[Resenha] Eles merecem a morte, de Peter Swanson

11 maio 2016
Postado por Livy

Livro cedido pela editora para resenha
ISBN: 9788525060884
Tradução: Rodrigo Salem 
Ano de Lançamento: 2016
Número de Páginas: 302
Editora: Globo Livros
Classificação: ♥♥♥♥♥ 
Sinopse: Ted Severson e Lily Kintner se conhecem na sala de espera do aeroporto de Heathrow, em Londres, aparentemente de maneira casual. Embalados por drinques despretensiosos e motivados pelo longo atraso no voo noturno que os levará de volta a Boston, os dois iniciam uma estranha brincadeira de revelar grandes segredos um ao outro. Então, Ted acaba falando sobre a traição de sua esposa, Miranda, e da vontade que sente de matá-la. Curiosamente, Lily se prontifica a ajudá-lo, o que faz com que um improvável relacionamento seja selado entre eles. Enquanto os planos de Ted e da enigmática Lily tomam forma, Miranda e seu amante Brad também traçam seus próprios estratagemas. Assim se inicia uma perigosa e mortal corrida contra o tempo, em que será preciso estar sempre dois passos à frente dos oponentes para sobreviver. Para tornar a vida dos protagonistas ainda mais difícil, Henry Kimball, o empenhado detetive da polícia de Boston, começa a seguir os passos de todos eles, tentando juntar as peças de um quebra-cabeças que a princípio parece sem solução. 

Peter Swanson é um escritor estadunidense, autor de contos e poesias históricas, já tendo recebido alguns prêmios por suas poesias. É autor de dois livros: The Girl with a Clock for a Heart e Eles Merecem a Morte (The Kind Worth Killing), este último lançado no Brasil pela Editora Globo Livros.

Eles Merecem a Morte não é o melhor thriller policial que já li. No entanto, a escrita coerente e envolvente de Swanson, não fica nada a dever para muitos títulos do gênero, assinados por escritores de renome que, muitas vezes, acabam sendo mais do mesmo.


Toda a narrativa é em primeira pessoa, porém na ótica dos personagens, cujo nome intitula os 32 capítulos das três partes a que a obra se subdivide: As regras dos bares de aeroportos; A casa inacabada; Esconda bem os corpos. Desta forma, iniciamos o livro com a narrativa de Ted, seguida de Lily, intercalados a cada capítulo, ao longo de toda a primeira parte do romance; saindo Ted e entrando Miranda na segunda parte, dividindo a narrativa com Lily; e, na terceira parte, entra Kimball, disputando espaço com Lily, até o desfecho. Percebe-se, então, que Lily é o centro de toda a trama, e não é pra menos; afinal de contas, ela consegue envolver as pessoas no seu magnetismo e articular com elas os seus desejos mais sórdidos.

Ted e Lily se encontram no saguão do aeroporto, aguardando o embarque, e passam a interagir com os seus problemas. Ted está tendo problemas de relacionamento com a esposa, Miranda, a qual ele suspeita que o está traindo com o seu melhor amigo, Brad. Desta forma, tem início um complicado relacionamento de amizade, paixão e cumplicidade entre os dois que envolve o planejamento da morte de Brad e Miranda, e alguma coisa mais...

Os capítulos são uma mistura de momentos presentes e flashbacks dos personagens, mostrando o que os levou a tomar as decisões que influenciam o futuro de todos eles. E como todo thriller policial que se preze, o suspense fica por conta justamente desse futuro inusitado, que vai se construindo a cada novo capítulo. A adição do detetive Kimball, já na terceira parte, é interessante e torna os capítulos finais ainda mais tensos. Lily, então, corre contra o tempo, ou contra a sanidade mental!

Eles Merecem a Morte, como disse já no início desta resenha, apesar de não ser o melhor thriller policial que li, é uma leitura interessante para os amantes do gênero romance policial que estão buscando um estilo diferente de se fazer mais do mesmo.

O estrelismo do romance fica por conta de Lily, sem dúvida alguma. Ela consegue extrair de nós sensações ambíguas de amor e ódio, que certamente não sentiríamos por qualquer pessoa encarnada diante de nós. Só por isso, Eles Merecem a Morte merece a leitura. Além do mais, Swanson consegue destilar paixão, traição, romance, intriga, mentira, morte, investigação... e tudo mais que um romance policial se propõe a nos dar.



Comentários via Facebook

2 Comentários:

  1. Oi Livy, tudo bem?
    Confesso que não leio muitos livros desse gênero embora eu goste.
    Gostei da forma como os capítulos foram divididos, acho interessante ver a história de perspectivas diferentes.
    Beijos

    http://quantomaislivrosmelhor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. https://www.youtube.com/watch?v=r751iIaiyss

    esse menino possui idéias criativas como as suas e pode fazer sucesso se vocês colaborarem

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por