6 on 6: Lar doce Lar

16 agosto 2015
Postado por Livy

É, sei que sumi! Mas esta semana vai ao ar um post falando justamente sobre isso, os motivos e o que me fez decidir tirar uma "férias" do blog, das redes sociais, etc.


Mas hoje não vim falar do meu sumiço e sim do projeto 6 on 6. Como vocês sabem estou participando deste projeto fotográfico mensalmente, durante seis meses. Este post tinha que ter ido ao ar dia seis, mas, mesmo atrasado vim compartilhá-lo aqui. O tema deste mês é Lar doce Lar, e a ideia é mostrar para vocês um pouco mais sobre mim, meus cantinhos preferidos de leitura, e, claro, envolvendo o melhor lugar na face da terra: meu lar. Posts onde falo mais sobre meu cotidiano e meus hábitos de leitura são bem escassos por aqui, apesar de estar sempre compartilhando dicas com vocês. Então hoje vim falar para vocês sobre como a literatura e meu lar são um par perfeito! 


  • Há pilhas de livros por toda a minha casa... na sala, no quarto, em todo lugar. Logo estarei dormindo sobre livros. Mas é algo que amo, ver os livros espalhados pela casa. Quando está tudo arrumadinho a casa parece sem graça.


  • Caderninhos para anotações estão sempre à mão, mesmo em casa. Sempre fico com minha agenda do lado aonde quer que eu esteja. Uma ideia boa nunca tem hora para surgir, e ela vem sem avisar, no meio de uma leitura, por exemplo. 


  • Flores. Uma coisa que amo é ficar admirando as flores. Da janela do meu quarto da para ver a área da frente de casa que tem várias plantas e flores, então é um dos cantinhos que mais amo. 


  • Me sinto em casa estando em meio aos livros. Penso que a cada livro que abro para ler, cada história que inicio, me transporta para um novo lar, uma nova vida... e me sinto bem. 


  • Um dos cantinhos que mais gosto de ler é no meu quarto. Este da foto é a cabeceira da minha cama. Além disso, meu lar não seria lar se não fosse meu cachorro lindo, meu companheiro de leituras e de todas as noites. Eu vou lendo e ele senta do meu lado, ou deita aos meus pés. Então, não poderia faltar ele aqui.


  • Como disse Stephanie Perkins em Anna e o Beijo Francês: É possível que lar seja uma pessoa e não um lugar? Sim, é possível. Para mim meu lar era minha mãe. Depois que ela partiu a casa parece mais vazia e menos como um lar. O cantinho que eu mais gostava de ler, a sala, onde ela sentava bem perto de mim, e muitas vezes ficávamos conversando, parece diferente e muito vazia. É triste lembrar, e só quem passou por uma perda como essa sabe o vazio que fica, mas a sala ainda é meu cantinho favorito da casa, onde eu mais leio, e onde há muitas e muitas lembranças da minha mãe.

E é isso pessoal! Espero que tenham gostado do post e das fotos, e de conhecer um pouquinho mais sobre meu lar, e os cantinhos que me inspiram e que gosto de ler. E não deixem de conferir os posts das outas meninas:  Ana e BiaLu, Mari, Mily e Tamy. 

Beijos e até o próximo post! 

Comentários via Facebook

4 Comentários:

  1. Yay! Que bom que você está de volta!!

    Também entrei nesse projetinho do 6 on 6 e estou amando. Fazia tempo que eu queria fazer e agora estou nele finalmente, haha. Eu também tenho uma pilha de livros em cada canto do quarto e não ta fácil. Preciso urgentemente de uma estante porque as prateleiras já estão cheias, o guarda roupa também e agora a mesinha do pc não fica uma pilhazinha de livros. :x

    Suas fotos ficaram muito lindinhas! ♥

    Beijos!
    http://www.prateleiracolorida.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Este post me fez pensar no valor das coisas simples. Nessa correria do dia a dia, é muito reconfortante ter um lugar pra chamar de lar. Em casa ê o lugar que eu menos leio, então quanto posso ficar na cama até mais com um livro, realmente não tem preço!

    ResponderExcluir
  3. Adorei as fotos, Livy! Fiquei morrendo de inveja dessa sua vista florida, hahaha :D
    Como moro em prédio fica difícil ver algo bonito pela janela :/
    O meu cantinho favorito para ler é meu quarto, mas de vez em quando também leio na sala :)

    Beijos,
    www.naestradadafantasia.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Livy, me emocionei muito com suas últimas palavras e não resisti! As lágrimas surgiram! Me lembrei da minha mãe e senti uma falta imensa. Que saudade. Sei exatamente como você se sente. Que o Senhor possa sempre suprir nossas necessidades e confortar nosso coração. Adorei todas as suas fotos. Sempre caprichosa.

    Um grande beijo!
    Psicose Literária

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por