[Resenha] P.S.: Ainda Amo Você, de Jenny Han

28 abril 2016
Postado por Livy

Livro cedido pela editora para resenha
ISBN: 9788580578690
Para Todos os Garotos que Já Amei, vol. 2
Tradução: RegianeWinarski
Ano de Lançamento: 2016
Número de Páginas: 304
Editora: Intrínseca
Classificação: ♥♥♥ 
Sinopse: Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários. Em "Para todos os garotos que já amei", Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em "P.S.: Ainda amo você", Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam. Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

Terminei a leitura de P.S.: Ainda Amo Você, bem agarrada ao livro. Junto ao peito. Queria manter essa sensação gostosa pós-leitura por mais tempo. Quer ler um livro leve, gostoso, fofo? Aquele tipo de livro que parece um cupcake, daqueles com massa fofinha, cheios de glacê e confeitos coloridos? Aquele tipo de livro que parece uma caneca de chocolate quente descendo pela garganta e aquecendo o peito em um dia bem frio? Aquele tipo de livro para suspirar? Então...


P.S.: Eu Ainda Amo Você é continuação direta do livro Para todos os garotos que já amei, e acompanhamos, mais uma vez, os dilemas de Lara Jean sobre o amor, família e amadurecimento. Eu já havia gostado muito do primeiro volume, mas P.S.: Eu Ainda Amo Você me conquistou completamente.

Desta vez, decidi não entrar em detalhes sobre a história, pois, além dos spoilers, posso acabar estragando um pouco da graça do livro. Porque sim, o livro é uma gracinha e merece que você o leia para conferir! Mas, claro, não vou deixar de enumerar tudo o que eu gostei no livro.

Primeiramente, tenho que confessar que gostei muito mais de P.S.: Eu Ainda Amo Você do que gostei de Para todos os garotos que já amei. Ambos são lindinhos, e, em conjunto, formam uma das histórias YA mais gostosas que já li do gênero. Mas acontece que este segundo volume tem um quê de especial! Apesar de ter adorado o primeiro, senti que ele foi mais introdutório. Teve um ótimo desenvolvimento, tanto da trama, quando dos personagens, claro! Mas em P.S.: Eu Ainda Amo Você me senti mais conectada à Lara Jean, suas emoções e todos os acontecimentos. Senti que houve mais sentimento na história e um envolvimento maior dos personagens. Além de que o desfecho foi tão... owwwwnnn! Quero dormir agarrada a este livro, pode!?

Lara Jean amadurece muito e isto é perceptível, tanto no modo como ela lida com diversas situações e diversidades pelas quais passa, quanto pelo seu posicionamento junto à família e amigos. Um bom exemplo disso é seu elo com Genevieve, sua ex melhor amiga, que atualmente causa muita angústia na garota. Ao longo do livro, até seu final, Lara Jean vai vendo a situação por outro ângulo, até entender, finalmente, que quem tem que mudar de atitude é ela mesma.

Tem uma palavra coreana que minha avó me ensinou. Jung. É a ligação entre duas pessoas que não pode ser rompida, mesmo quando o amor vira ódio. Você ainda alimenta sentimentos antigos por aquela pessoa; sempre vai sentir carinho por ela. 


Neste volume, Lara Jean também ainda enfrenta os dilemas do amor, foco central da história. Eu adorei o modo como Jenny Han desenvolveu o romance aqui. Leve, gostoso e sensível. E que nostalgia, eu, aos meus 26 anos, senti. Os sentimentos de Lara Jean, seus anseios e receios, são coisas pelas quais já passei quando era adolescente. E ainda passo, vez ou outra. A autora fez um ótimo retrato do sentimento que é estar apaixonada, ter medo de não ser correspondida, e a emoção que é ter o amor retribuído. Tudo neste livro é tão doce, tão inocente, de certo modo.

Às vezes, gosto tanto de você que não consigo suportar. É um sentimento que vai crescendo e crescendo dentro de mim, e parece que vou explodir. Gosto tanto de você que não sei o que fazer a respeito. Meu coração bate mais rápido quando sei que vou ver você de novo. E aí, quando você me olha, eu me sinto a garota mais sortuda do mundo.


Lara Jean tem uma personalidade que me cativou. Ela é sensível, doce, tranquila e meiga. Mas, com o tempo, aprende a ter garra, determinação e otimismo. Aprende a enfrentar seus medos e também ter coragem para dizer o que pensa. Kitty também ganha ainda mais destaque neste livro. Eu adoro esta garotinha de personalidade marcante e forte. Nos aprofundamos ainda mais na personalidade radiante e alto astral de Peter, que também me conquistou ainda mais.

Outro ponto que eu adorei na história foi o envolvimento de Lara Jean com um lar de idosos. Achei que as várias situações e interação da jovem com os idosos do lar, deram um tempero especial à história. Stormy, uma das idosas, merece destaque. Ela é do tipo de vozinha que dá os conselhos mais inusitados e inspiradores, e tem aquele tipo de sagacidade que só a idade e experiência podem dar. Ela é bisavó de John, um dos rapazes para que Lara Jean havia escrito uma de suas cartas de amor, e que entra novamente na vida da garota. Só tenho uma coisa a declarar: eu no lugar da Lara Jean, não saberia escolher... Peter? John? Calma, calma aê! Não vou falar mais nada! Parei!


[...] - Lara Jean, acho que você meio que se apaixona por todo mundo que conhece, Faz parte do seu encanto. Você está apaixonada pelo amor.


A única coisa que me deixou um pouco incomodada é que algumas coisinhas no livro ficam sem desfecho. Culpa desta minha curiosidade (Lara Jean, toca aqui) que me faz querer saber tudo nos mínimos detalhes. Mas como são coisinhas bem bobas, então relevei.



Por outro lado, uma das coisas que mais me agrada neste livro (assim como no anterior), é a simplicidade e a forma gostosa com que a história avança. É uma história com foco no cotidiano, nos dilemas do sentimentos, da união familiar, do amor e da fraternidade. No amadurecimento e autodescoberta. A narrativa de Jenny Han é deliciosa, tanto quanto uma das receitas que a própria Lara Jean prepararia. É suave e cativante. E, além disso, é uma daquelas histórias inocentes que acalmam e passam tranquilidade. Aquele tipo de leitura que traz um fôlego em meio a tantas outras leituras densas e pesadas. Como raios de sol por entre nuvens carregadas de chuva. Sabe? É impossível não terminar de ler sem um sorriso bobo no rosto e um sentimento de leveza no coração. Eu amei!

Só tenho a declarar o meu amor por Para todos os garotos que já amei P.S.: Eu Ainda Amo Você! Quer uma leitura para adoçar um pouco sua vida? Leia! É a coisa mais fofa deste mundo!



Comentários via Facebook

4 Comentários:

  1. Oi Livy, como vai?
    Quando li Para todos os garotos que já amei fiquei extremamente cativada pela história da Lara Jean e em seguida fui procurar P.S.: Ainda amo você. Jenny Han me cativou com a história que ela fez, sendo simplista mas envolvendo problemas normais de qualquer adolescente que acabam por cativar nós leitores, e nos identificarmos com os personagens.
    Eu fiquei muito surpreendida com a forma que as coisas se desenrolaram aos pouquinhos, sempre visando o cotidiano e o dia-a-dia e isso me deu uma tranquilidade imensa ao ler o livro.
    Adorei sua resenha e concordo com tudo o que disse. Algumas partes eu ficava curiosa demais mas Han sempre terminava o capítulo daquela maneira e minha curiosidade não era suprida :c
    Beijos!
    http://oreinoencantadodeumaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto muito de livros assim e já faz tempo que vira e mexe eu me deparo com alguém falando sobre eles. Acho que está mais do que na hora de lê-los rsrs

    http://quantomaislivrosmelhor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Não li nenhum dos dois livros, mas me interessei pela história! Em breve vou comprar <3 Beijos!
    http://registrodehistorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu acabei de finalizar o "Para todos garotos que já amei", aquele final... <3
    Já fui correndo baixar um exemplar porque não ia aguentar até comprar o segundo, precisava saber o que ela escreveu na carta para o Peter. haha Agora, já tô mais tranquila. hahahahaha

    Adorei sua resenha, sem dúvidas vou curtir o segundo! Estava procurando resenhas, para ver se valia a pena eu ler "depois da carta" sabe? Porque se as criticas fossem ruins, ia parar no primeiro mesmo. hahaha Já indo comprar a continuação, porque agora sei que vale a pena.

    Beijosss, http://blogdontstop1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por