[Resenha] Inesquecível, de Jessica Brody

19 junho 2017
Postado por Livy

ISBN: 9788579803000
Série: Unremembered, vol. 1
Ano de Lançamento: 2017
Número de Páginas: 336
Gênero: Romance/ Ficção Científica
Selo: Rocco Jovens Leitores
Editora: Rocco
♥ livro cedido pela editora
Classificação: ★★
Sinopse: Após um acidente aéreo, uma garota é encontrada ilesa e sem memória em meio aos destroços em pleno oceano Pacífico. Ela não estava na lista de passageiros da aeronave e seu DNA e suas impressões digitais não são reconhecidos em nenhum lugar do mundo. Sua única esperança é um garoto estranho e sedutor que afirma conhecê-la. E que eles eram apaixonados um pelo outro. Mas será que ela pode confiar nele para recuperar seu passado e descobrir quem ela realmente é? Inesquecível é o primeiro volume de uma trilogia romântica com tintas sci-fi. A autora, Jessica Brody, que tem outros livros publicados no Brasil, como A Amante Infiel e Karma Club, constrói uma história de amor apaixonante e repleta de elementos de ficção científica e de suspense.
Inesquecível é o primeiro volume de uma trilogia, da autora Jessica Brody. O legal aqui é que a sinopse muito pouco entrega sobre o que encontraremos na trama: romance? Suspense? Aventura? Um thriller psicológico? Ficção Científica? São N possibilidades que instigam ainda mais a curiosidade para o que nos aguarda em suas páginas. E posso dizer que fui surpreendida! Não esperava uma história deste nível, ainda mais com a pegada juvenil que ele traz. Muito menos esperava que ficaria tão envolvida com os acontecimentos, o que garantiria uma leitura de UM DIA! Sim, meus caros, essa pessoa que vos fala leu este livro em apenas um dia, ávida que estava para desvendar os mistérios por trás de nossa protagonista sem memória.

Começamos o livro com um acidente de avião que caiu no meio do Oceano Pacífico. Em meio aos destroços, apenas uma sobrevivente: uma garota de dezesseis anos, com estranhos olhos violeta e sem memória, carinhosamente chamada de Violet. Além de não lembrar quem é e de onde veio, curiosamente ela não consta nos registros da companhia aérea e não constava na lista de passageiros. Suas impressões digitais e seu DNA também não trazem qualquer resultado nas buscas e nenhum parente a procura. Tudo o que lhe resta é um lindo medalhão com uma inscrição S + Z = 1609. O que isso significa? E quem é o estranho rapaz, chamado Zen, que garante conhecê-la, que traz um alerta consigo, e com o qual ela parece ter uma forte ligação ?

Comentários via Facebook

[Resenha] Cinder, de Marissa Meyer

08 junho 2017
Postado por Livy

ISBN: 9788579801525
Tradução: Maria Beatriz Branquinho da Costa
Série: Crônicas Lunares
Gênero: Releitura/ Ficção Distópica
Ano de Lançamento: 2013
Número de Páginas: 448
Editora: Rocco
♥ livro cedido pela editora
Classificação: ★★
Sinopse: Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica.
Hoje vim falar de Cinder com vocês. Fazia muito tempo que queria começar a ler a série Crônicas Lunares e finalmente posso fazer parte do time que recomenda a leitura, com este primeiro livro. E, para minha grata surpresa, fui presenteada com uma trama original e que ultrapassou minhas expectativas.

Cinder é uma ciborgue. Humana, com partes mecânicas, vivendo em Nova Pequim, sob a tutela de Adri, sua implacável madrasta, e a convivência das "irmãs". Mesmo sendo considerada uma abominação tecnológica, Cinder se tornou uma famosa mecânica, consertando todo tipo de coisas, desde acessórios até robôs, aerodeslizadores e afins. E é justamente essa fama que atrai o jovem Príncipe Kai (fofo) até seu estande na feira onde trabalha, para que conserte seu androide. Mas a letumose, uma grave doença que assola os humanos, traz uma mudança drástica na vida de Cinder, assim como tudo que ela conhecia e sabia sobre si mesma.

Entre experiências em laboratório para achar uma cura; uma eminente Guerra quase declarada aos humanos pela rainha lunar, Levana; conspirações; antigos segredos sendo revelados; um Príncipe encurralado entre costumes e suas escolhas para o bem da Comunidade; e uma ciborgue destemida, temos um livro recheado de elementos que empolgam e garantiram uma das minhas melhores leituras do ano!

Comentários via Facebook

Crítica Filme Mulher Maravilha

05 junho 2017
Postado por Livy


Só queria dizer que assisti ao filme da Mulher Maravilha. QUE FILME! Sério! Lacre? Esse filme ultrapassa o lacre! Superou todas as minhas expectativas! 
Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.
Gal Gadot está simplesmente maravilhosa, fazendo jus ao título de sua personagem! E ela entrou, vestiu, respirou, encarnou, possuiu o papel. Era visível nos olhos dela toda a emoção e todo o sentimento em cada situação enfrentada e a cada descoberta. Perfeita! Ela nasceu para ser Mulher Maravilha.

O elenco ainda conta com outras atuações maravilhosas de Connie Nielsen como Rainha Hipólita, Chris Pine como Steve Trevor, Robin Wright como Antíope, Elena Anaya como Doutora Veneno, Danny Huston como General Ludendorff, entre outros.

Comentários via Facebook

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por