Mangá Socrates in Love

08 julho 2016
Postado por Livy

"Eu e a Aki nos encontramos. Desde que a encontrei, eu a perdi diversas vezes. Por diferentes razões. Mas ela sempre esteve perto de mim esse tempo todo,  Sempre chamando por mim. Demorarei um pouco até me dar conta disso." 

Sakutarô conheceu Aki. Se apaixonou. Juntos eles descobriram as emoções do primeiro amor. Todas elas. Sakutarô amava o sorriso doce de Aki. Sua sinceridade. Tudo com ela era perfeito. Cada pequena coisinha tinha um gosto especial se tinha Aki como adição. Cada momento era um presente. Ele se sentia o cara mais feliz do mundo. Então uma tragédia mudou tudo! 

E eu? Chorei. Ah, como chorei. Que posso dizer? QUE MANGÁ LINDO! ❤ Não tenho nem palavras. Só sei sentir. Só sei transbordar.


À primeira vista, este mangá engana. Bandido! Vem todo inocente, sorrateiro e PÁ. Socrates in Love esconde em suas páginas uma preciosidade encantadora e dilacerante. A bela história de amor de Aki e Sakutarô traz uma simples mas impostante mensagem: 

Quando olhamos para aqueles que amamos, por tantas vezes, não percebemos o quanto cada pequeno gesto é especial. Como cada ocasião é rara e única. E deixamos passar, assim, despercebidamente, momentos preciosos. Só quem já perdeu alguém, sabe o quanto dói. É uma ferida sempre aberta. 

Por isso, não deixem para o amanhã, o amor que sentem hoje. Vivam cada momento, cada dia intensamente. Sakutarô viveu! Ele enxergava Aki verdadeiramente. Todo o amor que sentia, cada precioso momento. E não deixou para depois! 


Este mangá é baseado no romance escrito por Kyoichi Katayama, e já foi, inclusive publicado no Brasil pela Editora Alfaguara sob o título Um Grito de Amor do Centro do Mundo. O autor, ao ler um livro de filosofia, se deparou com a seguinte frase: "o amor é uma forma de violência que obriga as pessoas a pensarem". Com esta frase na cabeça, ele decidiu escrever sua história. Uma história de amor que simboliza a ideia. E olha só: foi fenômeno no Japão. 

Não é à toa que Kazumi Kazui, desenhista do mangá, se emocionou com esta história linda. Da metade até o final do projeto, ela foi às lagrimas. E eu também!! Japonês é coisa de louco pra emocionar. 

Este mangá traz várias lições  e reflexões. E o melhor? Este é volume único. Só posso dizer que recomendo do fundo do meu coração este belíssimo mangá, para todos aqueles que amam os quadrinhos japoneses, ou simplesmente gostam de lindas histórias de amor. Leiam Socrates in Love e se emocionem com a história de Sakutarô e Aki, eles têm muito a lhe contar e ensinar. 

Recomendo muito! Um dos mangás favoritos da vida, já virou meu xodózinho! 


Comentários via Facebook

1 Comentários:

  1. Oi Livy, gosto muito de mangas e raramente encontro sugestões de novos para ler. Gostei muito desse.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por