[Resenha] A Armadilha do Paraíso por A.C. Crispin

29 julho 2016
Postado por Livy

Livro cedido pela editora para resenha
ISBN: 8576573083
Série: Trilogia Han Solo, vol. 1
Tradução: Edmo Suassuna
Ano de Lançamento: 2016
Número de Páginas: 356
Editora: Aleph
Classificação: ♥♥♥ 
Sinopse: Depois de uma infância de maus tratos e abandono, o jovem Han Solo finalmente foge das garras de um grupo de contrabandistas para seguir seu sonho de se tornar um grande piloto. Mas a realidade de exploração e injustiça nem sempre é fácil de ser deixada para trás, e seu novo emprego em Ylesia, um retiro para peregrinos religiosos, revela não ser o paraíso que os sacerdotes anunciam. Han precisará de toda a sua malícia e a sua astúcia para sobreviver às armadilhas em seu caminho, sejam as de contrabandistas inescrupulosos ou as de falsos profetas e seus interesses escusos. Nesta clássica e aclamada trilogia, A. C. Crispin conta a história da origem de um dos mais cativantes personagens de STAR WARS, da infância de Han Solo a bordo de uma nave até o momento em que seu destino se cruza com o dos últimos Jedi da galáxia.

Nos agradecimentos do livro, A. C. Crispin escreve:

“Escrever para o universo STAR WARS é como se tornar parte de uma comunidade – ou até mesmo de uma família. Os autores são encorajados a ler os livros uns dos outros, e há dúzias de livros de não ficção e técnicos dedicados aos personagens, equipamentos, planetas e assim por diante. Nós, autores, trocamos informações e dicas e nos ajudamos mutuamente sempre que possível.” 

E por aí vemos que escrever para o universo Star Wars, como a autora bem disse, não é tarefa fácil. E a cada novo livro, a cada novo episódio no cinema, a saga tende a fica cada vez maior, atingindo proporções galáticas. Então, imaginem só colocar tudo isso no papel. Escrever um livro sobre Star Wars é uma verdadeira aventura bem ao estilo da saga! E nós estamos falando de algo que foi criado em 1977, portanto, cerca de 39 nos atrás, e já está dando o que falar até hoje. Agora, imaginem quando Star Wars completar o seu centenário!

“Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante...”

A Armadilha do Paraíso é o primeiro livro da trilogia Han Solo, que conta  a vida do aventureiro, contrabandista, encrenqueiro, mulherengo e galã bad boy, Han Solo. E, já de cara, creio que essa é a grande, senão a principal, sacada do livro: ficarmos por dentro de como surgiu um dos ícones e personagens mais queridos da saga.

Comentários via Facebook

Nick Vujicic e uma vida sem limites

24 julho 2016
Postado por Livy


Nicholas James Vujicic, mais conhecido mundialmente como Nick Vujicic, nasceu em Melbourne, Autrália, em 1982, filho de Dushka e Boris Vujicic. Seu pai, Pastor Evangélico. Portador de uma doença rara, Tetra-amelia, Nick Vujicic nasceu sem braços e sem pernas, apenas com dois toquinhos de pé, o esquerdo apenas com dois dedos, que ele chama carinhosamente de sua “asinha de frango”

Ao nascer, seus pais entraram em desespero e quase o rejeitaram. Ele próprio conta, em um de seus muitos vídeos inspiradores, que, aos 8 anos de idade, tentou se suicidar de bruços em dez centímetros de água na banheira. Uma voz em sua mente lhe dizia que aquilo não era certo. Algum tempo depois, sua mãe lhe mostrou uma matéria em um jornal onde um senhor de idade, com graves limitações, e isso o incentivou a mudar. 

Aos 17 anos, Nick passou a ministrar palestras em sua congregação; aos 21 anos, formou-se em contabilidade. Hoje, aos 33 anos de idade, está casado com Kanae Miyahara (desde 2012) e é pai de dois filhos: Kiyoshi James Vujicic (2013) e Dejan Levi Vujicic (2015).

Evangélico, Nick promove seus trabalhos em programas de televisão, DVDs, livros e palestras motivacionais que faz em diversos países, anualmente. É autor dos livros, Uma Vida Sem Limites (2010), Indomável (2012) e Superação (2014), todos editados no Brasil pela Editora Novo Conceito. Seus livros, bem como suas palestras, tem arrebatado milhões de pessoas pelo mundo, principalmente os jovens. 

Com um sorriso cativante, muito bom humor, a aura de uma pessoa feliz e iluminada por Deus, Nick Vujicic só não tem asas de anjo, ainda. Sua alma, sem dúvida alguma, já as possui. Seu refrão favorito é: “Me dê um abraço!”

Comentários via Facebook

[Resenha] Meio Rei por Joe Abercrombie

19 julho 2016
Postado por Livy

Livro cedido pela editora para resenha
ISBN: 9788580415612
Série: Mar Despedaçado, vol. 1
Tradução: Alves Calado
Ano de Lançamento: 2016
Número de Páginas: 288
Editora: Arqueiro
Classificação: ♥♥♥ 
Sinopse: A implacável passagem do tempo cobra a vida dos cavaleiros que ajudaram Sephrenia a realizar sua poderosa magia, aprisionando em cristal a rainha de Elenia. Mas a busca de Sir Sparhawk pela cura do mal que aflige Ehlana finalmente começa a render frutos, quando  a coalização de cavaleiros da Igreja sai em busca do único artefato capaz de salvar a vida da monarca. Sparhawk e seus amigos, porém, não são os únicos a voltarem seus olhos para a Bhellion. Forças ancestrais, desse e de outro mundo, seguem tramando contra o campeão da rainha e seus aliados. O cerco em torno dos heróis vai fechando cada vez mais, e a rainha pode não ser a única a precisar de salvação. 

Joe Abercrombie, britânico, é escritor e editor de filmes. Sua primeira trilogia, A Primeira Lei, com os títulos já editados pela Editora Arqueiro, aqui no Brasil: O Poder da Espada, Antes da Forca e O Duelo dos Reis, os quais ainda não li, se tornou sucesso mundial. Depois, lançou outros três livros com histórias individuais: Best Served Cold (2009), The Heroes (2011), Red Country (2012), além de alguns contos. E, em 2014, deu início a sua mais nova série: Mar Despedaçado, com o primeiro livro Meio Rei, que começa a ser publicada por aqui também pela Editora Arqueiro.

Todos os livros de Abercrombie são sinônimos de sucesso internacional. Um autor promissor, que vem sendo apontado como uma grande revelação no gênero fantasia, que em nada fica a dever para grandes nomes do gênero.

Eu adorei o livro, começando pela capa que, aliás, ficou maravilhosa! Ela é toda metalizada, e é muito, mas muito mais bonita que a capa original. Não somente deste primeiro livro, mas, igualmente, dos outros dois livros da trilogia. Inclusive, iniciamos Meio Rei com um belíssimo mapa de toda a região ao entorno do Mar Despedaçado, com as localidades onde se passam a narrativa deste primeiro livro da trilogia: Gettland, Vansterland, Thorbly, entre outros. Depois, seguimos com a primeira parte da trama: O Trono Negro, seguido de Vento Sul, A Longa Estrada, O Rei Legítimo, divididos em vários capítulos, com narrativa em terceira pessoa.

Comentários via Facebook

Livros com finais de partir o coração

18 julho 2016
Postado por Livy



Oi, gente! Fui marcada pela Camille do @liecurti no Instagram, para responder a tag #finaisdesastrosos. Ou, melhor dizendo: finais que deixaram meu coração em caquinhos. Estes foram os escolhidos:

1- A Menina que Roubava Livros: Eita sofrência que passei com o final! As lágrimas pingavam livres em cima do livro;
2- Princesa Mecânica, livro 3 de As Peças Infernais: Orraaa, como eu poderia imaginar que iria sofrer tanto com o final desta trilogia? Cassandra má, muito má!!! Leia a resenha!;
3- Metamorfose?: GENTE, esse livro me pegou com as calças na mão! Não sabia se eu gritava de ódio ou arrancava os cabelos. Ainda bem que tem continuação! Leia a resenha!
4- A Estrela: Esse livro é uma distopia e tenho quase certeza de que muita gente nunca ouviu falar dele. Mas é maravilhoso!! Só que o final...É de deixar o coração na mão. Leia a resenha!;
5- Como eu era antes de você: Nem preciso nem falar nada! Leia a resenha!;
6- Mentirosos: É surpreendente demais... E desastroso além da conta. Cortou meu coração!! Leia a resenha!;
7- Marley & Eu: Gente, esse foi o primeiro livro da minha estante! Tenho exatamente certeza que foi após sua leitura que desenvolvi meu gosto pela sofrência literária.

EXTRAS:

Como sempre, eu esquecidíssima, não coloquei na lista: A Culpa é das Estrelas (outro que dispensa comentários) e A Fúria e a Aurora (sim, não me fez chorar... Mas o final é desastroso e angustiante. Preciso da continuação!). Mas fica aqui registrado que apesar da sofrência... Eu amo esses livros! 



Comentários via Facebook

[Resenha] Os Bons Segredos por Sarah Dessen

15 julho 2016
Postado por Livy


ISBN: 9788565765763
Tradução: Cristian Clemente
Ano de Lançamento: 2016
Número de Páginas: 408
Editora: Seguinte
Classificação: ♥♥♥ 

Sinopse: Há segredos muito bons para serem guardados — e livros muito bons para serem esquecidos. Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo. Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade. Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho. 

O Ministério da Saúde adverte: ler este livro pode causar uma vontade louca de comer pizza e batata frita.❤ Que delícia de livro! Estou encantada!  Não sei nem de que outra forma eu poderia começar esta resenha além destas afirmações, pois este livro, que comecei a ler despretensiosamente, me ganhou! Os Bons Segredos traz aquele tipo de leitura que cativa e envolve facilmente.

Até hoje não havia lido nada da Sarah Dessen, e mesmo este sendo meu primeiro contato com a escrita da autora, já afirmo com toda certeza de que ela ganhou mais uma fã.

Comentários via Facebook

[Resenha] A Profecia do Pássaro de Fogo, de Melissa Grey

12 julho 2016
Postado por Livy

ISBN: 9788565765978
Ano de Lançamento: 
2016
Número de Páginas: 355
Série: Echo, vol.1
Gênero: Fantasia
Editora: Seguinte
Classificação: ★★
♥ livro cedido pela editora
Sinopse: No subterrâneo de lugares onde é muito difícil chegar, duas antigas raças travam uma guerra milenar: os Avicen, pessoas com penas no lugar de cabelos e pelos; e os Drakharin, que têm escamas sobre a pele. Ambas possuem magia correndo nas veias, o que os esconde de todos os humanos menos de uma adolescente chamada Echo. Echo conheceu os Avicen quando era criança, e desde então eles são sua única família. A pedido de sua tutora, a garota começa uma jornada em busca do pássaro de fogo, uma entidade mítica que, segundo uma velha profecia, é a única forma de acabar com a guerra de vez. Mas Echo precisa encontrar o pássaro antes dos Drakharin, ou então os Avicen podem desaparecer para sempre.

A Profecia do Pássaro de Fogo, era aquele tipo de livro que, antes de começar a ler, imaginava que me proporcionaria uma leitura leve e gostosa, mas que não me surpreenderia em nada. Me equivoquei. Melissa Grey trouxe em sua história um mundo repleto de criaturas fantásticas e diferentes, cheia de magia, que me conquistou facilmente.

Conhecemos Echo, uma jovem que, aos sete anos de idade foi encontrada por Ala, um ser que possui penas ao invés de cabelos e pelos, que a leva para o Ninho. Ala faz parte do conselho Avicen, seres peculiares que vivem e se escondem entre os seres humanos. Nem todos de seu povo concordam com Echo vivendo entre eles, porém é ali que a garota cresce e vive em meio à magia, com o tempo se tornando membro desta família de seres fantásticos.

E é neste mundo mágico que uma guerra acontece há milhares de anos. Dois povos lutam entre si: os Avicen e os Drakharin. O primeiro, como já mencionado, possui penas ao invés de pelos. O segundo possui escamas, como os dragões. A guerra dura tanto tempo que os reais motivos da inimizade já nem é mais conhecida. Simplesmente existe e ponto.

Comentários via Facebook

[Resenha] Soppy por Philippa Rice

11 julho 2016
Postado por Livy

ISBN: 9788568432648
Tradução: Gustavo Figueiredo
Ano de Lançamento: 2016
Número de Páginas: 112
Editora: Fábrica 231
Classificação: ♥♥♥ 
 Favoritado!
Sinopse: Soppy os pequenos detalhes do amor, de Philippa Rice, é uma reunião de bem-humoradas tirinhas criadas a partir de momentos da vida real da designer britânica com seu namorado. Bastante popular na web, com mais de meio milhão de postagens no Tumblr, Soppy conquistou as redes sociais com declarações de amor escondidas nos detalhes do cotidiano de um relacionamento, como dividir uma xícara de chá, a leitura de um livro ou comentários irônicos à frente da TV numa tarde chuvosa. As charmosas ilustrações capturam com delicadeza a experiência universal de dividir uma vida a dois, e celebram a beleza de encontrar o amor em todo lugar. Soppy chega às prateleiras pelo Fábrica231, o selo de entretenimento da Rocco.

SOPPY: adj. ensopado, muito molhado, embebido em água; muito chuvoso; sentimental; piegas. Ou no dicionário Livyelis: QUE FOFO ❤ Estou oficialmente morrendo de amores por Soppy, Os pequenos detalhes do amor. Que coisa mais fofa.


Soppy é uma HQ que traz tirinhas em uma arte incrível da britânica Philippa Rice. Com muita sensibilidade e delicadeza ela retrata o cotidiano de um casal apaixonado e mostra fatos inspirados em suas próprias experiências com o namorado. Desde o momento em que se conhecem, quando decidem viver juntos, e até bem além disso.

Uma simples ida ao cinema, um cochilo no sofá, dividir as tarefas de casa, um chá a dois, uma ida ao mercado... Philippa conseguiu retratar com delicadeza detalhes da intimidade que podem parecer bobos, mas que mostram como tudo, se envolve amor, pode se tornar grandioso.

Com traços em vermelho e preto, simples, mas muito fofos, Philippa quase não precisa de diálogos para contar sua história. E o faz com perfeição. Através de tirinhas maravilhosas, consegue nos mostrar momentos de intimidade do casal, e toda a emoção de se viver juntos.

Claro, nem tudo são flores a todo momento, mas Philippa mostra que quando se há cumplicidade, companheirismo e amor, sempre dá pra dar um jeitinho: uma palavra amiga, um gesto de preocupação ou um simples abraço. Philippa nos mostra que a felicidade está justamente nas pequenas coisas. Sempre.

Super recomendo esse livro fofo, vale muito a pena suspirar com essa leitura. 



Comentários via Facebook

Mangá Socrates in Love

08 julho 2016
Postado por Livy

"Eu e a Aki nos encontramos. Desde que a encontrei, eu a perdi diversas vezes. Por diferentes razões. Mas ela sempre esteve perto de mim esse tempo todo,  Sempre chamando por mim. Demorarei um pouco até me dar conta disso." 

Sakutarô conheceu Aki. Se apaixonou. Juntos eles descobriram as emoções do primeiro amor. Todas elas. Sakutarô amava o sorriso doce de Aki. Sua sinceridade. Tudo com ela era perfeito. Cada pequena coisinha tinha um gosto especial se tinha Aki como adição. Cada momento era um presente. Ele se sentia o cara mais feliz do mundo. Então uma tragédia mudou tudo! 

E eu? Chorei. Ah, como chorei. Que posso dizer? QUE MANGÁ LINDO! ❤ Não tenho nem palavras. Só sei sentir. Só sei transbordar.

Comentários via Facebook

Primeiro poster do live-action de "A Bela e a Fera" divulgado!

07 julho 2016
Postado por Livy

Gente, para tudo! Foi divulgado o primeiro poster de A Bela e a Fera, live-action da Disney que trará Emma Watson no papel de Bela, e que conta também com os atores Dan StevensLuke EvansJosh Gad e Ewan McGregor.

A direção está sob as mãos de Bill Condon (A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Partes 1 e 2), e o roteiro por Steven Chbosky (As Vantagens de Ser Invisível).

Há um tempinho atrás eu já havia surtado quando foi divulgado o primeiro teaser trailer do filme, e vocês podem conferir o post clicando aqui. Agora, quando o poster foi liberado...

Sabe o chão? Estou nele! 

O poster é lindíssimo!  Nele vemos a tão famosa rosa sob a cúpula que a protege e que representa a maldição que envolve a Fera e seu castelo. A rosa que vai perdendo suas pétalas, até que a última caia, sentenciando a morte da Fera... a menos que alguém se apaixone por ele a tempo. Bela

Enfim... O filme só terá sua estreia nos cinemas em Março de 2017. Até lá, aguardo ansiosamente para conferir este filme que, tenho certeza, será tão lindo quanto o desenho animado.




Comentários via Facebook

[Resenha] O Cavaleiro de Rubi por David Eddings

05 julho 2016
Postado por Livy

Livro cedido pela editora para resenha
ISBN: -
Série: Trilogia Elenium, vol.2
Tradução: Marcos Fernando de Barros Lima
Ano de Lançamento: 2016
Número de Páginas: 376
Editora: Aleph
Classificação: ♥♥♥ 
Sinopse: A implacável passagem do tempo cobra a vida dos cavaleiros que ajudaram Sephrenia a realizar sua poderosa magia, aprisionando em cristal a rainha de Elenia. Mas a busca de Sir Sparhawk pela cura do mal que aflige Ehlana finalmente começa a render frutos, quando  a coalização de cavaleiros da Igreja sai em busca do único artefato capaz de salvar a vida da monarca. Sparhawk e seus amigos, porém, não são os únicos a voltarem seus olhos para a Bhellion. Forças ancestrais, desse e de outro mundo, seguem tramando contra o campeão da rainha e seus aliados. O cerco em torno dos heróis vai fechando cada vez mais, e a rainha pode não ser a única a precisar de salvação. 

Aqui no Brasil, a Editora Aleph está publicando a trilogia Elenium, já tendo publicado o primeiro e segundo volumes, com um ótimo trabalho editorial. Quem já leu livros publicados pela editora, sabe que ela prima pelo bom gosto editorial e pela qualidade de suas edições; e com esta trilogia não fez por menos.


“Foi no 25º século que as hordas de Otha de Zemoch invadiram os reinos elenos de Eosia Ocidental e, com fogo e espada, varreram todos diante de si em sua marcha para o oeste. Otha parecia invencível até que suas forças foram confrontadas no grande e enevoado campo de batalha do Lago Randera pelos exércitos combinados dos reinos ocidentais e pelo poderio concentrado dos Cavaleiros da Igreja. Dizem que a batalha na porção central de Lamarkand durou semanas antes de os invasores zemochs serem finalmente rechaçados e fugirem pelas próprias fronteiras.” - pág. 12
Pois é, e com essa introdução, estamos outra vez às voltas com a trilogia Elenium, em O Cavaleiro de Rubi, de David Eddings. Agora com o segundo livro da saga da Rainha Ehlana e seu fiel cavaleiro/herói/defensor Sir Sparhawk e, claro, ao lado da maravilhosa Sephrenia e outros personagens igualmente fascinantes.

Comentários via Facebook

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por