O guardião da pedra, de Kazu Kibuishi

23 fevereiro 2015
Postado por Livy

Livro cedido pela editora para resenha

Série: O Amuleto, vol. 1 | ISBN 9788539505012 | Ano 2013 |  192 Páginas | Editora Fundamento Classificação: ♥♥♥ | Onde Comprar
Dois anos depois de uma tragédia na família, Emily, Navin e a mãe deles tentam recomeçar a vida numa casa muito antiga, que pertenceu ao bisavô das crianças. O lugar está abandonado desde o misterioso desaparecimento do proprietário. Durante a mudança, Emily encontra um estranho colar em meio aos pertences do bisavô. Ela nem desconfia, mas se trata de um amuleto que pode decidir o destino de um mundo fantástico. Quando uma assustadora criatura sequestra a mãe das crianças, Emily e Navin não têm outra opção a não ser seguir o monstro e entrar naquele universo desconhecido. Lá, eles vão conhecer seres incríveis e enfrentar perigos inimagináveis. Em pouco tempo, os dois irmãos irão descobrir que não estão naquele lugar por acaso e que libertar a mãe será apenas o primeiro passo rumo à maior de todas as aventuras. 

Sabe, toda vez que eu via os livros da série O Amuleto nas lojas virtuais ou nas livrarias físicas, eu imaginava que se tratava de um livro juvenil comum. Até que, ao receber o livro da Editora Fundamento para resenha, folheei o livro e vi  que se tratava de uma história em quadrinhos. Ai, que coisa mais perfeita! Para quem não sabe - ou ainda não percebeu -, eu sou simplesmente apaixonada por quadrinhos, pelo simples fato de amar a arte contando uma história. Amo desde pequena este universo dos quadrinhos, e então devorei O Guardião da Pedra em alguns minutos, e já estou querendo conferir os outros volumes.



Este é aquele tipo de história em quadrinho para todas as idades, e para guardar na coleção, com muito carinho. Começando pela belíssima edição, que está impecável!


A história, como um bom juvenil, traz aventura contínua - e até um tiquinho de drama. Conhecemos Emily e sua mãe, quando estão viajando de carro com o pai. Mas um trágico acidente acontece, e o pai de Emily morre. Depois de dois anos, Emily, Navin e sua mãe se mudam para outra casa, um lugar onde a mãe poderá dar conta de sustentar os filhos sozinha.

A casa em si é bem antiga e está precisando de uma boa reforma. Eles se unem para fazer uma boa faxina na casa, e entre um cômodo e outro Emily acaba achando um estranho colar entre as coisas do bisavô. Mas sua mãe acaba sendo sequestrada, e os irmãos terão que adentrar em outro mundo para salvá-la.

Lá, Emily descobre que o colar é na verdade um amuleto que determinará o futuro deste novo mundo que acabaram de descobrir. E que eles correm mais perigo do que poderiam imaginar. Embarcando em uma aventura para libertar a mãe e solucionar os mistérios que irão surgindo. 


A história de Kazu Kibuishi é bem bacana e tem aventura contínua. Desde que os irmãos iniciam sua jornada, a ação não para. Além do ótimo ritmo da história, o que me agradou muito foi a arte em si. Com traços diferentes do usual, e com muita riqueza de detalhes, a história vai se construindo, e é tão viva que parece saltar das páginas. 


Outro ponto forte é a utilização das cores para expressar os sentimentos e acontecimento no desenrolar da trama. Com a maioria das cores mais frias, expressa os sentimentos sombrios da protagonista - ainda sentindo a falta do pai -, e o clima de tensão e obscuridade de um mundo desconhecido e cheio de mistérios. As cores expressam muito dos sentimentos e locais por onde passa.

Sempre acreditei que para ler uma história em quadrinhos devemos nos despir de pré-conceitos e formalidades de idade, e deixar a imaginação fluir. Diferente de um livro impresso de forma escrita, um quadrinho transmite a história através de linhas, formas e cores. Então esqueça que se trata de um juvenil. Se você é fã de quadrinhos, como eu, vai gostar muito de O Guardião da Pedra, que agrada pela beleza da arte e uma história bem contada. 

Comentários via Facebook

4 Comentários:

  1. Olá!
    Que série legal. Não sou fã de quadrinhos, mas admiro muito quem sabe desenhar. Sinto até uma inveja branca. kkk
    Beijos!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Livy,
    Realmente é uma história em quadrinhos para guardar no coração.
    Adoro histórias em quadrinhos. Esse livro me lembou a infância.
    Beijos.

    http://www.leituradelua.com

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bom?
    Nossa, eu não sabia que essa HQ foi lançada no Brasil, eu vejo muito ela em sites gringos.
    Amei a resenha, me fez ter mais animo ainda para ler

    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Livy!

    Amei muito sua resenha! Não sabia que existiam livros em quadrinhos. Curto muito quadrinhos, principalmente mangá. Faz tempo q não leio um, mas a ideia de ter um livro, com uma excelente história, todo colorido e em quadrinhos é realmente maravilhosa :D
    Se der, me indique mais alguns nesse gênero.

    Bjoss
    http://kelenvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por