[Resenha] Filha da Floresta, de Juliet Marillier

06 outubro 2015
Postado por Livy

Livro cedido pela editora para resenha
ISBN: 9788588477971
Série: Sevenwaters, vol. 1
Tradução: Yma Vick
Ano de Lançamento: 2012
Número de Páginas: 608
Editora: Butterfly
Classificação: ♥♥♥♥  Favoritado!
O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e criaturas encantadas, além dos sábios druidas, que deslizam pelos bosques vestidos com seus longos mantos… Passada no crepúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era lei e a magia uma força da Natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos, vítimas de uma terrível maldição que os transformou de bravos guerreiros em belos cisnes selvagens… Os invasores da floresta, os salteadores de além-mar, os bretões e os vikings, estão todos decididos a destruir este lindo paraíso. Porém, o mais urgente para os guardiões de Sevenwaters é destruir o mal sombrio que se introduziu em seu domínio: Lady Oonagh, uma feiticeira, bela como o dia, mas com um coração negro como a noite. Landy Oonagh conquista Lorde Colum, mas não consegue encantar a prudente Sorcha e seus bravos irmãos. Frustrada por não conseguir destruir a família, ela aprisiona os jovens guerreiros com um feitiço que somente a força silenciosa de Sorcha pode quebrar. Se falhar, todos continuarão encantados e morrerão! Mas os seres da floresta veem Sorcha como sua filha e a colocam sob a guarda de um destemido guerreiro, porém o preço dessa proteção é abandonar a segurança de tudo o que conhecia para seguir até terras estrangeiras e hostis… Em pouco tempo, a jovem se vê dividida entre o seu dever, que significa a quebra da maldição que aprisiona seus irmãos, e um amor cada vez mais forte, e proibido, pelo guerreiro que lhe prometeu proteção. 

Juliet Marillier é uma escritora neozelandesa nascida na cidade de Dunedin, em 1948, que se firmou como autora de romances de fantasia histórica, principalmente inerentes à cultura celta. Seus livros são cultuados e lidos em todo o mundo e já foram vencedores de diversos prêmios literários. Ao todo Juliet Marillier já recebeu 14 prêmios entre os anos de 2000 à 2015. Filha da Floresta foi finalista de duas premiações em 1999 e 2000, mas só foi premiado em 2001 e 2010.

Juliet Marillier publicou cinco séries de fantasia, entre elas a Saga Sevenwaters, com o primeiro volume: Filha da Floresta, seguido de Filho das Sombras e Filha da Profecia. Essa trilogia fez tanto sucesso que rendeu uma continuação com O Herdeiro de Sevenwaters, seguido de A Vidente de Sevenwaters e A Chama de Sevenwaters.

“Filha da Floresta é um romance baseado no conto germânico dos Irmãos Grimm, Os Seis Cisnes. Além dos clássicos elementos das fábulas… o romance descreve uma história de coragem vinda de perdas, e de vidas modificadas para sempre. (…) Em minha história, abordo dilemas humanos dentro de um contexto de fantasia, pois o objetivo dos contos é descrever experiências difíceis e mostrar o que há de melhor e pior no ser humano.” – Juliet Marillier (em Nota da Autora, do livro).

Filha da Floresta é um conto maravilho transformado em romance histórico. E a sua beleza começa já pela belíssima capa da edição brasileira pela Editora Butterfly. A composição gráfica do livro é igualmente belíssima, com ótima diagramação, ortografia e tradução impecáveis.

E sobre a história: adorei!!!! Para ser sincera, só o fato de ser um livro de fantasia histórica já ganhou uma estrela na minha consideração final. E só por isso, do meu ponto de vista, Filha da Floresta merece nossa atenção e leitura. É um romance que possui todos os elementos de um livro de sucesso:

Ótima narrativa em primeira pessoa, personagens vibrantes e carismáticos, uma trama bem articulada e profunda, excelente ambientação de época, batalhas, misticismo, romance, uma atmosfera um tanto que sombria, diálogos inteligentes e envolventes. E Sorcha, a melhor personagem da trama, com sua alma pueril e versátil, nos encanta desde a primeira página. Da mesma forma como ela nos encanta e enaltece, Lady O'Onagh é a antítese dessa perfeição: uma megera, pra dizer o mínimo. Também gostei muito dos encantadores irmãos Conos e Finbar. Já Lorde Colum é um chato, para dizer o mínimo.

Para alguns, talvez levados pela capa do livro, Filha da Floresta pareça um conto de fadas. Mas, pela complexidade e estrutura da história tensa, com personagens de caráter forte e marcante, atitudes e situações emocionantes, Juliet Marillier criou um universo mágico e encantador que extrapola tudo o que já foi escrito do gênero e que poderia ser enquadrado como fantasia.

“Honra, confiança, coragem, amor verdadeiro e também perversidade, falsidade, covardia e ódio. O que nos faz sentir bem e o que nos choca, o que nos faz rir e o que nos faz chorar. As verdades mostradas nos contos tocam o mais fundo de nosso ser e nos mostram como é sutil a diferença entre o mundo tangível em que vivemos e o eterno Outro Mundo.” – Juliet Marillier (em Nota da Autora, do livro)

Bom, depois de tudo isso, sem entrar em detalhes para não estragar a leitura de ninguém, pois é difícil falar da história de Filha da Floresta sem soltar spoilers, quero acrescentar que esse livro é sensacional e aguardo ansiosamente a oportunidade para ler os demais livros da série.

Filha da Floresta é recomendadíssimo, ainda mais se você é fã de fantasia histórica com um toque de contos de fada e temática celta. E se você está procurando um livro que tem conteúdo, então esta é uma excelente opção. Recomendo! Favoritado! Boa leitura!

Comentários via Facebook

7 Comentários:

  1. Fantasia histórica com toque de contos de fada e temática celta. Já gostei desse livro <3
    Bjs
    EntreLinhas Fantásticas

    ResponderExcluir
  2. Oie Livy =)

    Sempre leio muitas resenhas positivas dessa série, mas confesso que até o momento eu não tinha sentindo aquela pontinha de curiosidade para conhecer a história. Bem até o momento, pois a sua resenha conseguiu despertar o meu interesse pela obra.
    Quem sabe depois que eu terminar alguma série que tenho pendente não me aventure por essa?
    Ótima resenha!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  3. Oi, livy
    Me parece um livro muito bom.. histórias celtas, sempre são boas.
    Parabéns pelo blog.

    Tem sorteio de livro lá no blog.

    Bjokas,
    http://www.dmulheres.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Tenho muita vontade de ler essa trilogia.
    Parece ser incrível.

    Beijos

    Nana


    http://leituraeconversas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Adoro esse tipo de temática, tenho certeza que vou adorar o livro. Ótima resenha!

    Conheça meu blog
    virandoamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Muito nom esses livros!

    Recomendo tambem os três livros de "A Garota do Lago"

    Abraços

    ResponderExcluir
  7. Curtir muito o post como sempre e eu gosto desse mesmo tipo de leitura.. Espero poder ler esse daí também!!! Abraços #Guto

    http://lumenseries.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por