[Resenha] A Rebelde do Deserto, de Alwyn Hamilton

14 junho 2016
Postado por Livy

Livro cedido pela editora para resenha
ISBN: 9788565765992
Série: A Rebelde do Deserto, vol. 1
Tradução: Eric Novello
Ano de Lançamento: 2016
Número de Páginas: 288
Editora: Seguinte
Classificação: ♥♥♥♥ 
 Favoritado!
Sinopse: O deserto de Miraji é governado por mortais, mas criaturas míticas rondam as áreas mais selvagens e remotas, e há boatos de que, em algum lugar, os djinnis ainda praticam magia. De toda maneira, para os humanos o deserto é um lugar impiedoso, principalmente se você é pobre, órfão ou mulher. Amani Al’Hiza é as três coisas. Apesar de ser uma atiradora talentosa, dona de uma mira perfeita, ela não consegue escapar da Vila da Poeira, uma cidadezinha isolada que lhe oferece como futuro um casamento forçado e a vida submissa que virá depois dele. Para Amani, ir embora dali é mais do que um desejo — é uma necessidade. Mas ela nunca imaginou que fugiria galopando num cavalo mágico com o exército do sultão na sua cola, nem que um forasteiro misterioso seria responsável por revelar a ela o deserto que ela achava que conhecia e uma força que ela nem imaginava possuir.

Peguei esse livro nas mãos, inocentemente, sem ao menos imaginar o quanto eu terminaria a leitura o amando! Li avidamente! A leitura fluiu de forma emocionante, leve, prazerosa e muito envolvente. Não queria largar o livro! Quando foi chegando às últimas páginas, me bateu aquele leve desespero. Não queria que o livro acabasse. Mas acabou e ele se tornou um de meus favoritos.

Imagine só: uma jovem cheia de determinação, coragem e... uma arma nas mãos. Um rapaz diferente dos demais, misterioso, que cruza o caminho da jovem. Um deserto. Seres míticos e mágicos. Um reino oprimido por seu soberano e sua guarda. Um príncipe rebelde. Uma revolução crescendo nas sombras. Uma aventura de tirar o fôlego. Imaginou? Pois bem, agora junte tudo isso e temos A Rebelde do Deserto. Ou melhor, há muito, muito mais que isso.

Uma nova alvorada. Um novo deserto.

O livro tem todos os elementos que eu adoro no gênero: muita aventura e ação, cenas fantásticas de luta, personagens fodões e cativantes, diálogos inteligentes, trama bem desenvolvida e envolvente. Com o adicional da originalidade do mundo criado pela autora.


Amani Al'Hiza vive na Vila da Poeira, no deserto de Miraji. Vive sob a tutela dos tios, mas por ser pobre, órfã e mulher, seu tio espera que, para ela continuar vivendo sob seu teto, ela case com ele. Obviamente, Amani jamais faria isso. Dona de uma mira perfeita quando o assunto é armas, e de um forte temperamento, ela deseja e planeja sair daquela cidadezinha perdida no nada do deserto, e ir de encontro à uma cidade a qual sua mãe vivia falando.

Em uma de suas tentativas de conseguir dinheiro para seguir viagem para bem longe dali, Amani, vestida como homem, conhece o misterioso forasteiro Cobra do Oriente, ou melhor, Jin. Em meio a muitas reviravoltas e mudanças de rumos, Amani e Jin partem em uma jornada deserto a dentro, perseguidos pelo exército do sultão e envolvidos em aventuras que eles jamais imaginariam viver.

"Era muito difícil confiar num garoto com um sorriso daqueles. Um sorriso que me dava vontade de acompanhá-lo até os lugares sobre os quais havia me contado, mas ao mesmo tempo me deicava certa de que eu não devia fazer isso."

Poderia contar muito mais, mas claro que não vou! Uma das coisas mais bacanas ao iniciar a leitura é justamente o mistério que envolve o livro, e o qual a sinopse pouco revela. É uma leitura que vai sendo desbravada a cada página virada, que traz surpresas a cada capítulo. Envolve, cativa, prende!

A narrativa de Alwyn Hamilton é maravilhosa! Ela criou uma distopia original e deliciosamente instigante. Sua trama é envolta por uma aventura contínua; com seres míticos perigosos, belos e extraordinários; lutas e ação de prender o fôlego, e personagens cativantes. Eu adorei o modo como ela conduziu sua história, num crescendo contínuo e vivaz.

"Envolvi com as mãos o pescoço dele, que se transformava em músculo. O mundo parecia ter sumido enquanto o buraqi bufava contra meu peito. Sol e areia se tornaram carne e osso sob meus dedos. Sentia a força dele, antiga como o mundo, mais antiga que a morte, a escuridão e o pecado. Tudo o que precisava fazer era subir em suas costas e deixar que me carregasse até o fim do mundo."

Amei nossa girlpower Amani. Adoro personagens femininas como ela: determinada, decidida, destemida. Jin também me conquistou e não fica atrás ou à sombra de nossa heroína. Fora o romance, que se desenvolve e conquista de forma natural. Além deles, há outros personagens interessantíssimos, que enriquecem ainda mais a história criada por Alwyn. Também adorei toda a mitologia e o universo que a autora criou para ambientar seu livro (sou aficionada por histórias que se passam no deserto, ainda mais se estiverem recheadas de aventura).

"- Você é este país, Amani - ele disse, mais baixo agora. - Mais viva do que qualquer coisa deveria ser neste lugar. Toda feita de fogo e pólvora, com um dedo sempre no gatilho."

Palmas e mais palmas à autora. Não tenho nem palavras para dizer o quanto adorei este livro. Não sei nem como convencer vocês do quanto este livro é incrivelmente delicioso! Só lendo para comprovar, né!? Só posso dizer que A Rebelde do Deserto se tornou um de meus livros favoritos e uma das melhores leituras do ano! Este livro cheio de aventura conquistou meu coração. Espero que conquiste o de vocês também! Estou ansiosíssima pela continuação!

Se eu recomendo esta leitura!? Tá mais que recomendada!

"Era como se o deserto se estendesse para sempre, mas o horizonte parecia mais próximo por causa das montanhas. - A areia entra fundo na alma depois de um tempo."


Comentários via Facebook

3 Comentários:

  1. Eu estou muito afim de lê esse livro, adorei a resenha. <3

    ResponderExcluir
  2. Esse livro é um querido e adorei ver a representação da mulher nele. Destaquei alguns quotes que me deixaram bem apaixonados e guardo ansioso pela continuação.

    Fiz um poste citando você lá no Blog.
    - Sobre esse livro mesmo.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Que resenha maravilhosa e fotos lindas são essas?! Adorei! :D Estou cada dia mais afim de ler esse livro. Só vejo coisas positivas e a minha curiosidade só aumenta.

    Já sigo você no Instagram, mas agora vou acompanhar suas resenhas por aqui <3 Convido você para conhecer o meu cantinho também (http://psamoleitura.blogspot.com.br). Beijos!

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por