[Resenha] Cinder, de Marissa Meyer

08 junho 2017
Postado por Livy

ISBN: 9788579801525
Tradução: Maria Beatriz Branquinho da Costa
Série: Crônicas Lunares
Gênero: Releitura/ Ficção Distópica
Ano de Lançamento: 2013
Número de Páginas: 448
Editora: Rocco
♥ livro cedido pela editora
Classificação: ★★
Sinopse: Num mundo dividido entre humanos e ciborgues, Cinder é uma cidadã de segunda classe. Com um passado misterioso, esta princesa criada como gata borralheira vive humilhada pela sua madrasta e é considerada culpada pela doença de sua meia-irmã. Mas quando seu caminho se cruza com o do charmoso príncipe Kai, ela acaba se vendo no meio de uma batalha intergaláctica, e de um romance proibido, neste misto de conto de fadas com ficção distópica.
Hoje vim falar de Cinder com vocês. Fazia muito tempo que queria começar a ler a série Crônicas Lunares e finalmente posso fazer parte do time que recomenda a leitura, com este primeiro livro. E, para minha grata surpresa, fui presenteada com uma trama original e que ultrapassou minhas expectativas.

Cinder é uma ciborgue. Humana, com partes mecânicas, vivendo em Nova Pequim, sob a tutela de Adri, sua implacável madrasta, e a convivência das "irmãs". Mesmo sendo considerada uma abominação tecnológica, Cinder se tornou uma famosa mecânica, consertando todo tipo de coisas, desde acessórios até robôs, aerodeslizadores e afins. E é justamente essa fama que atrai o jovem Príncipe Kai (fofo) até seu estande na feira onde trabalha, para que conserte seu androide. Mas a letumose, uma grave doença que assola os humanos, traz uma mudança drástica na vida de Cinder, assim como tudo que ela conhecia e sabia sobre si mesma.

Entre experiências em laboratório para achar uma cura; uma eminente Guerra quase declarada aos humanos pela rainha lunar, Levana; conspirações; antigos segredos sendo revelados; um Príncipe encurralado entre costumes e suas escolhas para o bem da Comunidade; e uma ciborgue destemida, temos um livro recheado de elementos que empolgam e garantiram uma das minhas melhores leituras do ano!

Além disso, amo releituras e adorei o modo como Marissa Meyer foi utilizando vários elementos do conto da Cinderela em sua trama, aos quais é impossível não reconhecer. Porém, trazendo uma nova roupagem, futurista, não tão focada no romance (apesar dele existir e ser fofo), cheia de reviravoltas e surpresas (apesar de a Xerox Holmes aqui ter sacado tudo desde o início). A narrativa de Marissa é cativante e viciante, e a vontade é de não largar o livro até chegar ao final! E sobre o final? EU AMEI!

Cinder, mesmo com suas mais de 400 páginas, não é uma leitura cansativa, mas sim tão prazerosa que flui rapidamente e ainda deixa um gostinho de quero mais! Não só pelo final que deixa um gancho maravilhoso para a sequência, mas também pelo desenvolvimento da história, que é muito envolvente.

Ah, também amei essa coisa dos lunares e toda a cultura que a autora criou sobre eles, além do mundo pós Quarta Guerra Mundial! Que interessante! Tudo que ela criou é muito empolgante e bem construído! Enfim, amei! Estou super ansiosa para começar Scarlet! Dizem que a cada livro essa série só melhora! Tenho certeza que sim!

Comentários via Facebook

0 Comentários:

Postar um comentário

Veja os antigos!

Banner Publicidada – rodapé

Todos os textos, fotos e resenhas publicados são produzidos por e de uso exclusivo de No Mundo dos Livros. Exceto quando alguma matéria se baseia/inspira em alguma fonte, a mesma será sempre citada. Por isso, por favor, não copie nenhuma postagem sem a devida autorização.

Desenvolvimento com por