[Resenha] Insônia, de J. R. Johansson

31 julho 2015
Postado por Livy

Livro cedido pela editora para resenha
ISBN: 9788576837176
Série: Sonâmbulos, vol. 1
Tradução: Frank de Oliveira e Júlio Monteiro de Oliveira
Ano de Lançamento: 2014
Número de Páginas: 344
Editora: Vergara & Riba
Classificação: ♥♥♥♥ 
Depois de quatro anos de insônia, Parker Chip não aguenta mais nada. Toda noite, em vez de dormir ele entra no sonho da pessoa que ele olhou nos olhos por último. Se ele não dormir logo Parker morrerá. É quando ele conhece Mia. Seus sonhos são calmos e maravilhosamente descomplicados, e permitem a ele um descanso feliz e altamente viciante. Mas o que começa com um encontro se transforma em obsessão. O desejo furioso de Parker pelo que ele precisa o pressiona ao extremo que ele jamais pensou alcançar. Quando alguém começa aterrorizar Mia com ameaças de morte, a memória de Parker apaga o levando a duvidar de sua própria inocência.  

Insônia é o primeiro livro da série Sonâmbulos lançado em 2014, uma trilogia que já conta com outros dois livros já editados nos Estados Unidos: Paranoia (2014) e Mania (2015). A autora também publicou, neste ano, o livro Cut Me Free, um thriller juvenil num misto de drama e suspense.

Insônia e Paranoia já foram editados no Brasil pela Editora Vergara & Riba. A autora, em seu site pessoal, classifica sua série Sonâmbulos como um "thriller sobrenatural psicológico juvenil", já traduzido para vários países em cinco línguas diferentes.

Sem dúvida alguma Insônia é um thriller juvenil de suspense psicológico, com um toque bem sutil de sobrenatural. Pois, o que ocorre com Parker Chipp no livro é inexplicável. Poderia ser um problema de distúrbio do sono, como acomete muita gente que não consegue dormir direito, se não fosse o fato de que Parker, um adolescente de 16 anos, passar suas noites vagando tal qual uma alma penada no sonho de outras pessoas.

Para Finn, seu melhor amigo de escola e de infância, é maravilhoso poder ver o que as pessoas estão sonhando a seu respeito, ainda mais se forem as garotas bonitas que estão no time de torcida da escola. Para Addie, irmã de Finn, e por quem Parker nutre uma paixão desde a pré-escola, isso é como um pesadelo horrível. Para Mia, a garota que se torna o "vício" de Parker, é assustador, e chega a ser monstruoso. Os outros garotos da escola, principalmente Jeff e Thor, que gostam de tirar sarro de Parker por suas atitudes esquisitas, e por ele ser o aluno preferido do treinador de futebol, sequer lhes ocorre ao pensamento de que o colega os está espiando em seus sonhos. Para o médico da família, que apesar de desconfiar que Parker está usando drogas, a privação de sono pode levar o cérebro a entrar em colapso em alguns anos e à morte do indivíduo.

Parker sabe que vai morrer, pois não consegue dormir de forma descente. Todas as  noites ele sonha com o sonho dos outros. Pera aí, mas como ele sonha se não está dormindo? Ele entra numa espécie de transe sonambúlico. Ao contrário dos sonâmbulos que saem perambulando pela casa, Parker fica detido em sua cama numa espécie de sono acordado, enquanto sua mente, ou sua alma – se preferirem – entra no sonho da última pessoa em que ele olhou diretamente nos olhos. Na maioria das vezes ele prefere sonhar os sonhos da mãe, que geralmente só sonha sobre transações imobiliárias. Algumas vezes ele sonha os sonhos de Finn, apesar de o amigo sempre o colocá-lo em situações vexatórias. Parker nunca sonha os sonhos de Addie, por quem tem uma paixão secreta, pois tem medo do que vai encontrar na mente da garota. Mas, ultimamente, ele adora sonhar os sonhos de Mia.

Até encontrar Mia, recém-chegada à escola onde ele estuda, Parker está com sua saúde em avançado declínio. Assim que ele a visita em seu sono, pela primeira vez, Mia passa a ser o seu vício. Quanto ele entra nos sonhos de Mia ele finalmente consegue ter uma noite plena de bom sono. Quando acorda no dia seguinte, seu corpo e sua mente estão revigorados. Mas para que isso dê sempre certo e possa ter uma noite descente de sono, Parker precisa ver Mia todos os dias; ela precisa olhar no olho dele para que ele possa capturar seja-lá-o-que-for-dela, e ir para casa sem olhar diretamente para mais ninguém, e, assim, dormir o sono dos justos.

Parece simples para um sujeito que está ficando cada vez mais problemático e perturbado aos olhos dos professores e colegas de escola, amigos íntimos e até para a própria mãe. Mas não é. Ainda mais que, num dos sonhos sonhado de Mia ele a vê sendo acoçada por um sujeito misterioso e sombrio que a quer ferir mortalmente. Para complicar, Parker descobre algo igualmente misterioso do passado de Mia. E para piorar o seu relacionamento com ela, Mia acha que Parker é o cara que está mandando mensagens obscenas em seu celular.

Com uma narrativa de fácil leitura, apesar da trama mediana, Johansson prende a nossa atenção instigando-nos com três perguntas fundamentais no livro: por quê Parker sonha o sonho dos outros; porque Mia está sendo perseguida por um sujeito com intenções tenebrosas; Parker realmente possui uma segunda personalidade destrutiva? Ah, e talvez eu poderia acrescentar um quarto mistério a essas três questões: porque Parker só consegue dormir quando está nos sonhos de Mia? 

Parker é o personagem central da trama e a narrativa é feita em primeira pessoa. Finn, Addie, Mia, Jeff, Thor e a mãe de Parker são outros personagens que girarão ao redor dele, com ou menor intensidade. Da minha parte, gostei muito das atitudes e participação dos irmãos Finn e Addie. Parker, a meu ver, não me empolgou; há momentos em que ele parece mais um idiota total do que um garoto com problemas psicológicos.

Um ponto que ficou a desejar é o esclarecimento de o por quê Parker pode entrar nos sonhos de outras pessoas. A meu ver, seria preciso ele deslocar sua alma para fora do corpo e interagir com a alma de quem ele vai visitar em sonho; ou então, conectar a sua mente, numa espécie de transe psíquico, para interagir com a mente da outra pessoa enquanto esta está sonhando. No entanto, ele simplesmente sonha o sonho de outro em sua mente, enquanto está insone na sua cama, e isso, a meu ver, parece fantasioso demais até mesmo para uma ficção.

Já que Johanson não esclarece este pondo, cabe-nos apenas explorar o texto e acompanhar as deambulações de Parker nos sonhos alheios, enquanto ele tenta interagir amigavelmente com Mia, justificar-se com seus amigos Finn e Addie, conquistar a garota que ele ama desde sempre, descobrir quem é o tenebroso sujeito que quer fazer mal à Mia, e, de quebra, desvendar quem é o Sombrio que povoa a sua mente.

Insônia é um bom romance juvenil com uma boa dose de mistério e suspense, com personagens adolescentes que contam uma história que, se não é original, tem os seus encantos enquanto prende a nossa atenção em busca de respostas que Parker adora desencavar dos sonhos alheios. Da minha parte, de forma geral, gostei do livro e aguardo poder ler o segundo da série para ver que rumo a história irá tomar. 

Comentários via Facebook

13 Comentários:

  1. Oi Livy!
    Não conhecia o livro, mas fiquei bem intrigada quanto a história. Já na lista de desejados!

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir
  2. Poxa Livy! Achei a sinopse tão interessante. Pena que pelo visto não foi muito bem desenvolvido, né?
    Eu acho super interessante esses livros que misturam Thriller psicológico com toque sobrenatural, mas pela resenha não fiquei com muita vontade de ler esse...

    Beijos,
    www.naestradadafantasia.com

    ResponderExcluir
  3. Eu não sei como, de fato, vai ser a leitura de "Insônia", mas já marquei pra ler.
    Adoro histórias assim, cheias de mistérios e suspenses *--*

    Beijos

    oeraumavezdeverdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oie Livy =)

    Não conhecia o livro e embora a premissa dele parece ser bem interessante, não sei se seria um livro prenderia a minha atenção.
    As ressalvas que você fez também me desanimaram um pouco ... em fim como é o primeiro livro de uma série a esperança é que a história possa melhorar. Então antes de descartar a série é melhor esperar o próximo capitulo ^^

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  5. Não gostei da forma como vc abordou o livro..Não achei Parker um idiota total, ja q não era ele msm q estava agindo daquela forma, afinal nos ponhamos no lugar dele.. O q senti foi pena e angustia por ele tentar ajudar as pessoas ariscando a própria vida para isso..
    Quanto a trama, é bm leve e ao msm tempo prende a atenção..
    E como expõe o ponto de vista do Parker não tem msm como nós sabermos o segredo da maldição, já q ele próprio não sabe e o q dar a entender eh q os mistérios da maldição dele será revelevado no segundo livro..

    O livro é mto bom não desistam de lê-lo.

    ResponderExcluir
  6. Não gostei da forma como vc abordou o livro..Não achei Parker um idiota total, ja q não era ele msm q estava agindo daquela forma, afinal nos ponhamos no lugar dele.. O q senti foi pena e angustia por ele tentar ajudar as pessoas ariscando a própria vida para isso..
    Quanto a trama, é bm leve e ao msm tempo prende a atenção..
    E como expõe o ponto de vista do Parker não tem msm como nós sabermos o segredo da maldição, já q ele próprio não sabe e o q dar a entender eh q os mistérios da maldição dele será revelevado no segundo livro..

    O livro é mto bom não desistam de lê-lo.

    ResponderExcluir
  7. Não gostei da forma como vc abordou o livro..Não achei Parker um idiota total, ja q não era ele msm q estava agindo daquela forma, afinal nos ponhamos no lugar dele.. O q senti foi pena e angustia por ele tentar ajudar as pessoas ariscando a própria vida para isso..
    Quanto a trama, é bm leve e ao msm tempo prende a atenção..
    E como expõe o ponto de vista do Parker não tem msm como nós sabermos o segredo da maldição, já q ele próprio não sabe e o q dar a entender eh q os mistérios da maldição dele será revelevado no segundo livro..

    O livro é mto bom não desistam de lê-lo.

    ResponderExcluir
  8. Não gostei da forma como vc abordou o livro..Não achei Parker um idiota total, ja q não era ele msm q estava agindo daquela forma, afinal nos ponhamos no lugar dele.. O q senti foi pena e angustia por ele tentar ajudar as pessoas ariscando a própria vida para isso..
    Quanto a trama, é bm leve e ao msm tempo prende a atenção..
    E como expõe o ponto de vista do Parker não tem msm como nós sabermos o segredo da maldição, já q ele próprio não sabe e o q dar a entender eh q os mistérios da maldição dele será revelevado no segundo livro..

    O livro é mto bom não desistam de lê-lo.

    ResponderExcluir
  9. Bom, quem sabe essas explicações sejam dadas nos próximos volumes né. Sempre tive curiosidade em ler esse livro, e agora então, preciso urgentemente ler! É um assunto diferente, pelo jeito consegue prender com facilidade e nos deixa pensando sobre como tudo aquilo pode estar acontecendo com o personagem

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova de "No Mundo da Luna" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
  10. Olá, Livy.
    Não conhecia esse livro, mas a premissa me ganhou de cara. Não dormir e viver os sonhos alheios parece ser algo bizarro, mas que dá um ótimo livro.
    Já entrou na minha lista de desejados, apesar de ser um pouco juvenil.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  11. Oi tudo bom?
    Ai tramas medianas, elas são muito clichês não? Mas sabe porque eu leria esse livro? Elogiou a narrativa, me conquistou kkk

    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Livy =)
    Eu não tinha ouvido falar sobre esse livro, mas pela sua resenha ele me parece ser muito bom e fiquei bem curiosa em relação a ele.
    Milhoes de Beijos!

    Marina Lima.
    Meu Doce Apartamento | Literatura, Culinária, Caseirices & muito amor ♥

    ResponderExcluir
  13. OI Livy querida! Não conhecia o livro, mas fiquei bem interessada, e eu adoro livros que tratam de insonia e a forma que isso se transforma em algo mais psicológico ♥ adorei! Se tiver a oportunidade quero conhecer

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por