[Resenha] Um Mais Um, de Jojo Moyes

05 maio 2015
Postado por Livy

Livro cedido pela editora para resenha
ISBN: 9788580576542
Tradução: Adalgisa Campos da Silva
Ano: 2015
Páginas: 320
Editora: Intrínseca
Classificação: ♥♥♥ 
() Favoritado!
Há dez anos, Jess Thomas ficou grávida e largou a escola para se casar com Marty. Dois anos atrás, Marty saiu de casa e nunca mais voltou. Fazendo faxinas de manhã e trabalhando como garçonete em um pub à noite, Jess mal ganha o suficiente para sustentar a filha Tanzie e o enteado Nicky, que ela cria há oito anos. Jess está muito preocupada com o sensível Nicky, um adolescente gótico e mal-humorado que vive apanhando dos colegas. Já Tanzie, o pequeno prodígio da matemática, tem outro problema: ela acabou de receber uma generosa bolsa de estudos em uma escola particular, mas Jess não tem condições de pagar a diferença. Sua única esperança é que a menina vença uma Olimpíada de Matemática que será disputada na Escócia. Mas como eles farão para chegar lá? Enquanto isso, um dos clientes de faxina de Jess, o gênio da computação Ed Nicholls, decide se refugiar em sua casa de veraneio por causa de uma denúncia de práticas ilegais envolvendo sua empresa. Entre ele e Jess ocorre o que pode ser chamado de ódio à primeira vista. Mas quando Ed fica bêbado no pub em que Jess trabalha, ela faz questão de deixá-lo em casa, em segurança. Em parte agradecido, mas principalmente para escapar da pressão dos advogados, da ex-mulher e da irmã — que insiste em que ele vá visitar o pai doente —, Ed oferece uma carona a Jess, os filhos e o enorme cão da família até a cidade onde acontecerá o torneio. Começa então uma viagem repleta de enjoos, comida ruim e engarrafamentos. A situação perfeita para o início de uma história de amor entre uma mãe solteira falida e um geek milionário. 

O que dizer de um livro de uma autora que eu adoro? O que dizer se a cada livro que leio da Jojo Moyes me apaixono um pouquinho mais por sua escrita e modo de contar uma história? Desde que li Como Eu Era Antes de Você fiquei irremediavelmente apaixonada pelo modo de Jojo contar uma história, e desde então esse amor só aumenta. Ela é - e falo de boca cheia - uma das minhas autoras favoritas - se não a favorita - da atualidade! Terminei a leitura de Um Mais Um completamente extasiada e um pouquinho mais fã do que já era. E mais uma vez ela conseguiu provar (como se precisasse) que é uma autora cheia de surpresas. Jojo, sem dúvidas, prova a cada livro o quanto é versátil.  Porque este livro traz uma proposta bem diferente dos outros que já escreveu. Um livro tão fofo, tão intenso e tocante ao mesmo tempo que terminei o livro com um suspiro de satisfação. E como ela conseguiu fazer com que eu desse risada, chorasse e me comovesse em um livro só? Só ela mesmo!

Mas, acalmando um pouco os ânimos, e deixando um pouco da empolgação de lado, quero tentar ser bem clara e mostrar para vocês o quanto Um Mais Um é um livro cativante da primeira à última página, e como Jojo contou uma história maravilhosa sobre amor, amizade, superação e esperança.

Pense em uma família complicada: Jess é mãe solteira, pois seu ex marido, Marty, a praticamente abandonou com Tanzie, sua filha de 10 anos. Também deixou aos seus cuidados o garoto Nicky, que é filho da ex de seu ex. Faz dois anos que ele está ausente, não a ajuda em nada e nem procura saber dos filhos. Complicado? Sim, muito! Nicky, gótico, sofre com o bullying de vizinhos barra-pesada, e isso o torna um garoto recluso, introspectivo, viciado em videogame (e baseado). Tanzie é um mini prodígio da matemática. E Jess tem dois empregos - fazendo faxina de dia e sendo garçonete à noite em um pub - para poder sustentar os filhos - mesmo que um seja postiço, ela o ama muito. O dinheiro é curto, e aquele ditado de "estou vendendo o almoço para comprar a janta" praticamente se aplica aqui. O orçamento de Jess é apertado, e ela se desdobra em duas para poder dar conta do trabalho e dos filhos.

Mas qual é sua surpresa quando sua filha recebe uma proposta de uma renomada escola particular para receber uma bolsa de estudos - para prodígios da matemática - de 90%? O pior? Ela não tem como pagar os outros 10%. O que fazer, se o sonho de sua filha é ter esta oportunidade? Eis que surge uma Olimpíada de Matemática, com o prêmio de 5 mil libras, que poderá salvar a chance da garota de ingressar na escola. O problema? A competição é na Escócia. Como, sem dinheiro para passagens, ela vai fazer para chegar até lá?

Ed Nichols é um empresário geek, bem de vida. Tem um belo apartamento, um belo carro, e tem o trabalho de seus sonhos. Mas consegue meter os pés pelas mãos quando ao se envolver com uma ex colega de faculdade, que faz seu mundo virar de pernas para o ar. De repente, ele se vê em meio a uma acusação de repassar informações privilegiadas e está sendo investigado. Sem eira nem beira, ele acaba cruzando o caminho de Jess - novamente, de uma forma não muito agradável ou convencional - e, por impulso, acaba se oferecendo para levar toda sua família para a Escócia. E por coincidência, Jess havia cruzado com Ed em uma de suas faxinas, e ele não foi muito simpático. A aventura estava apenas começando!

Ed gostava de ordem. Gostava de saber o que iria acontecer. Tudo naquela mulher sugeria o tipo de... ausência de limites que o deixava nervoso.

Ah, fiquem tranquilhos! Se pensam que eu contei demais, não contei nem 1% do que a história traz, podem ter certeza. Aliás, não contei nada mais do que a própria sinopse do livro conta. E acreditem, a história que Jojo escreveu traz muitas surpresas, diversão, risadas, emoção, etc.

Cada capítulo é alternado, em terceira pessoa, sob o ponto de vista de cada um dos personagens. Foi interessantíssimo o modo como Jojo explorou muito bem todas as facetas das personalidades de cada personagem, e o modo como nos contou sua história. Assim, nos aprofundamos em seus pensamentos e ainda nos vemos interagindo com tudo e todos. A aventura que Ed e a família de Jess vivem é hilária, mas, ao mesmo tempo, tocante. Dei muita risada ao longo da viagem que eles empreenderam,e de tantas loucuras que aconteceram, tantas situações inusitadas. Foi delicioso o virar de cada página. Mas também me emocionei com o amor que vi despontando de várias formas: ao transcorrer da viagem cada um deles vai se soltando de suas amarras sociais e/ou medos, e vão se deixando levar pelos acontecimentos.

Porque acontecera algo entre a torta com batata frita e a última rodada, e não era só a bebida. Ela queria que o Sr. Nichols não estivesse zangado e desesperançado. Desejava ver aquele sorriso grande e sonolento dele, o que parecia desativar toda a raiva reprimida espalhada por seu rosto.

A história em si é deliciosa, mas são os personagens que ganham toda a glória. Adorei cada um deles. Jess é uma mulher decidida, guerreira, e otimista, apesar dos pesares - e apesar da teimosia. Ela é uma mulher admirável, forte e determinada. É lindo ver o quanto ela faz tudo ao seu alcance pelos filhos. Ed, começa a ter um choque de realidade e percebe como o mundo é muito mais amplo do que imaginava. Mas, mesmo ele sendo um pouquinho arrogante no princípio, ele é um cara bacana, e altruísta até. E ainda aprende muitas lições. Tanzie é uma menina doce e muito inteligente que cativa com sua perspicácia e mente ágil. Nicky é um bom garoto, escondido atrás de uma fachada de indiferença e uma camada de delineador nos olhos. Norman - sim, o cachorro -, bom... ele passa a maior parte do tempo dormindo e/ou peidando dentro do carro, mas é um ótimo cachorro (aliás, para ser sincera, ele foi o responsável por arrancar algumas lágrimas minhas mais para o final do livro). Cada um deles aprende algo e amadurece. E foi tão incrível ver eles realmente desabrochando para a vida e enfrentando suas dificuldades e medos.

Ler um livro da Jojo é uma experiência fantástica! Desculpem-me se estou sendo exagerada, mas para mim é! Ela conseguiu trazer tanta emoção e sentimento para sua narrativa, que me vi cativada e envolvida desde as primeiras linhas. Este livro é um amorzinho, me fez suspirar e sorrir como uma boba. E também me tocou, pois traz muitos assuntos de peso como morte, doença, bullying, reclusão, pobreza, dificuldades, medo, solidão, etc. Chega a ser metafórico, mas é como se, ao avançar da viagem, eles também, interiormente, fossem crescendo e encarando seus medos e aflições. 

Coisas boas acontecem. Às vezes quando menos se espera.

Eu nem sei mais o que dizer, é tão difícil falar de um livro que adoramos. Imagina então falar de um livro que amamos? Muito complicado! Tenho sempre aquela sensação de que vou deixar algo escapar e esquecer de dizer algo, mas, resumindo, poderia dizer que o livro é maravilhoso! E isto bastaria? Creio que não! Ler Um Mais Um foi uma experiência e tanto, me surpreendeu de várias maneiras, e com certeza está entre meus favoritos!

Posso afirmar que Um Mais Um é um livro que fez meu coração transbordar de felicidade, de ternura e de emoção. Sorri, suspirei, me emocionei e chorei. Este livro é intenso, verdadeiro e muito real. Traz um romance mais pé no chão, mais real e verdadeiro, e não só isso, não é apenas um romance. Mas também há muita força nos acontecimentos, esta história fala sobre as relações familiares, sobre força, confiança e fé; sobre ter esperança e perseverança e não ter medo de enfrentar os problemas e seguir em frente. Fala sobre as mais variadas formas de amor e sobre como coisas boas acontecem quando se acredita. Como coisas boas podem acontecer inesperadamente. Como o amor pode curar e transpor várias barreiras. Me trouxe muitas emoções boas e muita reflexão também. Me proporcionou ótimos momentos e me fez ansiar por viver também minha grande viagem. Jojo acertou em cheio, mais uma vez! Recomendo com todas as letras! 

Comentários via Facebook

14 Comentários:

  1. Adorei a resenha, Livy! Já ouvi falar nesse livro, e mais ainda nessa autora. Seu entusiasmo ao contar a história é contagiante! Acredito que seja o tipo de romance que já venho procurando a algum tempo. Pretendo ler o quanto antes!
    Beijinhos


    www.docesresenhas.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, Livy,
    Amei a resenha. Os livros da Jojo, me ganham só pela capa, e a escrita dela me fascina.
    Ainda não li Um Mais Um, porém, estou super ansiosa para me deliciar com mais essa escrita da autora.
    Ela é uma das minhas escritoras favoritas.
    Beijos.

    http://www.leituradelua.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Livy!
    Adorei a resenha, transbordou sua empolgação e seu gosto pelo livro!
    Tenho muita curiosidade em ler algo da Jojo Moyes, ela é uma autora que ganha cada vez mais visibilidade.
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Livy, gostei muito da resenha!
    Nunca li um livro dessa autora, e pelo que você passou, realmente me deixou com vontade de conhecer mais.
    Beijos

    http://lovelyplacee.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oiiiêê!!
    ainda não li quase nada da Jojo, so li um livro e não gostei muito achei bem chata a escrita dela
    acho que só foi eu,kkk
    Bjks

    Passa No Meu Blog: http://ospapa-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Não vejo a hora de ler esse livro
    já vi tanta gente falando bem dele que só aumenta a curiosidade

    ⋙ ♥ Blog Livros com café
    Instagram - @bloglivroscomcafe

    ResponderExcluir
  7. Oi Livy! Estou lendo esse livro e estou tão feliz quanto você pareceu ao escrever a resenha! hahaha. Não vejo a hora de acabar de devorá-lo, mas ao mesmo tempo não quero que termine. É uma leitura muito gostosa!
    Beijinhos

    paixaodeleitora.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, Livy.
    Não imaginava essa história toda nesse livro. Adoro obra sobre famílias problemáticas e acho que essa obra tem tudo para me agradar. Como nunca li nada da autora, também é uma boa oportunidade para conhecer a escrita dela.
    Excelente dica!

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de maio. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  9. Oi Livy!
    São comentários como os seus que já fizeram eu colocar Jojo Moyes na lista de autores que quero conhecer. Ainda não li nenhum livro da autora e nunca soube por qual deveria começar, mas a sua empolgação ao falar de "Um mais um" deu um pontinho a mais para esse livro, rsrs. Adoro histórias que provocam tantas emoções diferentes e onde os personagens e suas relações são o grande destaque.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Livy.
    Nunca li Jojo, mas vejo que é uma autora bem elogiada.
    Fico com um pouco de receio de encontrar em seus livros histórias tristes e melancólicas, enredos que me levam às lágrimas eu evito, e vi que é isso que um mais um faz.
    O bacana é que Um mais Um nos permite reflexão e isso eu considero muito num livro.
    Eu anotei essa dica, pode ser que eu encontre o momento certo pra essa leitura um dia.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  11. o Meu amor por Jojo Moyes também começou pelo Como eu era antes de você, desde então quis ler mais livros dela, e sinceramente fiquei cativada na forma que você descreveu, senti muito mais vontade de ler.

    ResponderExcluir
  12. Pensa numa pessoa que morre de medo de ler os livros da Jojo.... Eu amo Como eu era antes de você mas ele me deixou com uma baita ressaca literária... Tenho muita vontade de ler todos os livros dela mas morro de medo dos finais... Esse parece ser o mais leve e talvez eu tente ler e superar meu trauma.... Hehehe
    Reticências Literárias

    ResponderExcluir
  13. Adoro os livros da jojo! Os livros dela são demais! Li o um mais um não tenho palavras pra dizer o quanto gostei desse livro. É meio difícil tirar da cabeça depois q acaba hahhah

    ResponderExcluir
  14. Amo muito a Jojo Moyes! Um mais um é incrível e é tão real... E tão engraçado! E todos os personagens são cativantes, com todas as suas falhas e qualidades e sonhos...

    http://Perdida em Palavras/

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por