livro trata,fiquei bem interessada!
    A capa e muito bonita.
    Gostei de sua resenha.
    Beijos
    Bruna do blog: Cantinho da Bruna -
    @blogcantinhoBL





    ResponderExcluir
  2. Oie Livy =)

    Esse livro parece ser bem interessante mesmo, e até agora no geral só li resenhas positivas dele.

    Não é o tipo de leitura que no momento anda me chamando a atenção, mas é um livro que acho que vale a pena dar uma chance em especial por que adoro livros steampunk *---*

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  3. Oi Livy, este livro parece ser uma delícia de se ler. Gosto desta capa e do gênero de leitura.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  4. Todos os blogs tem falando bem dele, acho que vou ler depois dessa resenha

    http://criativare-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Livyyyy <3 oieeeeee sumi né? situação corrida por aqui X.X

    aahnn EU QUERO LEEER *O* a capa dele me encantou e agora lendo sua resenha fiquei super curiosa para ler ele todinho *-*

    ótima resenha, como sempre me induzindo a ler mais u.u kkk <3

    Beijoos


    http://meubaudeestrelas.blogspot.com.br

    ps: não me mate, não esqueci dos seus marcadores nem do que te falei que ia enviar viu? u.u logo logo chega ai <3

    ResponderExcluir
  6. Olha uma das coisas que mais me chamaram atenção nesse livro realmente foi a capa dele, mas a história em si não me cativou tanto para compra-lo sabe? Eu gostei das resenhas e tudo mais, principalmente da sua que está muito bem escrita, mas eu ainda não tive interesse nenhum de ler. Eu ainda poderei ter a chance, mas não agora sabe? Acho que tem sempre o momento certo e a hora certa de ler alguns livros. Mas o meu momento agora está nos romances (risos)

    Mas mesmo assim tenho que confessar que amo a sua escrita
    principalmente pela maneira que vc se expressa falando da história
    Meus parabens amiga. Continue assim, porque tá maravilhoso tudo que faz =]

    lovereadmybooks.blogspot.com.br
    Só pra avisar tá? A minha colunista nova fez sua postagem de estreia hoje. Venha dar uma olhadinha pra dar uma força pra ela =] Ficaria feliz com sua presença viu? Eu nunca peço porque eu acho chato ficar pedindo, mas dessa vez por motivo especial mesmo.

    ResponderExcluir
  7. Confesso que eu ainda não li esse livro, mas já ouvi falar muito bem dele. Tenho amigas inclusive que já leram! Mas, por algum motivo, não tenho muita vontade de lê-lo. Ainda assim, vou procurar mais resenhas. Tenho uma mania de que, quando eu não tenho certeza se gostaria de ter ou não ter o livro na estante, eu pesquiso um monte sobre ele hahahah Beijos e tenha um ótimo sábado! :D
    maluquice-de-garota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oie Livy
    eu fiquei bem na dúvida se leria ou não esse livro, assim que ele lançou. Já li livros do gênero steampunk, e gosto muito. Achei que esse seria mais sombrio mesmo, e por isso, vou dar uma chance assim que possível.
    Ótima resenha como sempre

    ResponderExcluir
  9. Oi Livy, tudo joia?
    Não conhecia o livro ainda (estou me sentindo anormal, acho que sou uma das únicas que ainda não sabia dele haha), achei ele bem interessante, e vou colocar na minha lista de desejos haha, a capa achei ela muito linda <3

    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por