[Resenha] Star Trek - Portal do Tempo, de A. C. Crispin

18 maio 2016
Postado por Livy

Livro cedido pela editora para resenha
ISBN: 9788576572640
Tradução: Norberto de Paula Lima
Ano de Lançamento: 2016
Número de Páginas: 248
Editora: Alpeh
Classificação: ♥♥♥♥♥ 
 Favoritado!
Sinopse: Capitão Kirk, Spock e dr. McCoy descobrem que, durante uma viagem ao passado, Spock teve um filho. Agora, estão prestes a viajar mais uma vez através do portal do tempo a fim de resgatar esse filho, antes que seu planeta seja destruído. Resgatado, o garoto tentará aprender tudo sobre a Federação e sobre a cultura vulcana, enquanto a tripulação da Enterprise o conhece e se acostuma à sua presença. Mas seus dias de aprendizado são interrompidos quando uma invasão romulana pode mudar perigosamente o curso da história.

A. C. Crispin é Ann Carol Crispin, pseudônimo de Ann Carol Tickell, escritora estadunidense nascida em 1950 e falecida em 2013, aos 63 anos. Crispin começou sua carreira literária em 1983, e escreveu mais de vinte livros, com romances diretamente ligados a franquias de sucesso, como: Star Trek, Star Wars, Piratas do Caribe e V. Além de escritora, Crispin também lecionava escrita e assessorava escritores iniciantes. Dentre suas obras para o universo Star Wars está a cultuada trilogia: Han Solo, editados em 1997; e para o universo Star Trek, Crispin chegou a lançar seis livros, de 1983 à 2004, sendo o Portal do Tempo o primeiro.

A Editora Aleph já publicou recentemente outro trabalho de Crispin, A Armadilha do Paraíso, para a série Star Wars, que, a julgar pela sinopse, parece ser muito legal, como tudo o que a editora vem publicando. E por falar nisso, a capa dessa nova edição de Portal do Tempo ficou maravilhosa, com um visual bem ao estilo dos últimos filmes da franquia Star Trek, levada às telas do cinema pelo cultuadíssimo cineasta estadunidense, J. J. Abrams


Mas não é só a capa do livro que é bacana. Portal do Tempo é um show de interpretação dos personagens da série televisiva: Kirk, Spock, McCoy, Scott, Uhura, Sulu e Kato, entre outros. A narrativa de Crispin traz ótimas descrições de cenas e de personagens, diálogos inteligentes e, muitos deles, cômicos (por parte das rivalidades entre McCoy e Spock, claro), além da ambientação esmerada da série televisiva, e faz de Portal do Tempo uma leitura indispensável para todo fã de ficção científica e amante inveterado da série Star Trek

A narrativa de Portal do Tempo é em terceira pessoa, e tem como pano de fundo, como diz a sinopse do livro, uma viagem temporal feita por McCoy e Spock ao passado, cerca de 5 mil anos, para um planeta que estava para ser destruído pela explosão do sol, em outro sistema solar. E como não poderia deixar de ser, o Spock analítico, lógico, todo certinho e que “nunca erra”, acaba ficando perturbado das ideias, por conta do portal do tempo, e se envolve com uma nativa, Zarabeth, com a qual tem um filho. Como se não bastasse vir a descobrir isso 5 mil anos depois, Spock quer voltar no tempo, para salvar o filho da destruição daquele planeta. Só coisa de vulcano soterrado em ética até a ponta das orelhas!

O legal dessa trama é que Crispin não se prende apenas a esse mote. Ela o desdobra levando-nos para espectros mais profundos do relacionamento entre pais e filhos, bem como do relacionamento interpessoal e do valor da amizade. As disputas entre Spock e seu filho, que tenta imitá-lo, é um dos pontos altos dessa trama maravilhosa e divertida que nos tira um pouco do lugar-comum das leituras atuais de ficção que oferecem mais do mesmo.

E para o romance não ficar focado apenas nisso, Crispin insere ainda um fator na história: os romulanos; inimigos juramentados dos vulcanos, que são atraídos pela presença da Enterprise numa região pouco mapeada pela Federação. O confronto entre a Enterprise e os romulanos é digna do melhor que a série televisiva e do cinema já produziu até hoje. 

Mesmo esse sendo o primeiro livro que leio da saga (até então só conhecia Star Trek pelos filmes e a série clássica original), fiquei apaixonada pela leitura agradável e viciante, e já me encontro ansiosa pela próxima edição que pretendo devorar tanto quanto fiz com essa. 

Apesar de já contar com 33 anos, Portal do Tempo não fica a dever para os últimos sucessos de Star Trek no cinema. Além do mais, agradará em cheio aos aficionados por ficção científica e os amantes de Star Trek. Recomendo! Favoritado!



Comentários via Facebook

2 Comentários:

  1. Oi Livy, tudo bem?
    Eu sou mega fã de Star Trek mas nunca nem passou pela minha cabeça ler os livros, estranho né?
    Mas vendo você falando agora, me deu uma vontade tremenda de saborear as histórias.
    Beijos

    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  2. fiquei curiosa em relação ao livro achei legal a resenha e gostaria de ler ele. bjus

    http://dicasdachil.blogspot.com.br/2016/04/sorteio-1-ano-de-blog-dicas-da-chil.html

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por