[Resenha] Mil Pedaços de Você, de Claudia Gray

01 fevereiro 2016
Postado por Livy

Livro cedido pela editora para resenha
ISBN: 9788569809098
Série: Firebird, vol. 1
Ano de Lançamento: 2015
Número de Páginas: 288
Editora: Agir Now
Classificação: ♥♥♥ 
 Favoritado!
Sinopse: Marguerite Caine cresceu cercada por teorias científicas revolucionárias graças aos pais, dois físicos brilhantes. Mas nada chega aos pés da mais recente invenção de sua mãe — um aparelho chamado Firebird, que permite que as pessoas alcancem dimensões paralelas. Quando o pai de Marguerite é assassinado, todas as evidências apontam para a mesma pessoa: Paul, o brilhante e enigmático pupilo dos professores. Antes de ser preso, ele escapa para outra realidade, fechando o ciclo do que parece ser o crime perfeito. Paul, no entanto, não considerou um fator fundamental: Marguerite. A filha do renomado cientista Henry Caine não sabe se é capaz de matar, mas, para vingar a morte de seu pai, está disposta a descobrir. Com a ajuda de outro estudante de física, a garota persegue o suspeito por várias dimensões. Em cada novo mundo, Marguerite encontra outra versão de Paul e, a cada novo encontro, suas certezas sobre a culpa dele diminuem. Será que as mesmas dúvidas entre eles estão destinadas a surgirem, de novo e de novo, em todas as vidas dos dois? Em meio a tantas existências drasticamente diferentes — uma grã-duquesa na Rússia czarista, uma órfã baladeira numa Londres futurista, uma refugiada em uma estação no meio do oceano —, Marguerite se questiona: entre todas as infinitas possibilidades do universo, o amor pode ser aquilo que perdura?

Mil Pedaços de Você é o primeiro livro da série Firebird, da autora Claudia Gray. Li recentemente o livro Estrelas Perdidas e confesso que eu já me tornei fã da autora, mesmo lendo apenas dois de seus livros, pois sua escrita e seu desenvolvimento de trama são deliciosos. 

Quando vi que a Agir Now iria lançar este livro, eu praticamente pirei de alegria. Pois sempre vi os gringos elogiarem muito este livro, assim, estava aguardando ansiosamente ser publicado em terras tupiniquins, e eis que finalmente o tive em minhas mãos. E logo nas primeiras páginas de leitura eu já sabia que a autora iria me fisgar de tal maneira, que eu iria devorar o livro e ainda querer mais. Foi dito e feito. 


Em Mil Pedaços de Você conhecemos a história de Marguerite, ou Meg para os íntimos. Ela é uma garota de apenas 16 anos que se vê de repente sem chão: seu pai é assassinado e ela partirá em uma busca alucinada por seu assassino, em várias dimensões de nossa realidade. Opa, espera aí! Várias dimensões? Como assim? Calma, eu explico.

Meg é filha de renomados cientistas que desenvolveram uma forma de viajar por diversas dimensões. Eles criaram um dispositivo chamado de Firebird, uma espécie de colar, e quem o porta pode viajar por estes mundos. Essas dimensões são "alternativas" aos nosso mundo, desdobramentos de realidades que poderiam ter acontecido se um fato x tivesse sido diferente em nossa própria realidade. 

Eu sei, pode dar um nó na cabeça, mas na realidade é bem simples. A autora aborda esse tema de uma forma bem simples, e ela nos coloca na situação de uma forma que é fácil se situar. Então, nada de pânico, pois a trama e as viagens entre as dimensões são bem fáceis de entender.


Bom, voltando à trama. Acontece que, além do pai da Meg ter sido assassinado, o Firebird foi roubado. E o principal suspeito do crime é Paul Markov, um grande amigo da família e um dos alunos mais brilhantes que faziam parte da equipe dos pais de Meg. Theo, também aluno, amigo e parte da equipe científica da família, acaba reativando dois antigos protótipos do Firebird que ele havia escondido, para poder seguir viagem entre as dimensões e ir atrás de Paul. Sua missão é achá-lo e se vingar pela morte do pai de Meg.

A contragosto de Theo, Meg acaba viajando junto, pois seu maior desejo é achar o assassino do pai, e matá-lo ela mesma. Só que nem tudo é o que parece, e a cada viagem que ela e Theo fazem entre as dimensões, as coisas acabam se complicado ainda mais. E a cada dimensão em que eles vão, Meg acaba descobrindo uma nova versão de si mesma, e consequentemente, um pouco mais sobre si. Não só isso, também acaba descobrindo mais sobre Paul, e a cada novo mundo ele parece menos com um assassino ou a pessoa cruel que arquitetou a morte de seu pai e o roubo do Firebird! O que Paul quer? Quem ele é de verdade?

Minha mão treme no instante em que me apoio no muro de tijolos. A chuva fria cai com força na minha pele, vinda de um céu que não reconheço. É difícil respirar, difícil entender onde estou. Tudo o que sei é que o Firebird funcionou. Está pendurado no meu pescoço, ainda brilhando por causa do calor da viagem."



Claro, não vou contar mais nada da trama, pois se eu contar um pouquinho mais que seja, estragarei com todas as surpresas do livro. E acreditem, tem muitas surpresas lhe aguardando.

Claudia Gray criou a mistura perfeita de ficção científica, aventura e romance. Sua narrativa, em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Meg, é extremamente deliciosa e cativa a leitura logo nas primeiras linhas. Eu me vi totalmente imersa no mundo que ela criou, e fiquei complemente apaixonada pelos mundos paralelos e alternativos à nossa realidade. Aliás, já vi alguns bons filmes que abordam o tema, mas não me lembro, pelo menos imediatamente, de qualquer livro que eu já tenha lido que abordasse algo parecido.

A autora conseguiu, a meu ver, criar uma história muito envolvente. Claro, que tem alguns pontos na história que são muito óbvios, e por isso nem me surpreenderam quando aconteceram. Mas isso não estraga de modo algum a emoção da leitura. Por outro lado, houve muitos momentos em que me surpreendi muito, e que me pegaram de surpresa de tal forma que eu não esperava. Aliás, que eu fiquei de queixo caído.


E a história deste livro foi muito bem contada e arquitetada. Tudo foi muito bem amarrado e planejado, e todas as pontas soltas, aos poucos, vão se atando e formando nós. O ritmo da história também é fantástico, com um movimento constante, criando uma continuidade que vai ganhando ritmo, e não deixa os personagens parados e estagnados dando voltas e voltas em cima de um determinado ponto. Pelo contrário, por este motivo a ação e aventura estão sempre presentes ao longo de todo o livro, e me fez ansiar para chegar logo ao final e saber como seria o desfecho da trama. 

Os personagens também fazem sua parte e são muito carismáticos. Eu adorei Meg e sua personalidade determinada e forte. Ela vai até o fim para descobrir o que aconteceu de verdade, assim como é justa em todas as situações. Theo, ah, Theo! Que cara chato! Simplesmente não consegui simpatizar com ele de forma alguma, mesmo ele sendo o bom samaritano disposto a tudo para ajudar. Claro, que durante o livro tem algumas reviravoltas... mas não posso contar! Paul, bem, ele é um caso à parte, e se eu for falar muito dele aqui acho que vou acabar soltando uns bons spoilers, mas vou resumir de uma forma o que sinto com relação a ele e Theo: sou team Paul. Ahhhhh, se você ler, vai entender o motivo!

As possibilidades se chocam, as emoções se confundem como nós górdios. Há mil maneiras de amar, perder e duvidar... [...] e sinto que estou só começando a descobrir todas elas."


E eu adorei o modo como a autora criou os mundos paralelos, as conexões sutis entre eles, e as viagens entre esses mundos. Tudo isso com muitas emoções, tensão, adrenalina, romance, aventura e reviravoltas. O único ponto que eu não curti muito é que o final fica um pouco corrido e um ponto muito importante na trama fica um pouco vago, mas como este é o primeiro livro da série, creio que no próximo este ponto em questão terá maior destaque.

Enfim, estou simplesmente apaixonada por Mil Pedaços de Você, que já se tornou um dos meus favoritos e queridinhos. Já virei fã da autora, e espero ansiosamente por as mãos na continuação. Lerei ávidamente! 


Comentários via Facebook

4 Comentários:

  1. Nossa amei muito, é um livro com um tema que eu não costumo ler mas ele parece ser fantástico. Resenha maravilhosa livy.

    http://idealizandolivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Livy!
    Não li nada da autora. Esse livro tem um enredo diferente do que eu imaginava.
    Adorei o fato de ter ficção científica, aventura e romance em um livro.
    Tá anotadinho aqui.
    Sua resenha como sempre ficou ótima.
    Beijos.

    http://www.leituradelua.com

    ResponderExcluir
  3. Eu acho a capa desse livro muito bonita e estava curiosa para saber sobre o que se tratava. Gostei dessas coisa das dimensões e fiquei curiosa. Já quero ler. :P

    Beijos!
    http://www.prateleiracolorida.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não acredito me apaixonei pela resenha e agora lembrei que este livro estava na promoção e eu não comprei,ooohhhh não.

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por